Publicidade

Arquivo da Categoria Homenagem

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 Crítica, Homenagem | 09:43

Aos 82 anos, Silvio Santos usa ideias antigas para seguir inovando na TV brasileira

Compartilhe: Twitter

Silvio Santos celebra 82 anos netsa quarta-feira (12)

Nesta quarta-feira (12), Silvio Santos completa 82 anos. Por toda a sua história, torna-se absolutamente desnecessário dizer o óbvio: que ele é o maior comunicador deste país. Para provar por mais A + B essa afirmação no entanto, basta olhar o barulho recente causado por uma de suas ideias. Usando de um conceito aparentemente batido, o apresentador criou um fenômeno mundial coma pegadinha da menina fantasma num elevador. Não há nada de novo no conceito de câmera escondida, mas ao retratar uma garotinha dando susto em adultos medrosos, Silvio fez com que sua emissora se tornasse mundialmente conhecida e alcançasse cerca de 20 milhões de visualizações na internet.

Veja as 10 melhores pérolas de Silvio Santos em vídeo

Quando começou no rádio e na TV, não havia a rede mundial de computadores, mas o apresentador soube como se fazer perceber por todo o país. Não virou ídolo à toa. Hoje, enquanto alguns medalhões lutam contra a aposentadoria compulsiva, Silvio segue registrando expressivos índices de audiência, sem dar sinais de cansaço. E mais: antenado com os novos tempos, resolveu ousar mais. Não raro, suas piadas chamam atenção por fugir do politicamente correto tão falado nos últimos tempos.

Leia 10 coisas que você não sabe sobre Silvio Santos

Se ha algo que Silvio Santos pode ensinar é como recorrer a elementos do passado para melhorar o tempo presente e o futuro. O SBT ter recuperado a vice-liderança é prova disso. Goste-se ou não, a guinada ocorreu apoiada em antigos sucessos, que, diga-se de passagem, foram apostas do dono da emissora nos anos 80 e 90 – “Carrossel” e Bozo, são exemplo claros. Além disso, não foram poucas as lições de como superar crises – financeiras e de audiência.

No que depender de seu público fiel, mais 82 anos de Silvio Santos serão bem vindos.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: ,

terça-feira, 2 de outubro de 2012 Bastidores, Homenagem | 12:05

Saiba como seria o retorno de Hebe Camargo ao SBT

Compartilhe: Twitter

Hebe e Silvio Santos: reencontro no ar com direito a malas e música

Ainda abatido com a morte de Hebe Camargo, Ronnie Von revelou nos bastidores do programa “Mulheres”, da TV Gazeta, como seria o retorno da apresentadora ao SBT. “Pouca gente sabe, mas já estava tudo definido. Ela surgiria com malas no ‘Programa Silvio Santos’ e cantaria ‘Eu voltei para ficar, porque aqui é o meu lugar'”, revela o cantor, que já havia acertado participação na abertura do próximo Teleton ao lado da loira. “Se ela melhorasse, estaríamos juntos por mais um ano no começo da maratona.”

O SBT segue preparando homenagens à primeira-dama da TV. Roberto Cabrini tem colhido depoimentos e curiosidades sobre a vida de Hebe para um “Conexão Repórter” especial, que deve ir ao ar ainda esta semana. Já a equipe do Teleton dedicará o programa à sua madrinha. Não faltarão tributos para a apresentadora.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 29 de setembro de 2012 Bastidores, Homenagem | 18:11

Minha tarde com Hebe Camargo

Compartilhe: Twitter

Hebe Camargo e este colunista, em 2009: uma tarde de entrevista/ Fotos: Fernando Dantas

Jornalistas não costumam ficar nervosos perto de ídolos. Tentam, pelo menos, disfarçar sempre que chegam perto deles. Há pouco mais de três anos, não consegui seguir essa regra. Depois de semanas tentando uma entrevista, finalmente ficaria frente à frente com Hebe Camargo. Na época, escreveria uma matéria de capa para a revista de domingo do “Diário de S. Paulo”, onde trabalhava, sobre os 80 anos da primeira-dama da TV. Cheguei com antecedência, sentei-me num dos sofás de sua casa e fiquei esperando. Hebe estava se arrumando no andar de cima. Obviamente, ansioso, me peguei com vontade de fazer xixi e um questionamento persistente: “pega mal usar o lavabo da casa da Hebe?”. Bobagem superada, a empregada me encaminhou até lá. A vontade de urinar quase passou ao me deparar com vários ovos Fabergé, com ouro e brilhantes, dispostos sobre a pia. É, não precisaria me beliscar mais. Aquela opulência me garantia: definitivamente estava na casa de Hebe.

