Publicidade

Arquivo da Categoria Jornalismo

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012 Crítica, Jornalismo | 03:36

Record erra ao tentar redimir Guilherme de Pádua, assassino confesso, em rede nacional

Compartilhe: Twitter

Guilherme de Pádua: entrevista na Record

Liberdade de imprensa é princípio fundamental para que seja feito bom jornalismo. Mas é preciso fazer uso bem arrazoado dela. Levada ao ar sem grande alarde, a entrevista com Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniela Perez, no “Domingo Espetacular” traz em si um questionamento inevitável acerca da utilização deste recurso. Durante cerca de 42 minutos, o que se viu no ar foi uma tentativa de – pondo numa analogia simples – transformar bandido em mocinho.

O ex-ator e atual missionário evangélico deu sua versão para um crime já esclarecido e fez insinuações passados vinte anos sobre o caso. Afirmando não querer sofrer um processo, Pádua diz que algumas pessoas não querem ter “a intimidade” exposta. Chama atenção, no entanto, que ele tenha feito isso trazendo de volta à lembrança dos brasileiros um homicídio terrível como este. Dando uma versão que contradizia o julgamento, o entrevistado tentou reconstituir o crime pondo-se na posição de um coitado. Queixou-se de que sofreu muito e levou “até cuspida na cara”. Afirmou que já cumpriu tudo o que deveria à Justiça. Esqueceu-se apenas de uma coisa: o passado não se apaga. A dor de Gloria Perez não diminuirá. Daniela Perez não vai voltar.

O que se viu no “Domingo Espetacular” foi uma maneira absolutamente equivocada de lembrar um acontecimento que chocou um país. A dor de uma mãe e do marido na época, o suposto sofrimento de um filho de dois condenados à prisão – hoje com 19 anos -, todas essas facetas foram ignoradas. Raul Gazolla e Gloria Perez não foram ouvidos. Apenas a outra ré no processo, Paula Thomás, foi procurada – à revelia, diga-se. Pareceu tudo uma grande tentativa de tentar redimir um assassino confesso. Soou como uma jogada barata por audiência, da qual Ratinho, que tentou há dois anos usar do mesmo expediente, deve arrepender-se até hoje. Para pedir perdão ninguém precisa aparecer em rede nacional. Sensacionalismo desnecessário.

A Justiça já falou. Não há mais nada para ser esclarecido. Tudo o que Guilherme de Pádua poderia dizer à imprensa foi dito antes de seu julgamento. Tudo o que a Justiça teve de ouvir, já ouviu. Há que se respeitar a dor de Gloria Perez. Ela, sim, tem muito a dizer sobre crimes bárbaros e deve servir de exemplo a quem sofreu dores parecidas.

ATUALIZAÇÃO: Segundo dados do Ibope, a entrevista com o ex-ator deixou a Record na liderança por 24 minutos consecutivos. Durante o tempo em que a conversa foi exibida, o “Domingo Espetacular” marcou 16 pontos, com pico de 17. Na média geral, obteve 12 pontos de média. Mas a que preço?

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 Bastidores, Jornalismo | 17:53

Record atacará diretor do 'TV Xuxa' no 'Domingo Espetacular' por causa de polêmica com 'Pica Pau'

Compartilhe: Twitter

Mário Meirelles (à direita), com Roberto Talma e Xuxa: alvo de ataque

A Record pretende estender a polêmica em torno de um comentário feito pelo diretor do “TV Xuxa”. No último sábado (24), Mário Mereilles chamou os espectadores de “Pica Pau” de “retardados”. Assustado com a repercussão negativa do caso, apressou-se em pedir desculpas. O canal que exibe o desenho animado, no entanto, não pretende deixar a controvérsia morrer.

A emissora já anuncia o incidente como uma das principais matérias do “Domingo Espetacular” desta semana. Batizada de “a polêmica do Pica Pau” a reportagem pretende descobrir “qual o motivo” do ataque à animação.

Procurada, a Record confirma que a reportagem irá ao ar neste domingo (2) e afirma que o jornalístico vai procurar ouvir a opinião dos fãs do desenho.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 Crítica, Jornalismo | 19:13

Datena negocia com bandido ao vivo, na Band, e desperta questionamento sobre o papel da mídia policial

Compartilhe: Twitter

Reprodução da reprise do momento em Datena negocia com sequestrador, ao vivo

Em 2008, num dos fatídicos dias do sequestro da estudante Eloá, José Luiz Datena veio a público, por meio de seu programa, condenar Sonia Abrão, que, para surpresa geral, entrevistou Lindenberg Farias direto do cativeiro. Para ele, a colega estava erradíssima: “Repórteres e apresentadores se meteram a negociadores da polícia e não negociadores coisa alguma. Não têm o direito de se intrometer numa negociação policial. Sempre tive essa moça na mais alta conta, mas ele diz que ando criticando colegas. Quem eu critico, merece ser criticado. E critico quem faz besteira. (…) Depois de uma entrevista ele não quis se entregar mais. Isso é uma insanidade”, afirmou, na época.

