Publicidade

Arquivo do Autor

domingo, 30 de junho de 2013 Jornalismo | 17:03

Globo mexe bem e devolve seriedade ao “Fantástico”

Compartilhe: Twitter
Zeca Camargo, Renata Ceribelli, Renata Vasconcellos e Tadeu Schmidt

Troca-troca na Globo: Zeca Camargo, Renata Ceribelli, Renata Vasconcellos e Tadeu Schmidt

Sai a Renata descontraída que parece sorrir até quando a notícia é ruim, entra a Renata carismática, que sabe combinar a expressão do rosto com cada notícia anunciada. A Globo não poderia ter escolhido melhor apresentadora para o comando do “Fantástico”. Renata Vasconcellos é elegante, serena, e vai devolver toda a seriedade que o programa perdeu ao colocar no mesmo balaio Renata Ceribelli, Zeca Camargo e Tadeu Schmidt.

Nada contra nenhum dos três, mas, juntos, não poderiam jamais apresentar uma atração do porte do “Fantástico”. Todos têm um estilo leve e brincalhão que tira, mesmo sem querer, a seriedade de inevitáveis notícias que exigem cara fechada, uma tragédia, por exemplo.

Ceribelli pega o avião para ser correspondente em Nova York, e então volta às origens, a de repórter craque em encontrar gostosas histórias. Zeca Camargo também dá adeus e, ufa, já não era sem tempo, afinal são 18 anos de programa. Um alívio, aliás, para quem era engolido domingo a domingo pelo crescimento de Schmidt. Zeca assume o “Vídeo Show” no lugar de André Marques e Ana Furtado, a mulher do diretor que nunca ficará na geladeira e, sendo assim, ganha o posto de repórter do “Fantástico”.

Pra finalizar, as manhãs ganham o saboroso (ou não) sotaque carioca de Ana Paula Araújo, que assume o lugar de Renata Vasconcellos na bancada do “Bom Dia Brasil” ao lado de Chico Pinheiro.
E Schmidt sobra no “Fantástico”. Cabe a ele estender o tapete vermelho a Renata e abraçar o posto do fanfarrão da atração.

O que você achou das mudanças? Deixe seu comentário

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 4 de junho de 2013 Novidade | 11:57

Peladões e strip de Otaviano Costa na madrugada da Globo

Compartilhe: Twitter
amorsexo316

Peladões invadem o palco do “Amor & Sexo”

Quem não desligou a TV logo que acabou o “The Voice” na noite de quinta-feira mal acreditou no que viu. A reestreia da última temporada de “Amor e Sexo” começou com um grupo de peladões desfilando pelo palco. E quando digo peladões, são peladões mesmo, da cabeça aos pés.

Com pessoas de todos os tipos físicos, o grupo foi elogiado por Fernanda Lima, apresentadora da atração, pela falta de vergonha com o corpo. O tema era nudez e foi abordado fielmente. Até Otaviano Costa, um dos convidados, tirou toda a roupa. Ele fez um striptease sem pudor e ficou nu. Rodeado de dançarinos, porém, teve a nudez completa poupada.

Autor: Tags: , , ,

Reality show | 08:12

“The Voice” volta impecável, mas participantes não empolgam

Compartilhe: Twitter
thevoice

Carlinhos Brown, Claudia Leitte, Lulu Santos e Daniel cantam “Já É” na estreia

Ufa! Finalmente acabou a espera de quase 10 meses para assistir ao retorno do “The Voice”, sem dúvida o programa de maior destaque em 2012. E esse longo período não foi em vão. A atração voltou com o mesmo formato impecável do ano passado e uma edição ainda mais dinâmica, boa estratégia para segurar a atenção no novo horário. A exibição após a novela nas noites de quinta-feira, aliás, é uma mudança questionável. Um dos elogios mais frequentes na primeira edição era justamente para o fato de ir ao ar durante o almoço dos domingos.

Mas o programa é tão bom que vale o esforço de ficar acordado. Tiago Leifert continua muito bem à frente da atração e os quatro protagonistas dispensam apresentações. A participação de Daniel, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Claudia Leitte se manteve equilibrada, ainda que o superdecote da cantora tenha lhe dado naturalmente mais destaque.

A principal novidade foi a troca de Danielle Suzuki por Miá Mello, ex-Legendários (Record), como repórter da atração. Miá apareceu pouco na estreia, mas já mostrou que dá conta do recado.

