Publicidade

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 Crítica | 16:01

Combalida, “Sessão da Tarde” definha na Globo

Compartilhe: Twitter

sessao

Prestes a completar 42 anos no ar, uma das faixas de filmes mais antigas da TV e que marcou a vida de gerações definha dia após dia na programação da Globo. Com baixa audiência e espremida na programação, a “Sessão da Tarde” há tempos deixou de atrair o público, mas sua situação vem se tornando cada vez mais deprimente.

Atualmente os longas quase nem podem ser chamados assim pois o tempo total de exibição, contando os comerciais, tem sido de 80 minutos – sim, 1h20. A sessão começa 15h10, depois de um cada vez mais longo “Vídeo Show”, e termina 16h30 para o início do “Vale a Pena Ver de Novo”.

Milla Jovovich e Brian Krause em “De Volta à Lagoa Azul”, continuação do clássico de 1980

Os filmes exibidos não têm apelo que faça o telespectador – cada vez mais atarefado neste século 21 – se dar ao luxo de parar em frente à TV e se envolver com a história, comendo pipoca. Clássicos como  “A Lagoa Azul” (1980), “Curtindo a Vida Adoidado” (1986), “Dirty Dancing” (1987), e até mais recentes, como “O Diabo Veste Prada” (2006), são os poucos títulos que ainda despertam burburinho nas redes sociais por conta do desejo  – ou o lamento, de quem está trabalhando no horário – de assistir.

A Globo já testou tirá-la do ar por duas semanas, colocando duas novelas no “Vale a Pena Ver de Novo”. Talvez só não tenha tomado essa medida de forma definitiva porque já é difícil ter uma reprise aprovada para exibição por conta da classificação indicativa, que obriga a emissora a decepar suas obras. Com duas, então, dobraria o problema para preencher o horário extra.

Enquanto permite que telejornais como “Cidade Alerta” e “Brasil Urgente” jorrem sangue na tela, mostrando assassinatos e estupros, a classificação indicativa também impede que outros filmes que costumeiramente faziam parte do acervo voltem a passar – entre eles “O Grande Dragão Branco” (para maiores de 14 anos), “O Exterminador do Futuro 2” (12 anos) e “Elvira – A Rainha das Trevas” (12 anos). Sem substitutos à altura para atrair a atenção do telespectador, a”Sessão da Tarde” está com os dias contados.

 

Autor: Tags: , ,