Publicidade

Posts com a Tag irene ravache

quinta-feira, 18 de abril de 2013 Novela | 06:00

'Guerra dos Sexos': Saiba como serão os principais finais dos personagens no último capítulo!

Compartilhe: Twitter

Charlô (Irene Ravache) e Otávio (Tony Ramos) ficarão juntos no fim

“Guerra dos Sexos” colocará o ponto final em sua história na semana que vem, mas a coluna já pode adiantar os principais finais da novela das sete de Silvio de Abreu. Acompanhe abaixo.

Roberta e Charlô  recuperam os diamantes – Depois de uma perseguição desenfreada, Charlô (Irene Ravache) e Roberta (Gloria pires) vão conseguir encurralar Veruska (Mayana Moura) quando a bandida estiver prestes a fugir de helicóptero com as joias. Roberta devolverá, então, toda a fortuna a Otávio (Tony Ramos).

Charlô ganha a aposta – Depois de admitir que Charlô e Roberta são competentes, Otávio assume também que sabotou a loja. Assim, Charlô é sagrada campeã da aposta e volta com tudo para a empresa.

Manoela enlouquece – Transtornada por não recuperar o amor de Fábio (Paulo Rocha), Manoela (Guilhermina Guinle) prende o ex-marido no estúdio fotográfico e ateia fogo em tudo. Apesar de conseguir escapar, Fábio logo terá mais um motivo para se preocupar. A vilã sequestrará Ciça (Jesuela Moro) e tentará matar Juliana (Mariana Ximenes). Depois, será internada num hospício.

Leia também: Após queixa do público, Globo reescreve finais de Gianecchini, Gloria Pires e Mariana Ximenes

Nando fica com Roberta – Contrariando todas as expectativas, Nando (Reynaldo Gianecchini) voltará para os braços de Roberta (Gloria Pires). O amor por Juliana chegará ao fim quando ele flagrar a namorada trocando um beijo com Fábio. O motorista se arrependerá de ter deixado a empresária e partirá em busca de seu amor e se transformará no modelo que dá face às campanhas da Positano.

Carolina será presa e vai virar feirante – Depois de ir parar na delegacia e ser oprimida pelas presas, Carolina (Bianca Bin) voltará para a vila. Lá, passará a vender canudinhos de coco na feira. Mas estará sempre à espreita para dar mais um golpe e melhorar de vida.

Analu (Raquel Bertani) e Zenon (Thiago Rodrigues) começarão a namorar

Felizes para sempre – Vários casais se acertarão na reta final. Caso de Frô (Mariana Amelini), que só vai se curar da alergia ao namorar Kiko (Johnny Massaro) e descobrir que contou com a ajuda de Lucilene (Thalita Lippi. Analú (Raquel Bertani) finalmente cederá aos encantos de Zenon (Thiago Rodrigues). O mesmo se aplica a Ronaldo (Jesus Luz) e Isadora (Antônia Moraes).

Nieta fica grávida – Superadas as preocupações com Carolina, a feirante começará a sentir enjoos. Logo, Dino (Fernando Eiras) descobrirá que a mulher está esperando um bebê. Ou melhor, dois: Nieta (Drica Moraes) ficará grávida de gêmeos!

Irene Ravache surge como prima portuguesa – Como a coluna havia adiantado, Irene Ravache surgirá em mais uma personagem, a portuguesa Altamiranda, no penúltimo capítulo. Assim como Charlô e Otávio, ela também viverá às turras com Dominguinhos. E mais: vai tentar, no último capítulo, reivindicar metade da herança.

Charlô e Otávio ficam juntos – Depois de muito jogo de gato e rato, os primos finalmente admitirão que se amam. Charlô ficará de coração mole depois de descobrir que o segredo do bigode de Otávio tem viés solidário. Junto com Nando, ele faz shows para crianças carentes. Os dois, então, se declaram e deixam o orgulho de lado. Isso não impedirá, claro, que sigam discordando por bobagens.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 28 de março de 2013 Novela | 10:17

'Guerra dos Sexos': Irene Ravache viverá mais uma personagem na novela, a portuguesa Altamiranda

Compartilhe: Twitter

Irene Ravache: sotaque português

Em breve, mais um integrante do elenco de “Guerra dos Sexos” vai começar a falar com sotaque de Portugal como Tony Ramos. Assim como na primeira versão da novela, uma prima muito parecida com Charlô entrará na história. E caberá a Irene Ravache, claro, encarnar a irreverente Altamiranda.