Participantes

A leva inicial de candidatos foi um tanto decepcionante. Quando subiu ao palco o primeiro participante, a ideia era de que a peleja seria muito difícil. Dom Paulinho Lima arrasou com um vozeirão e fez todos os “técnicos” desejarem sua presença em seus times. Mas depois dele, apenas Luana Camarah foi unanimidade. Com exceção dos dois (que foram para o time de Lulu) e de Gabby Moura (que só não conquistou Lulu), os outros eram apenas bons, nada brilhantes.

E ainda que a maioria não tenha voz para vencer o reality show, alguns permanecem no programa. E o balanço ficou assim:

Carlinhos Brown – Ângelo e Angel (“Raiz de Kuntakintê”, autoria própria) e Simona Talma (“Tango de Nancy”, de Chico Buarque e Edu Lobo)

Lulu Santos – Dom Paulinho Lima (“Let’s Get it On”, de Marvin Gaye), Luciana Balby (“Show das Poderosas”, de Anitta) e Luana Camarah (“Highway to Hell”, de AC/DC)

Claudia Leitte – Jullie (“Gasolina”, autoria própria), Janaina Cruz (“I’ll Always Love You”, de Whitney Houston) e Gabby Moura (“Coqueiro Verde”, de Erasmo Carlos)

Daniel – Rubens Daniel (“I Won’t Give Up”, de Jason Mraz)

O que você achou da estreia? Deixe sua opinião

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 2 de junho de 2013 Reality show | 12:30

Justus nunca deveria ter saído do “Aprendiz”

Compartilhe: Twitter
justus

Roberto Justus volta já com o pé na porta

Ironia, rigidez e grosseria. Roberto Justus volta a demitir quem não dá conta do recado em “Aprendiz – O Retorno”, e simplesmente DEMOROU! Ele nunca deveria ter saído do comando da atração, que teve dois anos com João Doria Jr. e não foi nem de longe tão atraente quanto é nas mãos de Justus. Na estreia, inclusive, ele mesmo disse isso: “O público se identificava mais comigo”. E é verdade.

O primeiro episódio teve os grupos divididos entre homens e mulheres e foi vencido por eles. Bofetadas verbais e o característico tique de Justus deixaram o ambiente tão tenso que já teve gente gaguejando. E mesmo sem quase nenhuma novidade de formato com relação às edições anteriores, deu gosto de assistir.

Os números da estreia foram bons, 6 pontos de audiência média, atrás apenas da Globo. Mas o índice poderia aumentar muito mais se o horário de exibição, 23h30, não fosse tão ingrato.

Você assistiu ao retorno de Justus? O que achou? Comente.

Autor: Tags: , ,

Novidade | 08:25

Nova MTV estreia com Fiuk inseguro e Supla roubando a cena

Compartilhe: Twitter

anitta

Com pouca música e muita conversa, a nova MTV Brasil entrou no ar na noite de 1º de outubro de 2013. “Coletivation” foi o primeiro programa no ar. A atração é comandada por Fiuk, estreante, que mostrou insegurança na função. O cantor fala bem, tem boa presença, mas precisa ser lapidado como apresentador. Nada à vontade, não conseguiu descontrair e abusou dos sorrisos amarelos.

Fiuk

Ainda inseguro, Fiuk abusou dos sorrisos amarelos

Fiuk foi ofuscado pela participação de Patrick Maia. Ex-Rede TV!, tem a tarefa de deixar o ambiente mais divertido com tiradas bem-humoradas e piadinhas sobre qualquer assunto. Na estreia, Maia já conseguiu fazer rir e roubou a cena com uma imitação de Elvis Presley.

Além do humor, a atração também tem entrevistas e recebeu a escrachada funkeira Anitta na estreia. O destaque vai para as repórteres Mayara Lepre e Talita Alves. As duas são atrevidas, espertas e têm tudo para arrasar.

“Papito in love”

Na sequência de “Coletivation” veio o reality show de Supla. Claramente inspirado no americano “The Bachelor”, “Papito in Love” pretende arranjar uma namorada para o punk roqueiro. São 14 aspirantes confinadas numa casa disputando a atenção do filho de Marta e Eduardo Suplicy. O senador, aliás, participou da estreia palpitando sobre como o filho deve se portar e pediu que ele fale de assuntos que ajudem o “jovem brasileiro”.

supla

Supla conversa com o pai, Eduardo Suplicy, na estreia de seu reality show

O reality começou com Supla recebendo o convite para participar da atração e reunindo seus “jurados”.

Ele escolheu um amigo (Edu), sua governanta Conceição e a ex-namorada Maria Eugênia para auxiliá-lo no desafio de encontrar uma mulher que atenda às suas expectativas.

