Publicidade

Posts com a Tag comédia mtv

sábado, 9 de abril de 2016 Humor | 16:00

“A MTV influenciou o Tá no Ar, Zorra e Porta dos Fundos”, diz Paulinho Serra

Compartilhe: Twitter
Paulinho Serra (Foto: Paulo Belote/Globo)

Humorista analisa influências da MTV no que está sendo produzido (Fotos: Paulo Belote/Globo)

Paulinho Serra falou à coluna sobre o atual momento do humor na TV e internet. No ar em duas atrações que estrearam na última quinta-feira (7) – a segunda temporada de “Chapa Quente”, na Globo, e o programa “A Pergunta que não quer calar”, no Multishow – o humorista analisa que sua antiga emissora, a MTV, é responsável pela renovação da estética de fazer rir.

Humorista analisa influências da MTV no que está sendo produzido

Paulinho Serra

“A MTV influenciou muito o ‘Tá no Ar’, o ‘Zorra’ e o (canal de internet) Porta dos Fundos. O ‘Comédia MTV’ (2010/2012), modéstia à parte, foi o precursor de um monte de coisa que está acontecendo aí. Essa linguagem de ser cínico e fazer esquetes meio Monty Phyton (grupo de comédia britânico) só tinha sido utilizada no Brasil pelo ‘TV Pirata’ e ficou esquecida. O ‘Comédia MTV’ resgatou isso, e o que se vê hoje nesses programas já foi visto lá, é um lugar comum”.

O diferencial, diz ele, está na estrutura que faltava ao programa do canal que revelou outros nomes do humor atual, como Marcelo Adnet, Tatá Werneck e Bento Ribeiro. “Agora tudo isso é feito com dinheiro. Na Globo tem estúdio e 80 câmeras, na MTV tínhamos uma câmera e a luz do sol (risos)”.

Leia mais »

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 Bastidores, Crítica | 03:04

Fim do 'Comédia MTV' denuncia prenúncio de crise na emissora musical

Compartilhe: Twitter

O elenco do "Comédia MTV", que acabou na última quinta (13)

Nos últimos tempos, não foram poucas as vezes em que uma suposta venda da MTV aconteceria ou que o canal musical chegaria ao fim. Ao mesmo tempo, não faltou quem acusasse a emissora de fugir à sua proposta inicial, cada vez menos investido em videoclipes e abrindo espaço para game shows e humorísticos. Antes referência para os adolescentes, a MTV tentou atingir um público maior e mais variado. O esforço não se refletiu num aumento exponencial de audiência.

Na última quinta-feira (13), Marcelo Adnet, Dani Calabresa e Tatá Werneck anunciaram por meio de redes sociais o fim do “Comédia MTV”. Em outubro, a coluna já havia antecipado que a emissora pretendia acabar com o programa por considerá-lo caro e também pela possibilidade de perder humoristas para outras emissoras. Segundo noticiário recente, Marcelo Adnet e Dani Calabresa têm propostas da Globo e da Band – esta última especialmente interessada em ter a loira como repórter do “CQC”, depois de sua participação num especial da atração este ano.

O encerramento de um programas mais arrojados da empresa não é um fato isolado. Nas últimas semanas, a MTV resolveu não renovar o contrato de estrelas da casa como Marimoon e Jana Rosa sob justificativa de cortes de gastos e falta de projetos compatíveis. Há alguns meses, houve corte de funcionários para enxugamento da folha. Tudo indica que o canal passa por tempos de contenção.

Oficialmente, a MTV negou por meio de comunicado em agosto que estivesse sendo negociada. Da mesma maneira, o prenúncio do fim para ser uma especulação por demais apocalíptica. As agências já receberam o projeto publicitário do “Verão MTV”, que terá programas especiais com os VJs remanescentes. A temporada será aberta por um show de Gaby Amarantos, no Rio de Janeiro, neste sábado (15). Da mesma maneira, a emissora também enviou às agências uma proposta para a cobertura da Copa de 2014. Até lá, claro, muita água deve rolar.

O que se vê nos últimos tempos é que, além de mais “compacta”, a MTV precisa ser reinventada – de novo. Só assim vai parar de sofrer com cortes de receita e funcionários. Afinal, no final das contas, quem sofre é o espectador que não mais assistirá o “Comédia MTV” – ou outras atrações, como o “Furo”, caso seus apresentadores mais famosos deixem a emissora. Aliás, perder bons nomes, a priori, não parece ser a melhor saída para a crise.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 25 de outubro de 2012 Bastidores, Bomba, Humor | 10:34

'Comédia MTV' corre o risco de sair do ar em 2013

Compartilhe: Twitter

O elenco do "Comédia MTV": programa na berlinda

Começou a circular nos corredores da MTV – mais precisamente na produção do programa – o rumor de que o “Comédia” deve chegar ao fim esse ano. Segundo se conta, a atração estaria fora dos planos da emissora por ser considerada cara e também porque a emissora corre o risco de perder humoristas para outras emissoras.

A decisão oficial deve ser tomada na semana que vem, quando a direção do canal começará a tratar da renovação do contrato de alguns VJs e definirá a programação do ano que vem. Por enquanto, já está acertada mais uma edição do “Verão MTV”, que deve contar com a participação do elenco do comédia.

A coluna torce para que o rumor não se confirme. O programa é uma proposta ousada e bem realizada da emissora musical. Faria falta.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 18 de agosto de 2011 Bastidores | 09:32

MTV, Record e Rede TV!: três emissoras com ameaça de crise

Compartilhe: Twitter

"Comédia MTV": um dos programas cancelados pela emissora

O clima nos corredores da MTV não anda dos melhores. Depois do anúncio de cancelamento dos programas “Grampo” e “Mod”, a emissora resolveu encerrar as atividades também do “Comédia”. Parte da produção foi demitida. No lugar das atrações, serão exibidas reprises. Com essa mudança, VJs como Cazé Peçanha ficaram sem programa e com o futuro indefinido na emissora. Oficialmente, a emissora fala apenas em ajustes e reestruturação, mas quem é de dentro não espera tempos calmos por vir.

E não é apenas na MTV que a crise anda solta. Na Rede TV!, os salários de funcionários que recebem como pessoa jurídica voltaram a atrasar. No mês retrasado já havia acontecido o mesmo.

Na Record, os pagamentos seguem em dia, mas nada de hora extra. Todos estão terminantemente proibidos de estender o expediente. Em alguns setores, funcionários têm sido vigiados e chegam a ter a tela do computador fotografada por alguns “fiscais”. Tudo para ver o rendimento dos trabalhos. E mais: com a demissão de Ivanildo Lourenço, presidente do Instituto Ressoar, até mesmo alguns programas em produção podem sofrer baixas. Nos bastidores há quem ache que o reality show, “Amazônia”, apresentado por Victor Fasano, por exemplo, corre o risco de ser adiado. A conferir.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,