Publicidade

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017 Programa, Vem Aí | 15:30

Erick Jacquin ajuda a salvar restaurantes em “Pesadelo na Cozinha”: “Já passei por isso e dei a volta por cima”

Compartilhe: Twitter

Chef Erick Jacquin fala da estreia do programa, sua ida para a TV e o que encontrou nos restaurantes que serão mostrados a partir desta quinta (26)

erick jacquin pesadelo na cozinha

 

Erick Jacquin vai poder mostrar mais versatilidade que no “MasterChef” no comando de “Pesadelo na Cozinha”, versão do reality britânico “Kitchen Nightmares”, que estreia às 22h30 desta quinta (26), na Band. O chef visita 13 restaurantes à beira da falência e, durante uma semana, aponta os defeitos e sugere soluções para que não fechem definitivamente as portas.

Inscrições para “MasterChef 4” terminam terça (31)

Jacquin encontrou até rato na cozinha (Carlos Reinis/Band)

Jacquin encontrou até rato na cozinha dos restaurantes que visitou (Carlos Reinis/Band)

Depois te ter passado pela experiência entre 2006 e 2014 com o restaurante francês La Brasserie, que acabou fechando por problemas financeiros, Erick Jacquin diz que pode assumir o papel de conselheiro com propriedade. “Sei que muita gente questionou: ‘como ele vai ajudar alguém se faliu um restaurante?’. Quem passa por esse problema sabe o que é e pode ajudar os outros. Eu já passei e dei a volta por cima. Nunca fechei um restaurante por falta de qualidade, mas sim por problemas financeiros. Vou tentar ajudar as pessoas com a experiência que passei, que é forte – chorei, xinguei e estou pagando (a dívida) ainda”, disse, no lançamento da atração.

Erick Jacquin se casa com brasileira em São Paulo

Entre os problemas encontrados nos restaurantes – 12 em São Paulo e 1 no Rio de Janeiro – estão cardápio ultrapassado, fregueses insatisfeitos e falta de profissionalismo. Sujeira na cozinha é apenas um dos choques que o programa vai mostrar. “Eu já chorei, já dei risada e até vomitei por causa de tanta sujeira. Durante as gravações, encontrei uma coisa que nunca tinha visto em um restaurante: um rato. Aí não dá”, desabafa. “O principal problema na maioria dos restaurantes é a desorganização. Muitas coisas fogem do controle do gerente, o que acaba refletindo no baixo movimento”, explica Jacquin.

Por onde andam os antigos vencedores do “MasterChef”?

erick jacquinO chef quis evitar comparações com Gordon Ramsay, que apresenta a versão americana. “Quem é esse cara? Nunca ouvi falar”, disfarça, causando o riso dos jornalistas. “Ele é uma estrela mundial, dez, top. Não quis assistir ao programa dele para ser quem eu sou, não quero ser influenciado, contaminado”.

Diversão

Jacquin não será visto só dentro da cozinha: ao longo dos episódios, ele anda de jipe, de barco e até participa de uma aula de judô com um dos gerentes dos restaurantes. “Quem passa por problemas num restaurante precisa sair daquela rotina pesada e se divertir, porque enquanto a turma se diverte indo ao restaurante você está trabalhando. Eu passei por isso, todos os amigos na praia e você lá. Então precisa ter um momento seu, e não tem. Tem gente que sai de manhã de casa, passa o dia no restaurante e volta à noite já pensando no dia seguinte e na dívida que tem”, explica.

Aos 52 anos, Erick Jacquin gosta de estar na TV e agora comanda um programa que é sucesso nos Estados Unidos, Reino Unido, Países Baixos, Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Turquia e Suécia – no Brasil, os episódios também terão reprise no Discovery Home & Health, a partir do próximo domingo (29) às 20h05. “Antigamente eu xingava, dava bronca, mandava embora e pegava um processo trabalhista. Hoje eu xingo, mando embora e ainda me pagam pra isso”, diverte-se.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.