O nervosismo se justificava: desde criança, sempre assisti ao programa da loira. Lembro do dia em que se vestiu de drag queen com Nany People, que recebeu a primeira turma da “Casa dos Artistas”. Chorei junto quando ela homenageou a amiga Nair Bello, que havia falecido há pouco. Estava a poucos minutos de ficar de cara com meu ídolo. Voltei a sentar no sofá. Sobre ele, uma almofada com os dizeres: “Existe um mundo melhor, mas é caríssimo!”. Ri sozinho e relaxei. Olhei pra cima e ela descia as escadas, elegante e séria.

A almofada, presente de Bya Barros para Hebe

Durou pouco o momento sisudo. Minutos depois parecíamos amigos de infância. Quis saber da minha vida, com quem era casado, que filmes meu parceiro havia feito. Perguntou como funcionava o gravador digital. Nem eu sabia direito. Acima de tudo, ficou surpresa ao perceber que eu lembrava de todas as datas icônicas de sua vida. Por exemplo: seu primeiro casamento coincidiu com o ano do golpe militar, em 1964. Disse que eu sabia mais da vida dela que ela mesma. Fiquei envaidecido.

Durante parte da entrevista, Hebe fez questão de me mostrar sua casa. Dividida em três pavimentos, um deles para reunir os amigos, com direito a sala de jogos e TV gigante. Andou de braços dados comigo por todo o espaço e começou a dividir preocupações. Naquele dia ainda iria à UTI veterinária para visitar Chamboca, uma de sua galinhas, que havia sido mordida por um dos cachorros da casa. Contou que comprou a casa ao lado da sua para que a vizinha parasse de mandar a polícia bater em sua porta por causa dos barulhos das festas madrugada a dentro. Mostrou-me uma faixa do CD que lançaria na época, ecoando por toda a casa. E disse: “Às vezes me pego brincando sozinha aqui na piscina. Se alguém visse de fora ia achar que me sinto uma adolescente”. E era mesmo.

A entrevista num dos muitos pontos da casa da apresentadora

Hebe não se furtou a responder nada. Falou, inclusive, sobre a morte. “Não tenho medo de morrer. Tenho é peninha, porque é tudo tão bonito!”, brincou ela, que lembrou que costumava morrer de rir em velórios quando estava na companhia de Nair Bello. E garantiu que liberou todo mundo para fazer o mesmo no dela. Depois, lembrou uma frase que a amiga Fernanda Montenegro lhe contou: “O que dói é ver que falta pouco”. Para o Brasil, nesse momento, dói muito, Hebe.

O selinho foi dado duas vezes para garantir a foto

Depois de posar para fotos, a apresentadora me chamou. Quis fazer uma foto comigo e com a almofada com os dizeres engraçados. Por fim, puxou-me e deu-me o selinho que eu morria de vontade – mas não tinha coragem – de pedir. Exigi que desse outro para o fotógrafo garantir o clique. E fui embora feliz da vida. Impossível esquecer esse dia. Impossível esquecer de Hebe. Para mim, você vai estar sempre viva.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 Homenagem, Humor, Novidade | 20:03

Canal Viva exibirá 'TV Pirata' com quadro em homenagem a Wando

Compartilhe: Twitter

Diogo Vilela encarnou Wando nos anos 80

O Canal Viva preparou uma homenagem a Wando. Para relembrar o cantor, que faleceu na última quarta-feira (8), foi programada uma edição especial do “TV Pirata” com um quadro que faz referência ao artista, chamado um “Um Peixe Chamado Wando”, no qual Diogo Vilela canta sucessos como “Fogo e Paixão”. A atração vai ao ar neste sábado, à meia-noite.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 8 de setembro de 2011 Homenagem | 23:08

Morre Marcos Plonka, o intérprete de Samuel Blaustein, das escolinhas do Gugu e do Professor Raimundo

Compartilhe: Twitter

Marcos Plonka, como Samuel Blaustein

O mundo do humor está de luto. Morreu na noite desta quinta-feira (8) Marcos Plonka, mais conhecido por interpretar o personagem Samuel Blaustein, que já passou por atrações como “Escolinha do Professor Raimundo”, na Globo, e atualmente integrava o elenco do quadro “Escolinha do Gugu”, na Record. Seu bordão “fazemos qualquer negócio” o tornou nacionalmente conhecido.

