Publicidade

Posts com a Tag avenida brasil

quarta-feira, 19 de outubro de 2016 Novela, Vem Aí | 18:00

Oi oi oi! Globo lança “Avenida Brasil” em DVD

Compartilhe: Twitter

Fãs de “Avenida Brasil” podem comemorar! Globo decidiu lançar o DVD da novela em novembro. Saiba tudo e relembre o embate entre Nina e Carminha.

 

Carminha e Nina estão de volta!

Carminha e Nina estão de volta!

“Avenida Brasil”, a última novela das 21h a parar o Brasil em seu último capítulo, em 2012, finalmente será lançada em DVD. Os fãs de Nina (Débora Falabella) e Carminha (Adriana Esteves) poderão rever a versão compactada com 37 horas de conteúdo em 12 discos.

Leia mais »

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 20 de maio de 2013 Briga pela audiência, Crítica, Novela | 23:06

'Amor À Vida' estreia com mesma audiência que 'Salve Jorge', vilão carismático e edição vertiginosa

Compartilhe: Twitter

Paola Oliveira na cena do parto de Paloma, em "Amor À Vida"

Passada toda a repercussão negativa causada por “Salve Jorge”, a Globo parece ter encontrado uma novela das oito capaz de fazer o público esquecer um pouco Carminha e companhia, de “Avenida Brasil”, que viraram base de comparação durante toda a trama de Gloria Perez. A julgar pelo capítulo de estreia, “Amor À Vida”, de Walcyr Carrasco, tem grandes chances de prender o público ao pisar fundo no drama, mas sem esquecer que, em dias atuais, em que tudo ocorre em questão de segundos, ninguém tem paciência para ser enrolado por dias até que histórias se resolvam.

Com edição ultra rápida, o novo folhetim mostrou narrativa quase vertiginosa. Num único capítulo, a mocinha Paloma (Paolla Oliveira) se apaixonou, foi para a cama com um rapaz, fugiu, engravidou, viu o namorado ser preso, libertado, rompeu a relação, pariu e teve a filha roubada pelo irmão malvado. Félix, inclusive, já pode ser apontado como grande destaque da trama. Interpretado com afetações sutis por Mateus Solano, o vilão já deu que será dessas figuras que os espectadores adoram odiar, assim como foi com Carminha. Aliás, ainda que com histórias distintas, é impossível não traçar um paralelo entre “Amor À Vida” e “Avenida Brasil” no que diz respeito à sua grande reviravolta. Numa, Max (Marcello Novaes) abandona a pequena Nina (Mel Maia) num lixão. Na outra, Félix deixa a bebê da irmã numa caçamba de detritos. O paralelo, no entanto, deve parar por aí, já que, ao invés de catar despojos, Paula (Klara Castanho) será adotada por um bom rapaz, Bruno (Malvino Salvador).

Normalmente criticado pelo excesso de didatismo nos textos de seus folhetins anteriores, Walcyr Carrasco parece ter se contido nesse sentido e criou personagens carismáticos. Susana Vieira é uma delas e deve matar as saudades de quem amou vê-la na pele de vilãs como Branca Letícia de Barros Motta, de “Por Amor”. Nos quesitos técnicos, a novela também foi muito bem. Wolf Maya e Mauro Mendonça Filho, além de captarem belas imagens do Peru, exibiram fotografia interessante – apesar do exagero no chroma key em alguns momentos – e muito capricho na composição das externas em São Paulo. Há que se apontar um fator negativo: a música de abertura não é das mais bonitas.

É cedo para afirmar que “Amor À Vida” vai levantar os índices que “Salve Jorge” derrubou e não repetirá erros já vistos. Mas há muito potencial para que se saia bem. Resta saber como a novela ficará ao chegar nos dias atuais, quando personagens esperados como Valdirene (Tatá Werneck) e Nicole (Marina Ruy Barbosa) entrarão no folhetim. No quesito audiência, a trama marcou 35 pontos, de acordo com dados prévios do Ibope, mesma marca de sua antecessora. O pico foi de 37 pontos.