Assim como ocorreu com Dominguinhos (Tony), muitos dos personagens ficarão em dúvida se é ou não um golpe da empresária. E isso terá a ver com a revelação do paredeiro de seu primo, Otávio.

A participação da portuguesa, no entanto, não deve durar muito. Segundo Silvio de Abreu, Altamiranda só aparecerá no fim do penúltimo capítulo da novela das sete. E todo o último capítulo, que será exibido em 26 de abril, vai girar em torno das confusões que ela aprontará.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 7 de março de 2013 Novela | 06:00

'Guerra dos Sexos': Saiba como será o retorno de Tony Ramos à novela das sete

Compartilhe: Twitter

Tony Ramos vai aparecer sem o bigode nesta quinta (7)

Depois de um período afastado da trama, Tony Ramos voltará a “Guerra dos Sexos” no capítulo desta quinta-feira (7). E sem bigode. A mudança no visual se explica: o ator não voltará como Otávio, mas, sim, outro personagem, Domingos Plácido de Alencastro e Azevedo, popularmente chamado Dominguinhos, um primo muito parecido com o empresário que veio de Portugal.

As confusões, claro, serão muitas. Nos capítulos que vão ao ar até a próxima semana, não faltará quem o confunda com o dono da loja Charlô’s, caso de Lucilene (Thalita Lippi), Veruska (Mayana Neiva) e até mesmo o vigia da empresa. Quem ficará desconfiada é Charlô (Irene Ravache), que terá a certeza de que tudo não passa de mais uma armação de Otávio. Ela só sossegará quando Olivia (Marilu Bueno) confirmar que sabia da existência de Dominguinhos. Ainda assim, não ficará totalmente claro para o espectador se a existência desse primo é ou não uma farsa.

Na versão original, Dominguinhos era de fato um primo distante que vinha ao Brasil para reclamar parte da herança de família. E mais: uma versão portuguesa de Charlô, chamada Altamiranda, também dava as caras. Resta saber se Irene Ravache também ganhará um outro papel nas próximas semanas.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 1 de outubro de 2012 Briga pela audiência, Crítica, Novela | 20:35

'Guerra dos Sexos' estreia com menor audiência da história do horário das sete e conflito datado. Veja números

Compartilhe: Twitter

Irene Ravache e Tony Ramos: protagonistas apareceram pouco

Quando foi ao ar, nos anos 80, a primeira versão de “Guerra dos Sexos” fazia todo o sentido. Afinal, naqueles tempos as mulheres começavam a conquistar o mercado de trabalho, podiam se divorciar livremente e “Malu Mulher” já havia causado barulho na TV. Os homens tinham justificado seu medo ao vê-las galgando espaços. Hoje, com as belas mais liberadas do que nunca, a releitura da novela de Silvio de Abreu tem pela frente o desafio de fazer com que diferenças irreconciliáveis entre os gêneros sigam rendendo assunto.

De certa maneira, na novela este conflito soou mesmo datado. Com discurso feminista, Vânia Trabbuco (Luana Piovani) brada contra os homens da empresa e analisa o casamento alheio. O protagonista, Bimbinho (Tony Ramos) desdenha da capacidade feminina. Assim como Cumbuqueta (Irene Ravache) rejeita ser subestimada: “Depois dizem que somos o sexo frágil”, diz, pilotando um avião. Relevada a atualidade da questão, a novela diverte. Tem cenários suntuosos como o da loja Charlô’s e boa trilha sonora – embora algumas músicas não tenha a mais moderna das abordagens.

