Publicidade

segunda-feira, 18 de abril de 2016 Entrevista, Estreia, Programa | 08:00

Maria Paula volta à TV em “A Liga”: “Estou me sentindo principiante”

Compartilhe: Twitter

a liga maria paula

Maria Paula não esconde a animação por entrar para o time de “A Liga”, cuja sexta temporada estreia nesta segunda (18) na Band. A atriz conta como está sendo o novo desafio na carreira e diz que não deixou seu lado engraçado de lado por se tratar de um programa com foco no jornalismo.

Os três ingredientes de sucesso do “MasterChef”

Maria Paula comemora a nova fase em "A Liga" (Fotos: Divulgação/Band)

Maria Paula comemora a nova fase em “A Liga” (Fotos: Divulgação/Band)

“O humor está no meu DNA, não tem como tirar. Quando eu menos espero solto uma piada e quando vejo já fiz, não consigo me segurar. Mas ‘A Liga’ está me trazendo para o mundo real sem anestesia. Para mim está sendo maravilhosa a experiência de, depois de 25 anos de carreira, começar do começo. Adoro desafios, me sentir sem referências, sair da zona de conforto, poder me reinventar. Estou me sentindo uma principiante”, vibra.

As experiências que viverá ao longo dos 11 episódios não são fáceis. “Tem situações que não estou preparada, mas vou encarando de qualquer forma. Na minha primeira pauta me mandaram a um cemitério clandestino e dei de cara com uma cova que saíam braços! Fiquei apavorada, muito abalada. Sabia que era assim, mas quando senti o cheiro fiquei desarmada demais. Fui para casa chorando e liguei para o diretor (Diego Pignatari) aos prantos dizendo: ‘não vou fazer mais nada'”.

Guga Noblat, Mariana Weickert, Thaíde e Maria Paula

Guga Noblat, Mariana Weickert, Thaíde e Maria Paula

Se chegou a se arrepender? “Rolou isso, mas já tinha assinado contrato (risos). Nos dias difíceis eu medito, ligo para casa, abraço meus filhos, choro um pouco também… mas estou encarando com gratidão”. Ela diz se sentir acolhida na equipe, que conta com Thaíde, Mariana Weickert e o ex-CQC Guga Noblat, outro estreante da temporada.

“O mais legal é que é um jornalismo muito diferente do que estamos acostumados a ver. Entramos com uma pauta a ser cumprida, coisas inesperadas acontecem e a gente vai para o inesperado, tipo ‘pega o microfone e se vira aí’. É  freestyle total, totalmente na veia. Acho a minha cara! Quando eu vejo o programa editado dá um tesão e penso: ‘que orgulho, que bacana fazer parte desse time'”.

Mariana Weickert, Thaíde, Guga Noblat e Maria Paula na coletiva do programa

O quarteto de apresentadores na coletiva do programa

 

Maria avalia as mudanças que sua carreira passou ao longo desses 25 anos. “Eu só falava de música na MTV, depois fiquei muitos anos falando de humor. Já lancei livro, fiz vários filmes, comecei um mestrado em Psicologia e, quanto mais eu puder abrir o meu leque de experiências, melhor. Toda a minha trajetória me associei a pessoas que estão lá na frente, fazendo o que ninguém fazia. A essa altura da minha carreira, ‘A Liga’ é a cereja do bolo para mim e para o público”.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,