Confira as audiências dos primeiros capítulos das últimas novelas das nove:

“Amor À Vida” – 35 pontos

“Salve Jorge” – 35 pontos

“Avenida Brasil” – 37 pontos

“Fina Estampa” – 41 pontos

“Insensato Coração” – 37 pontos

“Passione” – 37 pontos

“Viver a Vida” – 42 pontos

“Caminho das Índias” – 39 pontos

“A Favorita” – 35 pontos

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de maio de 2013 Briga pela audiência, Novela | 13:28

Reprise de 'Avenida Brasil' faz 'Video Show' voltar à casa dos dois dígitos de audiência

Compartilhe: Twitter

Adriana Esteves e Débora Falabella numa cena de "Avenida Brasil"

A aposta de reprisar “Avenida Brasil” no “Video Show” parece ter dado certo. De acordo com dados consolidados do Ibope, o programa de variedades voltou a ocupar a casa de dois dígitos, com média de 10 pontos, na última segunda-feira (13). No mesmo dia da semana passada, a atração obteve 9 pontos. Em todos os outros dias da semana, a produção ficou na marca dos 8 pontos. Houve aumento de 2 pontos, portanto.

O anúncio da reprise da trama de João Emmanuel Carneiro causou espanto, já que atualmente a Globo exibe a última semana de “Salve Jorge”. Quando a atual novela das nove estreou, houve ordens na Globo para que a repercussão da antecessora fosse esfriada, de modo a permitir que o folhetim de Gloria Perez decolasse.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 7 de maio de 2013 Novela | 13:54

“Avenida Brasil” é indicada ao Emmy Internacional

Compartilhe: Twitter

Avenida Brasil

“Avenida Brasil” foi indicada ao Emmy Internacional 2013 na categoria Melhor Novela. Ela concorre com “Lado a Lado”, também da Globo, com Windeck (Angola) e 30 Vies (Canadá).

“Lado a Lado” foi apaixonante e eu nunca assisti a essas produções do Canadá e de Angola, mas é muito difícil tirar o troféu da trama de Carminha.

O Brasil ainda aparece em mais quatro categorias:

Melhor Ator – Marcos Palmeira (“Mandrake” – série da HBO)

Melhor Atriz – Fernanda Montenegro (“Doce de Mãe” – especial da Globo)

Melhor Comédia – “Como Aproveitar o Fim do Mundo” (Globo)

Melhor Drama – “O Brado Retumbante” (Globo)

A cerimônia de entrega dos prêmios será em 25 de novembro, em Nova York.

Autor: Tags: ,

domingo, 3 de março de 2013 Briga pela audiência | 21:50

Prêmio 'Melhores do Ano' faz 'Domingão do Faustão' registrar sua maior audiência em 2013

Compartilhe: Twitter

Faustão com Adriana Esteves, vencedora na categoria melhor atriz

Com a presença ilustre de Roberto Carlos e a consagração de “Avenida Brasil”, a entrega do prêmio “Melhores do Ano” aumentou consideravelmente a audiência do “Domingão do Faustão”. De acordo com dados prévios do Ibope, a atração registrou média de 20 pontos, com pico de 26. Foi a maior audiência do programa em 2013. Até então, os números de Fausto Silva giravam entre 13 e 15 pontos. O maior índice havia sido de 16, no dia 27 de janeiro.

No mesmo horário, SBT e Record empataram na vice-liderança, com 7 pontos cada.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 22 de novembro de 2012 Crítica, Novela | 08:00

'Salve Jorge' acerta na protagonista feminina, mas erra ao tornar mocinho um bobo

Compartilhe: Twitter

Morena (Nanda Costa) e Theo (Rodrigo Lombardi): ele não é o cara

Antes mesmo de estrear, houve quem questionasse o fato de a Globo apostar em Nanda Costa como protagonista de “Salve Jorge”, como se o fato de ela ter poucas novelas no currículo servisse de avaliação para seu talento. Com experiência no cinema, a atriz ganhou prêmios por trabalhos fortes como “Sonhos de Roubados”, de Sandra Werneck, e “Febre do Rato”, de Claudio Assis. Mesmo após a estreia, houve quem torcesse o nariz, reparando em detalhes como figurino, cabelo ou sotaque. Para o azar desses, passados cerca de 30 capítulos da trama, há que se afirmar: Nanda foi uma escolha acertada.

Ela confere a Morena um vigor e espontaneidade interessantes e emula o espírito dos subúrbios cariocas. Impulsiva, não deixa de se envolver em confusões e não rejeita a pecha de barraqueira. Apesar de ter sido mãe jovem, tenta sustentar o filho e ajudar a mãe com dignidade, uma realidade com a qual muitas meninas podem se identificar. Passa longe do conceito clássico das mocinhas das novelas de antigamente ao mesmo tempo em que se afasta de personagens emblemáticas – mas frias e calculistas – como Nina, de “Avenida Brasil”. Normalmente, as protagonistas valentonas estão em comédias, por isso podem causar certo estranhamento os modos de Morena. Ainda assim, não há que se culpar a atriz pelo fato de a audiência da trama não ter deslanchado ainda.

