Publicidade

quinta-feira, 22 de agosto de 2013 Bastidores | 13:44

Roberto Justus perde programa na TV a cabo para Cazé Peçanha

Compartilhe: Twitter
Roberto Justus: novo talk show estreia na segunda-feira, meia-noite

Roberto Justus se dedicará apenas aos programas da Record este ano

O atraso nas gravações de “O Aprendiz” acabou por reverberar em outras áreas da carreira de Roberto Justus. Prestes a fechar contrato com o Nat Geo para apresentar um programa sobre pessoas superdotadas, o publicitário teve de abandonar o projeto para se dedicar ao reality show.

Para seu lugar, o canal a cabo escalou Cazé Peçanha, que comandará também uma faixa noturna chamada “Noites Mentais”. O game show com superdotados, aliás, já tem títulos. Se chamará “Os Incríveis – O Grande Desafio”.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

Bastidores, Reality show | 10:00

Record encontra dificuldades para fechar elenco de nova temporada de ‘O Aprendiz’

Compartilhe: Twitter
Roberto Justus

Roberto Justus ligou pessoalmente para convidar ex-participantes

Inicialmente previstas para começar no fim de julho, as gravações da nova temporada de “O Aprendiz” só serão iniciadas em 1 de setembro, como antecipado pela coluna. O motivo do atraso, no entanto, vem à tona agora. A Record encontrou dificuldades para escalar o time de ex-participantes que voltaria ao programa. Tudo porque a maior parte já conseguiu boas colocações no mercado de trabalho. Houve também queixa quanto ao cachê que receberiam.

Para conseguir convencer alguns nomes, Roberto Justus ligou pessoalmente reforçando o convite. A coluna apurou que, do time já escalado pela emissora, dois executivos participaram do reality show quando sob comando de João Doria Jr. foram confirmados.

A Record trabalha com o dia 24 de setembro e 1 de outubro para a estreia da nova temporada de “O Aprendiz”.

Atualização: A emissora procurou a coluna para afirmar que o casting do reality show já foi inteiramente fechado.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

Crítica | 01:33

Em novo horário e sem censura, ‘Casos de Família’ comprova: é o melhor pior programa da TV brasileira

Compartilhe: Twitter
Christina Rocha

Christina Rocha, apresentadora do “Casos de Família”

Depois de perder as tardes do SBT para virar semanal no horário nobre, o “Casos de Família” estreou apostando no que faz de melhor: barraco. Com o cenário incrementado e dançarinos, o programa comandado por Christina Rocha seguiu apostando no confronto entre anônimos, que, claro, batem boca no palco. Desta vez, no entanto, houve espaço também para pequenos jogos. Depois de ouvir a história de algumas mulheres que desconfiam da infidelidade dos maridos, a apresentadora chamou os rapazes para apalpar seios e bumbuns de modelos. O objetivo? Descobrir que parte era silicone e qual era natural. Todos as modelos estavam atrás de uma parede com buracos, o que resultou em surpresa. Um dos derrières, por exemplo, pertencia a um garoto.

Convidados ilustres como o Homem Picanha e Sabrina Boing Boing tratavam de esquentar o assunto. Ao ver um dos maridos afirmar que é heterossexual convicto, o “modelo frigorífico” afirmou: “Ele é GDT: Gosta de Tudo”. Como resposta, ouviu que deveria sentar na farinha para fazer um teste de objetivo impublicável. No palco, os casais discutiam. Em dado momento, um sapato foi atirado no palco. Tudo, obviamente, para não se chegar a nenhuma conclusão arrazoada ou de solução prática. Este, aliás, é o menor dos problemas.

“Casos de Família” é dessas atrações que quem assiste normalmente não conta. É o que os americanos costumam chamar de “guilty pleasure”, aquele prazer que as pessoas têm dificuldade de admitir. No entanto, basta alguém ter coragem de admitir para que vários tenham opinião formada sobre – contra ou a favor. Christina Rocha, por sua vez, está longe de ser uma apresentadora imparcial. Sabe colocar fogo na hora certa. De tão trash, o programa ganha ares de cult. Há quem o assista com olhares críticos ou até mesmo antropológicos. Não importa a razão: “Casos de Família” pode ser eleito facilmente o melhor pior programa da TV brasileira.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 Bastidores, Reality show | 14:37

Reality show da Record com gordinhos já tem mais de 6 mil inscritos

Compartilhe: Twitter

Uma das novidades que o “Programa da Tarde” pretende estrear no fim do próximo mês, o reality “Além do Peso” já chama atenção pelo número de adesões. Dias depois de abertas as inscrições no site do programa, a produção já recebeu fichas de mais de 6 mil candidatos.