A relação entre o trio e as garotas, aliás, promete ser uma atração à parte. Todos têm personalidade forte como a de Supla e os atritos são inevitáveis.

jurados

Maria Eugênia, Edu e Conceição são os auxiliares de Supla no reality show

Vale citar a qualidade técnica das duas primeiras estreias da nova MTV. Produção e edição dinâmicas e impecáveis dão o tom que a emissora deve ter para prender o jovem da geração atual. Esperemos para ver os resultados.

Você assistiu à estreia da nova MTV? Gostou? Deixe seu comentário

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sábado, 1 de junho de 2013 Nostalgia | 09:10

“Tenho a honra de anunciar o fim da MTV Brasil”

Compartilhe: Twitter

Acabou. A MTV Brasil como conhecemos não existe mais e agora parte para uma nova empreitada na TV por assinatura, sob comando dos gringos. Astrid Fontenelle, que estava lá quando tudo começou, foi quem apagou a luz, na noite de 30 de setembro de 2013.

“Tenho a honra de anunciar o fim da MTV Brasil. Eu fui a primeira a acender a luz e nada mais natural que chamasse na chincha essa responsa para mim mesma. Quero ser a última a apagar”, disse ela.

Os “jovens” que hoje têm entre 30 e 40 anos serão os mais saudosos dessa emissora. Sem smartphones ou tablets, quem nunca chegou da escola e foi direto para a TV assistir aos melhores clipes da época? E agora, justamente para concorrer com a internet e conquistar a chamada geração Y, a nova fase deve ir muito além da música. Vamos ver se as 350 horas de programação nacional que a Viacom (dona da marca MTV) promete vão dar conta do recado. O discurso de Astrid, aliás, citou de forma sutil o fato da emissora não ser mais 100% brasileira.

“Foram 23 anos botando o dedo na ferida, debochando da gente mesmo, botando essa porra para funcionar direito, sim, do nosso jeito. Viva a velha MTV Brasil e vida longa, bem longa, para a nova MTV”.

O último videoclipe exibido foi “Maracatu Atômico”, de Chico Science & Nação Zumbi. E a MTV Brasil se foi ao som de “Ôrra, Meu”, de Rita Lee, com imagens de toda a equipe dando tchau.

O principal desafio agora é concorrer diretamente com o Multishow, que tem crescido substancialmente no gosto da audiência ao transmitir ao vivo os maiores shows do Brasil.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 17 de maio de 2013 Sem papas na língua | 12:57

Paula Lavigne faz “Saia-Justa” pegar fogo no GNT

Compartilhe: Twitter

Paula Lavigne fez o “Saia-Justa”, do canal GNT, pegar fogo ao debater a polêmica questão das biografias não-autorizadas. Desde que entrou no olho do furacão, há alguns dias, ao fundar uma associação (Procure Saber) que critica a produção dessas obras, ainda não tinha conseguido colocar claramente seu ponto de vista.

O programa todo foi de chumbo trocado entre a jornalista Barbara Gancia e Lavigne. As duas não pararam de se alfinetar com picuinhas, e Lavigne chegou ao ponto de expor a orientação sexual de Barbara e o nome da namorada dela para tentar mostrar do que estava falando. “Você acha que sua namorada vai gostar de ser exposta assim dessa maneira? É disso que estou falando”, disse a empresária para explicar que defende o direito à privacidade de qualquer um, inclusive de pessoas públicas.

Gancia saiu em defesa da liberdade de expressão, e afirmou que qualquer um que se sinta lesado com algo escrito ou dito sobre ele, que procure a Justiça e abra um processo. “Se você não gostar do que eu escrevo sobre você, pede pro seu pai me processar”, disse ela, em referência ao advogado Arthur Lavigne, pai de Paula.

A discussão entre as duas só não ficou pior porque Astrid Fontenelle conseguiu moderar muito bem e soube esfriar os ânimos nos momentos mais quentes. Mônica Martelli e Maria Ribeiro, que dividiam a atração com as outras três, mal falaram.

Lavigne ainda reclamou das ofensas que tem recebido em redes sociais e admitiu que não se preparou para criar a associação, senão conseguiria lidar melhor com a enxurrada de críticas. Ela afirma que todos têm direito a uma opinião, mas com civilidade e “sem bullying”.

Paula Lavigne defende que personagens das biografias tenham participação nos lucros de comercialização da obra, e que tenham o direito de vetar algum ponto de sua intimidade que não queiram ver exposto em um livro. Essa posição foi vista por alguns, principalmente escritores, como uma tentativa de censura prévia e provocou a invocação da liberdade de expressão.