É normal que o público demore a se acostumar com novelas que sucedem grandes hits, como foi o caso do folhetim de João Emanuel Carneiro. Na história recente, novelas como “A Favorita” também demoraram a engrenar em seus primeiros meses, mas terminaram como grandes sucessos. No caso de “Salve Jorge”, no entanto, um questionamento há de ser feito: não seria o caso de o interesse romântico de Morena ser tão complexo quanto ela? Vivido por Rodrigo Lombardi, Theo é um poço de candura. É gentil com todos, não confronta os rivais de maneira intensa, se deixa manipular por Érica (Flávia Alessandra) e não percebe que a mãe (Suzana Faini) maltrata sua noiva. E pior: com cerca de 30 anos, o militar ainda não saiu da casa materna e ainda obrigou a namorada a viver lá. Não há defeito ou intensidade em Theo. E a perfeição é tediosa. Se o problema está na gênese do personagem ou na interpretação do ator é outro caso, mas vale lembrar que em “Caminho das Índias” Lombardi seduzia com um olhar, uma mexida de pescoço. Theo não tem o carisma que Raj esbanjava. Ao contrário do que diz a canção de Roberto Carlos, ele não é o cara.

Em tempo: nos bastidores da novela, a expectativa é para que os números de audiência subam a partir do momento em que Morena for traficada para a Turquia, no próximo dia 4 de dezembro. Dessa maneira, a trama principal da novela ganharia mais espaço. Até agora, as cenas do Complexo do Alemão são bem mais interessantes que as ambientadas no exterior. O tempo dirá.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 14 de novembro de 2012 Briga pela audiência, Novela | 02:44

'Salve Jorge' registra maior audiência desde a estreia no Rio de Janeiro

Compartilhe: Twitter

Jéssica (Carolina Dieckmann), uma das garotas traficadas em "Salve Jorge"

Gloria Perez tem motivos para comemorar. Esta semana os números de “Salve Jorge” começaram a melhorar. De acordo com dados prévios do Ibope, na última terça-feira (13), no Rio de Janeiro, a trama das nove registrou 38 pontos de média com pico de 42, maior audiência da trama desde a estreia. Em São Paulo, foram 33 pontos. Na segunda (12), o folhetim já havia marcado 35 pontos. Até a semana passada os índices da novela de Gloria Perez vinham oscilando e registraram menos que a antecessora, “Avenida Brasil”, no mesmo período.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 12 de novembro de 2012 Briga pela audiência, Novela | 14:19

Passados 18 capítulos, 'Salve Jorge' registra cinco pontos a menos que 'Avenida Brasil' no mesmo período

Compartilhe: Twitter

Nanda Costa e Rodrigo Lombardi, os protagonistas de "Salve Jorge"

Passados exatos 18 capítulos, “Salve Jorge” ainda não conseguiu emplacar em audiência. Na semana passada, a trama escrita por Gloria Perez alcançou sua menor média. Entre segunda (5) e sábado (10), o folhetim marcou 29,6 pontos, índice abaixo dos 40 pontos pretendidos no horário. No mesma terceira semana, sua antecessora, “Avenida Brasil”, havia registrado 36,6 pontos, ou seja: sete pontos a mais.

No acumulado desde a estreia, “Salve Jorge” está cinco pontos abaixo de sua antecessora. Entre o primeiro e o 18° episódio, a novela marcou 30,7 pontos, contra 35 pontos da história de Carminha (Adriana Esteves) e companhia.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 22 de outubro de 2012 Briga pela audiência, Crítica, Novela | 22:55

'Salve Jorge' tem audiência de estreia menor que 'Avenida Brasil', mas dá mostras de que pode empolgar o público

Compartilhe: Twitter

Nanda Costa e Rodrigo Lombardi, os protagonistas de "Salve Jorge"

Com um pé na Turquia e outro no Brasil, “Salve Jorge” começou focando na pacificação do Complexo do Alemão. Lá, para onde foi enviado o agente da cavalaria Theo (Rodrigo Lombardi), vive Morena (Nanda Costa) e é neste cenário que o casal de mocinhos descobrirá o amor. Antes, porém, a trama fez questão de mostrar como se deu o processo de pacificação da favela, com instalação das UPPs. O que poderia ser uma superprodução, no entanto, evidenciou uma fotografia clássica em excesso. Se a antecessora, “Avenida Brasil” usava e abusava do recurso de câmera na mão e de planos fechados, desta vez o que se viu foi um excesso de planos fixos e imagens tratadas na pós-produção, usadas em telejornais. Perdeu-se ali a chance de mostrar o conflito de forma mais complexa. Tudo pareceu rápido e rasteiro, mas não ofuscou a história que Gloria Perez vai contar. A primeira cena, no entanto, que mostra a protagonista sendo leiloada no exterior, dá mostras de que fortes cenas estão por vir.