Como a coluna adiantou, o quadro é a adaptação de um formato criado pela Endemol e lembra o “Medida Certa”, do “Fantástico”. A ideia é submeter os participantes a exercícios e a um processo de readequação alimentar e ver quem consegue ficar em melhor forma. Serão selecionados oito concorrentes.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

Bastidores | 08:51

Nova gestão da TV Cultura desfaz grade anunciada no começo do ano, tira programas do ar e aumenta número de reprises

Compartilhe: Twitter
O game show "Quem Sabe Sabe" foi a primeira vítimas das mudanças na TV Cultura

O game “Quem Sabe Sabe” foi a primeira vítimas das mudanças na TV Cultura

Os primeiros efeitos da gestão de Marcos Mendonça, eleito presidente da TV Cultura em junho deste ano, já começam a ser sentidos. Nas próximas semanas, programas sairão do ar e surgirão reprises. Outras atrações serão remanejadas para horários alternativos.

As primeira vítimas foram a versão legendada da “Mostra Internacional de Cinema” e o game show “Quem Sabe, Sabe”, que havia sido anunciado como grande novidade da programação 2013. Ele deixa a grade para, em tese, voltar remodelado e com novos apresentadores. Já a sessão de filmes está surpensa, sem definição de novo lugar grade.

O jornalismo também sofreu baixas. Como a coluna anunciou, Maria Cristina Poli preferiu não renovar com a emissora e deixou a bancada do “Jornal da Cultura”. Além disso, Mário Sérgio Conti teve o fim do compromisso antecipado e foi substituído por Augusto Nunes no comando do “Roda Viva”. No final do próximo mês, um novo jornalístico estreará ao meio-dia.

Entre as mudanças que serão sentidas em breve estão o remanejamento do seriado “Mad Men”, uma das maiores audiências do canal, das noites de quarta-feira para as madrugadas de sábado. No lugar da série entrará o “Sr. Brasil”, de Rolando Boldrin, que deixa as manhãs de domingo.

A partir de setembro, programas cultuados como “No Mundo da Lua” e recém-engavetados como “Entrelinhas” voltarão à programação por meio de reprises. A ordem é só colocar novos projetos no ar com garantia de patrocínio. Do contrário, o plano é segurar toda e qualquer novidade.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

Crítica, Reality show | 00:39

‘A Fazenda’: Record mais uma vez peca pela falta de transparência ao esconder do público porcentagens da roça

Compartilhe: Twitter
Bárbara Evans ganhou a imunidade, mas ninguém sabe com qual porcentagem

Bárbara Evans ganhou a imunidade, mas ninguém sabe com qual porcentagem

Já se falou neste espaço que, na tentativa de criar mistério para os espectadores, a direção de “A Fazenda” peca pela falta de transparência. Prova disso é que ninguém sabe com antecedência o conteúdo da arca que é semanalmente aberta durante as votações. Da mesma maneira, quando uma eliminação foi cancelada há algumas semanas, o público percebeu que assistiu a um festival desnecessário de indicações na noite anterior sem o mínimo aviso. Desta vez, no último sábado (17), a produção do reality show decidiu avisar de antemão ao público que esta semana nenhum participante deixaria o programa. Todo o esforço para tornar mais clara a dinâmica da atração, no entanto, foi por água abaixo na roça disputada entre Bárbara, Denise e Yani nesta terça-feira (20).

Como se sabe, as três disputavam uma imunidade. As duas menos votadas terão de ficar no celeiro até o fim de semana. Bárbara saiu vencedora, mas os espectadores não souberam sua porcentagem. Numa tentativa de esconder prováveis favoritismos, a direção optou por esconder a quantidade de votos que cada peoa recebeu. Pegou mal. O público tem o direito de saber o desempenho de cada participante. Ele precisa ver seu voto representado. Existe, inclusive, uma empresa de auditoria contratada para garantir os resultados. Mas como confiar num resultado que não pode ser visto? Difícil.

Num reality show, a graça está em ver os participantes serem surpreendidos. O espectador não só gosta como precisa saber de tudo o que vai acontecer antes. É quase como se ele brincasse de Deus, decidindo o futuro dos confinados. Ao fazer o jogo ser tomado por mistério, a Record peca pela falta de clareza. Há que se ter transparência. Da mesma maneira, necessita-se de melhor planejamento. Se o fato de Denise e Yani irem para o celeiro deveria ser tratado como segredo, certamente ele já caiu por terra, uma vez que Bárbara ouviu as colegas comemorando. Esta é uma das melhores edições já realizadas de “A Fazenda”, mas falta aparar algumas arestas. Certos detalhes e cuidados são fundamentais.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 20 de agosto de 2013 Bastidores | 14:09

No ar em ‘A Liga’, da Band, Cazé Peçanha assina com o Nat Geo para atração na TV paga

Compartilhe: Twitter
Cazé Peçanha

Cazé Peçanha comandará uma faixa de programas sobre o cérebro

Um dos apresentadores do ótimo “A Liga”, da Band, Cazé Peçanha em breve terá uma atração também na TV a cabo. Ele assinou contrato com o Nat Geo para comandar o “Noites Mentais” a partir de setembro. Trata-se de uma série de programas que exibirão documentários e jogos sobre o cérebro. A ideia é mostrar que nem tudo o que parece é e também a maneira como o órgão funciona e percebe tudo ao seu redor.