Marcos tinha 71 anos e foi vítima de um infarto fulminante quando se preparava para jantar. Ainda não há informações sobre o funeral.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 Homenagem | 08:46

Canal Brasil promove homenagem a John Herbert com exibição de alguns de seus filmes

Compartilhe: Twitter

John Herbert: homenagem mais que merecida

O Canal Brasil resolveu levar ao ar uma mais que merecida homenagem a John Herbert. Até o próximo sábado (5), sua programação exibirá alguns dos filmes no qual o ator, que morreu no último dia 26, aos 81 anos. A “Mostra Especial John Herbert” apresentará seis longas-metragens, sendo duas produções tendo Herbert como diretor, além de um programa sobre sua carreira, “Retratos Brasileiros”, exibido em 2002 no canal.

Até quinta-feira os filmes serão exibidos a partir de 0h30. Na sexta não haverá transmissão. A programação é a seguinte:

Terça-feira (01/02) – “O Gosto do Pecado” (1980)

Quarta-feira (02/02) – “Ariella” (1980)

Quinta-feira (03/02) – “A Santa Donzela” (1978)

Já no sábado, haverá uma pequena maratona, a partir das 14h30:

14h30 – “Retratos Brasileiros: John Herbert” (2002)

15h – “Alegria de Viver” (1958)

16h45 – “Cléo e Daniel” (1970)

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 12 de dezembro de 2010 Homenagem | 13:15

10 coisas que você não sabe sobre Silvio Santos

Compartilhe: Twitter

Silvio Santos faz 80 anos neste domingo

No dia em que Silvio Santos completa 80 anos muito bem vividos, a coluna faz uma modesta homenagem ao apresentador e lista fatos bem pouco conhecidos da vida do dono do SBT.

1 – Antes de mais nada: não, Silvio Santos não é careca. A famosa capa da revista Melodias não passou de uma brincadeira. Da mesma maneira, ele não usa peruca, como insinuou a sapeca Maísa.

2 – Obcecado com a saúde desde que teve problema nas cordas vocais, o apresentador vai ao urologista a cada quatro meses para fazer exames de próstata.

3 – O Baú da Felicidade não foi ideia dele. Quem criou a pequena mina de ouro foi Manoel da Nóbrega, pai de Carlos Alberto de Nóbrega, que vendeu o negócio a Silvio por preço de banana.

4 – Numa seleção para trabalhar na rádio Guanabara, no Rio de Janeiro, venceu mais de 400 candidatos, entre eles o humorista Chico Anysio.

5 – Vai, religiosamente, duas vezes por semana ao salão do amigo Jassa, na Avenida Brigadeiro Faria Lima. O cabeleireiro é tão próximo de Silvio, aliás, que foi ele quem intermediou a contratação de Raul Gil.

6 – Quando vai passar um tempo em sua casa na Flórida, nos Estados Unidos, não deixa de ir um único dia ao supermercado. Adora não ser reconhecido e poder fazer compras.

7 – Vai regularmente ao cinema. Para não causar tumulto, entra pelos fundos e sai antes de o filme terminar.

8 – Fou o único dono de emissora a tirar o canal do ar por quase 24 horas em sinal de luto pela perda de um amigo, o apresentador Flávio Cavalcante.

9 – Em 2000, viu a emissora ficar fora do ar durante dois dias, das 20h30 às 21h por conta de uma liminar conseguida pela Globo contra a “Casa dos Artistas”, acusada de plágio do “BBB”. O programa viria a marcar a maior audiência da história do SBT em sua final: 53 pontos.

10 – Pretendia se aposentar no próximo ano, mas a crise do Banco Panamericano impediu seus planos.

Autor: Tags: , , , ,