A julgar pelo primeiro capítulo, a nova trama das nove empolga mais em seu lado conterrâneo que estrangeiro. É inevitável não traçar comparações com histórias como “O Clone” e “Caminho das Índias” ao ver figuras como Antônio Calloni desfilando expressões típicas e, claro, falando português claramente mesmo tendo nascido em outro país. Pelo lado de cá, Morena foge do modelo convencional de mocinha sonhadora e investe no barraco sem medo. Suburbana, lembra figuras como Lucinha (Betty Faria/Carolina Ferraz), de “Pecado Capital”, de Janete Clair, folhetim que, por acaso foi reescrito por Gloria Perez em 1998. A escalação de Nanda Costa para o papel principal, aliás, pode ser considerado desde já um grande acerto. É carismática e intuitiva, embora possa assustar à primeira vista com o jeito “marrento” de sua personagem.

Levando em consideração um único capítulo como base, “Salve Jorge” parece ser um folhetim clássico no melhor do que ele representa. Núcleos familiares, humor bem dosado, cenas sem grande ousadia técnica, mas que funcionam. Dá mostras de que a novela deve pegar, como ocorreu com as últimas produções assinadas por Gloria Perez, que, se for esperta, deve explorar mais o universo do tráfico, especialmente apostando em personagens que flertam com o crime como Lurdinha (Bruna Marquezine), periguete que promete fazer barulho.

No quesito audiência, a novela ficou abaixo dos índices de estreia de “Avenida Brasil”, que havia registrado 37 pontos com 40 em seu lançamento. De acordo com dados prévios do Ibope, “Salve Jorge” marcou média de 35 pontos com pico de 40. Último trabalho de Gloria Perez no horário, “Caminho das Índias” teve 39 pontos. Compare com os números dos primeiros capítulos das últimas novelas das nove da Globo:

“Salve Jorge” – 35 pontos

“Avenida Brasil” – 37 pontos

“Fina Estampa” – 41 pontos

“Insensato Coração” – 37 pontos

“Passione” – 37 pontos

“Viver a Vida” – 42 pontos

“Caminho das Índias” – 39 pontos

“A Favorita” – 35 pontos

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

Bastidores, Novela | 06:00

Saiba quais atores de 'Avenida Brasil' já foram chamados para novos trabalhos na Globo

Compartilhe: Twitter

Nem bem “Avenida Brasil” chegou ao fim e seus atores já foram disputados para novas produções na Globo. Pelo menos 19 atores da última novela das nove já foram reservados para minissérie e novelas da emissora. De todos os que trabalharam na trama, apenas Adriana Esteves, Murilo Benício, Cauã Reymond e Débora Falabella devem ficar fora do ar por um bom tempo, para descansar a imagem. A coluna conta agora em quais projetos estarão os artistas.

“O Canto da Sereia”

Baseada no livro homônimo escrito por Nelson Motta, a minissérie deve ir ao ar em janeiro e contará com nomes como Gabriel Braga Nunes, Marcos Palmeira, Fernanda Montenegro, Zezé Motta, Margareth Menezes e Fábio Lago no elenco. A direção de José Luiz Villamarim.

Ísis Valverde: cantora de axé

Isis Valverde – A intérprete da espevitada Suelen agora dará vida a uma cantora de axé que será misteriosamente assassinada justamente quando está no auge da fama.

Camila Morgado fará personagem dramática

Camila Morgado – Desta vez a personagem da atriz não terá de dividir o marido com ninguém e não será cômica. A atriz viaja nos próximos dias para Salvador, onde ocorrerão as gravações.

Eliane Giardini e Marcus Caruso já têm dois trabalhos engatilhados

Eliane Giardini e Marcus Caruso – A dupla, que arrasou como Muricy e Leleco, também estará na minissérie, mas além dela, já engatilhou outro trabalho. Os dois foram reservados por Amora Mautner para a novela das seis “O Pequeno Buda” (mais detalhes abaixo). Na minissérie, Caruso dará vida a um governador.

“O Pequeno Buda”

Prevista para estrear em setembro, depois de “O Caribe É Aqui”, no horário das seis, a novela escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid terá direção de Amora Mautner. Exatamente por isso, muitos dos atores de “Avenida Brasil” estarão na trama, que contará também com Bruno Gagliasso, Carmo Dalla Vecchia, Luiza Valdetaro, Luiz Fernando Guimarães.