Cazé, aliás, não é o único artista da TV aberta a firmar compromisso com uma emissora fechada. Como a coluna adiantou, o próprio NatGeo dará a Roberto Justus um programa sobre pessoas superdotadas. Já Adriane Galisteu deve comandar um talk show sobre o universo masculino na Fox.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

Bastidores, Novela | 09:04

Globo contrata Lucas Malvacini, o Anjinho de ‘Amor à Vida’

Compartilhe: Twitter
Lucas Malvacini

Lucas Malvacini deve ficar até o fim da novela das nove

Inicialmente escalado para uma participação especial nos primeiros capítulos de “Amor à Vida”, Lucas Malvacini assinou contrato com a Globo. O compromisso foi firmado na semana passada e tem duração até janeiro, quando a novela chega ao fim. Até então, o ator recebia por cada capítulo gravado. Agora, entra para o elenco fixo da trama. Ou seja, Félix (Mateus Solano) já pode comemorar: teremos Anjinho, personagem do belo, até o final da novela.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

Bastidores | 03:12

Adriane Galisteu terá talk show sobre homens na Fox

Compartilhe: Twitter
Galisteu

Adriane Galisteu abodará o universo masculino

Sem contrato com nenhuma emissora na TV aberta e à espera da exibição do reality show “Quem Quer Casar Com Meu Filho?” na Band, Adriane Galisteu resolveu mirar nos canais fechados. A loira está em avançadas negociações com a Fox para comandar um talk show chamado “O Que Os Homens Sabem”. A ideia é que a apresentadora converse com personalidades sobre o universo masculino.

Esta não é a primeira empreitada de Galisteu na TV a cabo. No primeiro semestre ela comandou o policial “Paixões Perigosas”, no Discovery. A estratégia da apresentadora é ficar fora dos canais abertos até que o reality da Band seja exibido. Dessa maneira, não haverá conflito de imagem em duas emissoras ao mesmo tempo. A Band, aliás, planeja desengavetar a atração em janeiro, para exibir no lugar do “Mulheres Ricas”.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 Crítica | 14:42

SBT comemora 32 anos com bons índices de audiência, mas esquece que é possível mirar o futuro sem esquecer o passado

Compartilhe: Twitter
A logomarca do SBT

A logomarca do SBT

Nesta segunda-feira o SBT completa 32 anos de existência. Para seus executivos, o momento é de tranquilidade, uma vez que sucessos como “Carrossel” e “Chiquititas” seguem enchendo os cofres da empresa e garantindo bons índices de audiência. Do ponto de vista de um espectador mais crítico, no entanto, o canal parece ter entrado numa maré de comodismo e basta fazer uma simples análise de sua grade de programação para constatar isso.

Enquanto a faixa da manhã segue apoiada no combo desenho animado + apresentadores mirins atendendo ligações, a tarde da emissora está absolutamente imersa em enlatados. De 12h45 às 19h45 só há reprises de novelas mexicanas e seriados americanos. São sete horas sem conteúdo nacional. Único programa feito no Complexo do Anhanguera que ia ao ar neste período, o “Casos de Família” deixou de ser diário para se tornar semanal e noturno. Não que aqui caiba algum tipo de defesa do patriotismo ou algo que o valha, o que tanto espaço de tempo dedicado a produtos que vêm de fora denota dois fatores: a falta investimento em determinados espaços e um discreto enxugamento de custos.

Leia também: SBT exibirá “Sou Tua Dona”, novela mexicana inédita

Último grande acerto do canal, os folhetins infantis já provaram que, além de ser uma mina de ouro de merchandising, conseguem atrair um público fiel. Esta faixa, portanto, está mais que estabelecida. Há que se tentar inovar em outra frente. Ratinho, Raul Gil, Celso Portioli, Eliana e Silvio Santos já estão consolidados em seus horários, mas a maior parte está concentrada nos finais de semana. Da mesma maneira, comandam projetos com os quais os espectadores estão mais do que acostumados e dificilmente mudam de fórmula. A impressão é uma só: por vezes, o SBT parece aquele familiar que, ainda que passe você algum tempo sem ver, sabe exatamente como ele está. É confortável a sensação de segurança, mas estagnação incomoda.

Há para este ano dois novos produtos prestes a ganhar a grade da emissora: “Famoso Quem”, reality que terá Thammy Gretchen na equipe, e “Patrulha Salvadora”, série derivada de “Carrossel”. Ainda assim, ambos estão apoiados em fórmulas já vistas. Um lembra um pouco o finado “Astros”, outro é a continuação de uma novela que terminou há cerca de um mês. Há alguns anos, havia vocação para inovação no canal: o “Disney Cruj” marcou época entre as crianças; “TV Animal” combinava didatismo e irreverência; o antigo “Show de Calouros” – hoje ultrapassado – conferiu frescor ao que Flávio Cavalcanti já fazia; novelas como “Os Ossos do Barão” e “Éramos Seis” marcaram história.

É preciso ressaltar, entretanto, que os enlatados conseguem obter bons resultados de audiência para a empresa e são baratos. Justifica-se seu uso, mas não se explica a falta de renovação na grade do SBT. Não se pode esquecer o passado, mas é preciso olhar para a frente. Que venham mais 32 anos – e algumas esperadas mudanças.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última