Chamou atenção no primeiro capítulo, no entanto, o fato de as grandes estrelas da história terem aparecido menos que outros personagens. Apesar da boa sequência da leitura do testamento, Tony Ramos e Irene Ravache foram ofuscados por personagens como Roberta (Gloria Pires) e Vittorio (Carlos Alberto Ricceli), que ganharam mais cenas. Luana Piovani também ganhou destaque especial. Desde já, pode-se apostar em figuras que podem roubar a cena, caso da falastrona Frô (Mariana Amellini), da secretária Lucilene (Thalita Lippi) e da carismática Nieta (Drica Moraes, arrasando já na primeira aparição). Nando, papel de Reynaldo Gianecchini, deve ganhar formas mais sólidas à medida que a história correr. Por enquanto, seu modo de agir lembra um pouco o Pascoal, de “Belíssima”, também de Silvio de Abreu. O autor, aliás, merece congratulações. Apesar de datada a questão central, seu texto é leve e gostoso.

No quesito audiência, o folhetim decepcionou. De acordo com dados prévios do Ibope, a trama marcou média de 27 pontos, com 49% de share. O número é menor que as antecessoras marcaram. A coluna fez um levantamento das novelas exibidas nos últimos 11 anos na faixa. Já durante os anos 90, todas ficaram acima dos 30 pontos. Os números devem fazer de “Guerra dos Sexos”, portanto, a estreia de menor audiência na faixa das sete. Compare:

ATUALIZAÇÃO: No consolidado, a estreia de “Guerra” fechou com 28 pontos.

Guerra dos Sexos – 28 pontos
Cheias de Charme – 35 pontos
Aquele Beijo – 34 pontos
Morde & Assopra – 32 pontos
Ti Ti Ti – 29 pontos
Tempos Modernos – 29 pontos
Caras & Bocas – 33 pontos
Três Irmãs – 33 pontos
Beleza Pura – 30 pontos
Sete Pecados – 36 pontos
Pé na Jaca – 40 pontos
Cobras & Lagartos – 35 pontos
Bang Bang – 35 pontos
A Lua Me Disse – 32 pontos
Começar de Novo – 40 pontos
Da Cor do Pecado – 41 pontos
Kubanacan – 41 pontos
O Beijo do Vampiro – 36 pontos
Desejos de Mulher – 29 pontos
As Filhas da Mãe – 36 pontos

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

Entrevista, Novela | 10:03

Silvio de Abreu, autor de 'Guerra dos Sexos': 'Vai ser difícil estrear depois de Cheias de Charme'

Compartilhe: Twitter

Silvio de Abreu, sobre Ibope: "Não tenho bola de cristal"

Depois da intensa “Passione”, exibida há dois anos às 21h, Silvio de Abreu volta ao horário das 19h com uma releitura de sua novela mais icônica. “Guerra dos Sexos” estreia nesta segunda-feira (1), na Globo, com o desafio de manter a audiência e repercussão de “Cheias de Charme” e de atualizar uma história entranhada no inconsciente coletivo de quem viveu os anos 80. O autor conversou com a coluna e fez uma revelação: a esperada cena do café da manhã em que os protagonistas fazem guerra de comida deve ir ao ar entre o nono e o décimo capítulo. Anote na agenda! Acompanhe a conversa a seguir.

IG: Como surgiu a ideia de refazer a novela?
SILVIO DE ABREU: Inicialmente, a Globo queria que a transformássemos num filme. Cheguei a rever ela inteira para isso, mas o projeto acabou não indo para a frente. Imediatamente achei que seria um bom momento para levá-la ao ar de novo. Nem lembrava de tudo o que escrevi, muita coisa só me veio quando assisti tudo de novo.

IG: Acha que a ideia de repetir a história funcionará nos tempos atuais?
SILVIO DE ABREU: Não se trata disso. O mundo, a maneira de falar, a maneira como homens e mulheres se relacionam, tudo mudou. Não é a mesma história. Eu reescrevi tudo, aproveitando as “gags” da história exibida em 1983. Os diálogos, por exemplo, foram todos refeitos, assim como poderei desenvolver alguns personagens. O Fábio (Paulo Rocha na versão atual, Herson Capri na anterior) na época não teve seu romance com a Juliana (Mariana Ximenes agora, Maitê Proença antes) porque a censura não deixou.