João Fernandes: reservado com antecedência

João Fernandes – O Picolé da novela das nove terá férias até o meio do ano que vem, quando começarão as gravações da novela. Na trama, ele será um garoto que tem um segredo inesperado.

Mel Maia: protagonista da trama

Mel Maia – A atriz mirim, que se destacou como a pequena Rita, vai ser uma das protagonistas da história. É nela que o espírito do Buda reencarnará.

Fabiula Nascimento e Heloísa Perrissé: juntas de novo

Fabiula Nascimento e Heloísa Perrissé – As amigas voltarão a contracenar na novela das seis. Na trama, Fabiula será uma dançarina de cabaré.

Claudia Missura e Cacau Protásio: dupla já ganhou novo trabalho

Claudia Missura e Cacau Protásio – As duas empregadas da mansão de Tufão (Murilo Benício) fizeram tanto sucesso que já foram reservadas por Amora Mautner para o elenco da trama das seis.

Nathalia Dill: um dos papéis principais da trama

Natália Dill – A atriz deve ficar com um dos principais papéis da novela das seis. Ou será a vilã da trama ou viverá uma vedete.

Paula Burlamarqui: mais uma novela dirigida por Amora Mautner

Paula Burlamarqui – A atriz deixou Soninha Catatau para trás e agora atuará numa trama esotérica.

“O Caribe é Aqui”

Pelo menos seis atores do elenco da última novela das nove foram escalados para a trama de Walther Negrão que substituirá “Lado a Lado” no horário das seis. Além deles, estarão em “O Caribe É Aqui” Grazi Massafera, Henri Castelli, Bete Mendes, Ângela Vieira, Igor Cotrim, Raphael Vianna, César Trancoso, Dudu Azevedo, Patrícia Naves e Sérgio Mamberti. Previsão de estreia para março.

José Loreto e Débora Nascimento: par romântico novamente

José Loreto e Débora Nascimento – Casal na vida real, os atores repetirão a parceria romântica na ficção. Os dois darão vida a moradores da Vila dos Ventos, lugar fictício no litoral do Rio Grande do Norte. Os dois iniciarão aulas de prosódia nas próximas semanas para aprender o sotaque.

SAIBA COMO SERÁ A HISTÓRIA DE “O CARIBE É AQUI”

Juca de Oliveira: personagem será bonzinho dessa vez

Juca de Oliveira – O grande vilão de “Avenida Brasil” vai voltar para o lado bem. Na história de Walther Negrão ele será pai da mocinha da história, Ester (Grazi Massafera). Seu personagem será um judeu casado com Lindaura (Ângela Vieira) e lembrará do passado como piloto na segunda guerra.

Bruno Gissoni e Thiago Martins: galãs com pouca roupa na praia

Bruno Gissoni e Thiago Martins – Os galãs do Divino Futebol Clube deverão desfilar com menos roupa na novela das seis. A Bruno deve caber o papel de um rapaz que terá de disputar com o melhor amigo, Floriano (Henri Castelli), o amor da protagonista, Ester (Grazi Massafera).

Ailton Graça: viagem para o Rio Grande do Norte em novembro

Ailton Graça – O intérprete de Silas, de “Avenida Brasil”, é mais dos que devem embarcar em novembro para a Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte, onde ocorrerão as filmagens de “O Caribe É Aqui”.

“Sangue Bom”

A substituta de “Guerra dos Sexos” será escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Terá gravações em Berlim e focará sua história no questionamento: é melhor ter ou ser? No elenco estarão Isabelle Drummond, Sophie Charlotte, Marco Pigossi, Fernanda Vasconcellos, Letícia Sabatella, Jayme Matarazzo, Marisa Orth, Deborah Evelyn, Ingrid Guimarães, Herson Capri, Malu Mader, Bruno Garcia, Giulia Gam, Regiane Alves, Yoná Magalhães, Daniel Dantas, Louise Cardoso Marco Ricca, Mayana Neiva, Felipe Camargo, Humberto Carrão e Edwin Luisi. Estreia em abril.

Letícia Isnard: na próxima novela das sete

Letícia Isnard – A intérprete da irmã de Tufão por enquanto é a única de “Avenida Brasil” a ser escalada para a próxima trama das sete. A coluna só espera que ela tenha aposentado o tatibitate do “bebezão” para todo o sempre e que a boa atriz ganhe uma personagem mais madura.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. Última