A vida, no entanto, age de maneira misteriosa e por vezes irônica. Na tarde desta quarta-feira (28), Datena se viu fazendo exatamente o mesmo que Sônia Abrão: negociando com um bandido. Por cerca de 20 minutos, o âncora do “Brasil Urgente” conversou ao vivo por telefone com um homem que mantinha a mãe e a mulher como reféns, sob mira de uma faca. Segundo o próprio apresentador, tudo foi feito a pedido da polícia, por pedido do sequestrador, chamado Joel, declarou ser fã do jornalista. “Percebi que era um cara de bem”, disse, no ar. “Posso colocar minha carreira em risco por causa disso”.

Transcorrida a conversa, a negociação foi encerrada com a garantia de Datena de que acompanharia o caso pessoalmente. Da mesma maneira, o apresentador disse que gostaria de dar um abraço em Joel depois que tudo acabasse. Logo em seguida, deixou o estúdio, afirmando estar “esgotado”, e foi substituído por Márcio Campos.

Neste caso específico, o final do caso foi bem-sucedido, ao contrário do passado em 2008. Há que se questionar, no entanto, se o papel da mídia é negociar com bandidos. Afinal, um caso como este pode abrir precedentes e, perigosamente, transformar sequestradores em atração de programas policiais. Não se pode negar, ao conversar com o homem em desespero no ar, Datena se colocou na linha de tiro das críticas. Não vai faltar quem o acuse de fazê-lo por audiência. Querendo ou não tudo transcorreu ao vivo, aos olhos dos espectadores. Pouco depois, o caso foi reprisado no próprio programa – havia necessidade?. Que este não seja o começo de um novo e condenável hábito na TV brasileira.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 22 de novembro de 2012 Briga pela audiência, Jornalismo | 11:45

Cobertura do julgamento do ex-goleiro Bruno rende a audiência mais alta do ano aos jornalísticos da Record

Compartilhe: Twitter

O ex-goleiro Bruno, no julgamento - Foto: Eugenio Moraes/Hoje em Dia/Futura Press

Não é por acaso que algumas emissoras estão cobrindo à exaustão o julgamento do ex-goleiro Bruno e seus comparsas. A Record, aliás, é que mais tem se beneficiado do noticiário. Dedicando boa parte de seu tempo ao caso na última quarta-feira (21), o “Cidade Alerta” e o “Jornal da Record” atingiram suas audiências mais altas do ano, na casa dos dois dígitos – índice que a emissora não vê há algum tempo.

Leia a cobertura completa do caso Bruno

O policial comandado por Marcelo Rezende registrou média de 12 pontos, a maior desde a re-estreia. Com isso, empatou com “Malhação”. Já o telejornal de Ana Paula Padrão marcou 10 pontos. A ordem no canal é explorar o assunto até o esgotamento. Exatamente por isso atrações como o “Hoje em Dia” tem se dedicado ao julgamento. O “Programa da Tarde” também entrará no mesmo movimento, em busca de audiência.

Na Globo, o fenômeno não se repetiu no “Jornal Nacional”, que registrou apenas 24 pontos. O “Jornal da Globo”, no entanto, apresentou crescimento. Se antes costuma marcar 11 pontos, na última quarta ficou com 14.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 18 de outubro de 2012 Bastidores, Jornalismo | 13:03

Alfândega embarga equipamento do escritório brasileiro da CNN

Compartilhe: Twitter

Por essa a CNN não esperava. A rede de notícias americana pretende há um bom tempo abrir um escritório no Brasil, mas agora sofre com o atraso em sua inauguração. Tudo porque a Alfândega embargou os equipamentos que foram enviados ao Brasil. Como o processo de liberação é lento, restou à emissora se virar como pôde. Por enquanto, a correspondente Shasta Darlington tem trabalhado num esquema, digamos, de improviso.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: ,

terça-feira, 16 de outubro de 2012 Em cena, Jornalismo | 13:55

GloboNews exibe erro de português na legenda de um de seus telejornais

Compartilhe: Twitter

Erro de português na legenda da Globonews

Erros de português na legenda não são exclusividade de programas de entretenimento como o “Pânico na Band”, que esta semana escreveu a palavra “assessor” de maneira incorreta por duas vezes. Na manhã da última segunda-feira (15), a GloboNews também cometeu deslize em seu gerador de caracteres esquecendo a letra “S” na palavra “crescimento”. A falta de atenção anda reinando no mundo das legendas da TV.

A imagem foi clicada por @_nelsoncezar. Obrigado pela dica!

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 26 de setembro de 2012 Bastidores, Jornalismo | 12:52

Record cancela debate com candidatos a prefeito de São Paulo

Compartilhe: Twitter

A Record acaba de enviar às redações um comunicado cancelando o debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo. Previsto para ocorrer na próxima segunda-feira (1), o evento foi tirado da programação por personalidades como José Serra e Celso Russomano não poderem comparecer.

Leia a íntegra do comunicado abaixo:

“A Rede Record informa que o debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo, previsto para ser realizado no próximo dia 1º de Outubro, está cancelado.