IG: Você chegou a dizer que não se tratava de um remake.
SILVIO DE ABREU: Não mesmo. É uma história nova. A novela começa com a morte dos Charlô (Fernanda Montenegro) e Bimbo (Paulo Autran) originais. Eles deixam tudo para os sobrinhos Charlô II (Irene Ravache) e Bimbo II (Tony Ramos), chamados também de Cumbuqueta e Bimbinho. Ou seja: não são os mesmos personagens. Os originais só aparecerão por meio de flashbacks. O único elo de ligação entre as histórias é Olívia (Marilu Bueno), que foi empregada das duas famílias e é interpretada pela mesma atriz.

IG: A novela contará com nomes como Jesus Luz; Antônia Moraes, filha de Gloria Pires; e também a ex-BBB Thalita Lippi, que já havia atuado em “Caminho das Índias”. Como chegou a eles?
SILVIO DE ABREU: Por meio de teste. Muita gente fala do Jesus Luz, mas é claro que eu não seria louco de colocá-lo na minha novela se ele não fosse bom. Ele fez teste com vários outros e foi aprovado. Resolvemos chamá-lo depois que o vimos no “Programa do Jô” dizendo que queria atuar. Ele será Ronaldo, papel que foi do Paulo César Grande, em 1983, e deve aparecer a partir do capítulo 30. E sabemos que o público vai ter curiosidade em vê-lo na novela. A Gloria só soube que a Antônia fez teste para a novela depois que já tinha acontecido. Ela entrará no capítulo 80. Assim como os outros, a Thalita também fez teste e se saiu muito bem. É talentosa.

IG: Uma história de briga entre homens e mulheres fará sucesso nos tempos de hoje?
SILVIO DE ABREU: Sei que estou correndo um risco grande ao mexer com um mito, que é como a primeira versão tem sido tratada. Para mim, audiência é indiferente, mas sei que hoje é muito mais difícil ficar na casa dos 30, 40 pontos, dependendo do horário. Além disso, estrear depois de “Cheias de Charme” é difícil, porque a novela é excelente, mas completamente diferente de “Guerra dos Sexos”, no sentido de que aborda um lado mais popular. Na nossa trama não tem favela, samba, capoeira. É tudo mais luxuoso, porque o principal cenário é a loja que os protagonistas disputam. Eles moram num castelo. Isso só aumenta a responsabilidade. Mas não tenho bola de cristal.

IG: Acha que esperam muitas cenas de comédia pastelão?
SILVIO DE ABREU: Engraçado, muita gente acha que a trama é feita disso, mas “Guerra dos Sexos” não é uma novela pastelão. Tanto que, ao longo de toda a história, só haverá três cenas do gênero. Uma no primeiro capítulo, quando Roberta (Gloria Pires) joga uma torta na cara do Felipe (Edson Celulari); a segunda entre o nono e o décimo capítulos, quando ocorre a sequência do café da manhã entre Charlô e Bimbo; e uma no último capítulo, que é segredo. Me inspiro muito num gênero chamado “screwball comedy”, muito usado em filmes antigamente.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 Bastidores, Novela | 09:00

Saiba quem é quem no remake de 'Guerra dos Sexos' e relembre que fez os personagens originais

Compartilhe: Twitter

Silvio de Abreu já trabalha firme nos capítulos do remake de “Guerra dos Sexos” que a Globo estreia no segundo semestre. O elenco está praticamente fechado, mas restam dúvidas. Não é possível afirmar ainda, por exemplo, se Gabriela Duarte substituirá Alinne Moraes no papel de Vânia Trabucco. Mas a coluna já levantou que personagens do original serão revividos por novos atores. Relembre os atores da versão original e veja quem dará novas vidas aos papéis:

Tony Ramos e Irene Ravache

Irene Ravache será Charlô de Alcântara Pereira Barreto, papel que foi de Fernanda Montenegro, e Tony Ramos será Otávio de Alcântara Rodrigues e Silva, que foi vivido por Paulo Autran

Paulo Autran e Fernanda Montenegro

Os dois primos, que tiveram um romance na juventude, declaram guerra um ao outro depois que herdam a loja Charlô’s. Na versão original, protagonizaram cenas antológicas, como a da guerra de comida.