No Brasil, por lei, só podem ser publicadas biografias autorizadas pelo biografado ou herdeiros, mas a Associação Nacional de Editores de Livros (Anel) tenta derrubar os artigos que tratam do assunto.

O que você acha dessa discussão? Deixe sua opinião

Leia também: Paula Lavigne ofende jornalista em rede social

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 16 de maio de 2013 Novela | 12:26

Quem explica a história da nova novela da Globo?

Compartilhe: Twitter

Além do Horizonte

A Globo apresentou na terça-feira (15) “Além do Horizonte”, que vai substituir “Sangue Bom” no horário das sete. Autores, diretor e elenco receberam jornalistas para falar sobre a novela, mas o que ninguém conseguiu explicar foi justamente do que se trata a história. A resposta de todos era “da busca pela felicidade”. Mas todas as novelas não tratam disso?

O que importa é que tanto os autores Marcos Bernstein e Carlos Gregório, quanto o diretor Ricardo Waddington parecem saber o que estão fazendo. “É um projeto bem abusado”, admitiu Waddington, que submeteu atrizes e atores a dezenas de testes antes de agraciá-los com um personagem.

fiukPara se ter uma ideia, um dos protagonistas, o estreante Vinicius Tardio (que estava tão nervoso na apresentação e não parava de tremer), enfrentou dois meses incansáveis de testes antes de ser aprovado. E Fiuk, que chegou a ser testado para o papel de Thiago Rodrigues, foi reprovado por Waddington.

“Não por incapacidade dele, mas por perfil.  Teve ótimo desempenho, mas não tinha a ver com o personagem”, explicou o diretor.

Atuação do elenco é promessa de qualidade e a proposta de imagens cinematográficas também deve surpreender. Só resta esperar para ver se a busca pela felicidade vai agradar.

Leia também:

Thiago Rodrigues diz: “Ibope não é minha função”

Marcello Novaes repete papel de vilão na TV

 

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 11 de maio de 2013 Novidade | 07:57

“The Voice Brasil” acolhe rejeitado nos EUA e recusa colega de Carlinhos Brown

Compartilhe: Twitter

samalves

Dois casos chamaram atenção no segundo episódio do “The Voice Brasil” na noite de quinta-feira (10): a aceitação unânime de Sam Alves e a não aceitação de Juju Gomes.

Sam participou da versão americana no início deste ano e não passou. Lá, os jurados eram Shakira, Usher, Adam Levine, e Blake Shelton. Mas no Brasil a história foi outra. Interpretando “When I Was Your Man”, de Bruno Mars, ele arrasou e conquistou a atenção de todos. Sua apresentação foi realmente impecável e mal dava para saber se era ele ou Mars quem estava cantando. No final, ele disse seguir o coração e foi para o time de Claudia Leitte.

O caso de Juju Gomes foi o contrário. Nenhum dos quatro técnicos virou a cadeira para ela. O detalhe é que Juju é backing vocal profissional e já cantou com Ivete Sangalo, Marisa Monte, Nando Reis e….. Carlinhos Brown. Claudia Leitte foi incoerente, disse: “Eu não virei porque a sua voz é linda”. Ué, não é justamente para vozes lindas que eles precisam virar?jujugomes

Juju cantou “Ideologia”, de Cazuza, e mandou bem. É claro que a gente tem que acreditar que eles não sabem quem está no palco, seria muito feio ela ter sido rejeitada apenas para não levantar suspeitas de uma suposta proteção por parte de Brown. Mas ao aceitar uma participante que já trabalhou com um dos jurados, a Globo assume um risco. E se só Carlinhos Brown tivesse virado?

Você gostou do segundo episódio? Já tem algum participante preferido? Comente

Leia também: “The Voice” volta impecável, mas participantes não empolgam

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 10 de maio de 2013 Novidade | 14:36

Sandy vira apresentadora e requebra com Marcos Mion

Compartilhe: Twitter

sandy-316Sandy apresenta o “Legendários” do próximo sábado (12), que entra no ar mais cedo, às 22h15. Ela comanda boa parte da atração e participa de praticamente todos os quadros.

Além de perder o microfone, Marcos Mion paga uma aposta que perdeu para a cantora.

Vestido de Sandy, ele dá uma de Rodrigo Faro e canta e dança no palco. Ao lado dele, Sandy requebra junto.

À vontade na Record, Sandy pode encarar sua participação como um teste para ser uma das apresentadoras do “Domingo da Gente”, projeto da emissora que deve ter uma pessoa diferente no comando a cada domingo.

A estreia, que ainda não tem data definida, será apresentada por Adriane Galisteu.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última