Durante todo o processo de negociação do encontro entre os candidatos, os responsáveis pela campanha de José Serra não responderam aos convites para a negociação de regras e acordos do debate. Os convites foram feitos de acordo com a legislação eleitoral e protocolados na sede do partido do candidato, na coordenação de Campanha e na Justiça.

O candidato Celso Russomano também não poderá comparecer ao debate porque, de acordo com a coordenação da campanha, na mesma data, por previsão médica, deve nascer o seu filho.

O debate previsto para acontecer com os oito candidatos, sem a participação de dois entre os três mais bem posicionados nas pesquisas eleitorais, ficaria prejudicado em sua dinâmica e não cumpriria seu papel de informar o eleitor e discutir ideias para a cidade de maneira ampla e democrática.

Desta forma, a Record decidiu não realizar o debate no primeiro turno da eleição em São Paulo.

O Grupo Record informa, ainda, que realizou duas sabatinas com os todos os candidatos à Prefeitura e um debate com os candidatos à vice-prefeito, com transmissão pela Record News e pelo Portal R7, sempre com a ausência de José Serra e de seu vice após insistentes convites feitos aos representantes do seu partido, conforme documentos protocolados. O vice de Russomano também não esteve no debate por razões médicas.

A Rede Record, que já havia reservado o horário em sua programação e definido investimentos técnicos e cenográficos, lamenta a impossibilidade de participação de todos os candidatos. E reafirma o desejo de realizar o encontro em caso de segundo turno nas eleições paulistanas.”

Veja a cobertura de eleições do iG

E siga-me no Twitter

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 Bastidores, Jornalismo | 13:42

Silvia Faria é a nova diretora de jornalismo da TV Globo

Compartilhe: Twitter

Completaram-se as mudanças no organograma da Globo. Depois de Carlos Henrique Schroder ser promovido a diretor-geral no lugar de Octávio Florisbal, que assume vaga no conselho administrativo, e Ali Kamel ser alçado à direção-geral de jornalismo e esportes, a emissora definiu mais uma troca.

A partir de janeiro do ano que vem, Silvia Faria assume a direção de jornalismo. Até então, ela vinha trabalhando de Brasília, onde estava lotada na função de diretora-executiva de jornalismo. Cabia a ela fazer a supervisão editorial dos jonais de rede (“Jornal Nacional”, “Jornal Hoje”, “Jornal da Globo” e “Bom Dia Brasil”), além dos noticiários locais de Brasília, Belo Horizonte e Recife e de programas como “Globo Repórter”, “Profissão Repórter” e “Globo Mar”.

Além das mudanças na direção da TV Globo, foi definida também a ampliação da Área Comercial. Willy Haas acumulará a Direção de Negócios e de Comercialização da TV Globo, com o propósito de apoiar o desenvolvimento do modelo publicitário atual.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 21 de agosto de 2012 Briga pela audiência, Jornalismo | 16:28

Audiência do 'SBT Brasil' cresce 27% em seis meses e atração bate o 'Jornal da Record'

Compartilhe: Twitter

Joseval Peixoto e Rachel Sheherazade, os âncoras do "SBT Brasil"

O SBT parece ter finalmente encontrado um caminho para o seu jornalismo. Depois de passar por uma crise no ano passado, o departamento vive um bom momento, agora sob o comando de Marcelo Parada, ex-Band. De acordo com os dados de audiência dos últimos meses, o carro-chefe, “SBT Brasil”, passou a ser o telejornal mais visto do país fora da Globo no horário noturno.

Em confrontos recentes, o programa tem vencido o “Jornal da Record” por 6 a 5 e mostrado bom crescimento. De de 1º de janeiro a 13 de junho, por exemplo, a atração comandada por Rachel Sheherazade e Joseval Peixoto cresceu mais de 27% em ibope na Grande São Paulo, passando de 4,4 pontos em janeiro para 5,7 pontos.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 16 de agosto de 2012 Em cena, Jornalismo | 00:41

Saia Justa: Entrevistado pela Record, advogado do ex-goleiro Bruno agradece à Globo, ao vivo. Assista

Compartilhe: Twitter

Marcelo Rezende e o repórter Carlos Viana, da Record, passaram por uma saia justa, ao vivo, no “Cidade Alerta” desta quarta-feira (15). Enquanto entrevistavam Rui Pimenta, advogado do ex-goleiro Bruno, por meio de um link, os jornalistas tiveram de ouvir um elogio à cobertura das Olimpíadas.

O convidado encerrou a conversa da seguinte maneira: “Bruno será solto e com certeza, a primeira entrevista dele será feita no seu problem…programa. Após a libertação dele, em homenagem a esse talento administrativo da Rede Globo, a quem eu congratulo em nome de todos brasileiros”. O advogado só esqueceu que estava ao vivo na Rede Record, e não na concorrente. Assista no vídeo abaixo:

É a segunda vez que a record cita a Globo sem querer. Na abertura das Olimpíadas, Ana Paula Padrão confundiu o título dos telejornais e lembrou da antiga emissora.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. Última