_________________________________________________________

Edson Celulari

Edson Celulari será Felipe, papel que foi de Tarcisio Meira

Tarcisio Meira

Edson Celulari será Felipe, filho adotivo da protagonista Charlô, que se alia a Otávio numa guerra contra a mãe.

_________________________________________________________

Gloria Pires

Gloria Pires será Roberta Leone, papel que foi de Gloria Menezes

Gloria Menezes

Viúva, herdou do marido uma loja. Inimiga mortal de Felipe, se apaixonará por Nando, um rapaz mais jovem que trabalha como motorista. Ela disputará o amor do rapaz com a mocinha Juliana. Na versão original, saiu vencedora do confronto.

_________________________________________________________

Reynaldo Gianecchini e Mariana Ximenes

Reynaldo Gianecchini será Nando, papel que foi de Mario Gomes, e Mariana Ximenes viverá Juliana de Alcântara Pereira Barreto, papel que foi de Maitê Proença

Maitê Proença e Mario Gomes

Os atores voltarão a contracenar depois de “Passione”. Nando é um motorista pelo qual a riquinha Juliana se apaixona, mas será cobiçado também por Roberta (Gloria Pires). Juliana também vive um caso com o fotógrafo Fábio Marino (Márcio Garcia).

_________________________________________________________

Marilu Bueno

Marilu Bueno será Olívia, personagem que viveu também no original de 1983

A atriz volta como a divertida empregada da primeira versão da novela, só que 30 anos mais velha.

_________________________________________________________

Eriberto Leão

Eriberto Leão será Ulisses da Silva, papel que foi de José Mayer

José Mayer

Lutador de MMA nas horas vagas, trabalha como carregador da loja Charlô’s e viverá um caso com Vânia Trabucco.

_________________________________________________________

Paulo Rocha

Paulo Rocha será Fábio, papel que foi de Herson Capri, e Guilhermina Guinle será Manoela, que foi vivida por Ada Chaseliov

Herson Capri e Ada Chaseliov

Fotógrafo, tem uma filha pequena e é casado com Manoela. Em dado momento, se envolve com Juliana. No original, o relacionamento desagradou e o personagem deixou a novela, sendo mandado para uma fazenda. Manoela sofre com o casamento em crise.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 Bastidores, Novela | 09:37

Confira os nomes já escalados para o remake de 'Guerra dos Sexos', que a Globo estreia no segundo semestre

Compartilhe: Twitter

Recuperado de um câncer, Reynaldo Gianecchini está confirmado na trama

A Globo ainda nem estreou “Marias do Lar”, novela que substituirá “Aquele Beijo” na faixa das 19h, e já tem praticamente fechado o elenco do remake de “Guerra dos Sexos”, que ocupará o horário no fim do ano. Na nova versão da trama originalmente exibida em 1983 já estão confirmados Tony Ramos, Irene Ravache, Alinne Moraes, Reynaldo Gianecchini, Gloria Pires, Guilhermina Guinle, Mariana Ximenes, Nivea Stelmann, Edson Celulari, Eriberto Leão, Márcio Garcia, Tiago Rodrigues, Drica Moraes, Daniel Boaventura, Mayana Moura e Marilu Bueno.

Uma das poucas dúvidas que restam à Globo é a presença de Fernanda Montenegro, uma das protagonistas do elenco original. O autor Silvio de Abreu quer que a atriz participe pelo menos dos primeiros capítulos numa participação especial.

A direção ficará a cargo de Jorge Fernando, que já escalou também Marília Carneiro para cuidar do figurino, Isabela Sá para a produção de arte e José Claudio Ferreira na cenografia. As primeiras cenas deverão ser rodadas em junho.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,