Publicidade

Posts com a Tag máscaras

sexta-feira, 5 de outubro de 2012 Briga pela audiência, Novela | 13:38

Estreia de 'Balacobaco' decepciona em audiência

Compartilhe: Twitter

Roger Gobeth e Juliana Silveira numa cena de "Balacobaco"

Se a Record esperava que “Balacobaco” levantasse de cara os números derrubados por “Máscaras”, não funcionou. A estreia da novela escrita por Gisele Joras marcou média de 8 pontos, uma das menores audiências de estreia das tramas da casa. O índice é maior que o último capítulo da antecessora, que registrou 6 pontos, mas menor que sua estreia, que, assim como “Vidas em Jogo”, havia atingido 11 pontos de média.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 3 de outubro de 2012 Briga pela audiência, Novela | 04:01

'Máscaras' chega ao fim sem alavancar audiência da Record e mostra que é hora de mudar a dramaturgia do canal

Compartilhe: Twitter

Fernando Pavão e Paloma Duarte em cena do último capítulo de "Máscaras"

Nem mesmo no último capítulo, exibido nesta terça-feira (2), “Máscaras” levantou a audiência da Record. Segundo dados prévios do Ibope, o desfecho da trama de Lauro César Muniz registrou 6 pontos de média e ocupou o terceiro lugar na disputa. No mesmo horário, a Globo marcou 25,5 pontos, seguida pelo SBT, com 8,5. O número é um dos mais baixos da história da dramaturgia recente do canal, perdendo apenas para “Metamorphoses”, que teve 2 pontos, em 2004. A história terminou com a punição de Martin (Heitor Martinez), que morreu depois de ser torturado com tiros, e o final feliz dos personagens de Fernando Pavão e Paloma Duarte, que, afinal, tinha nome e chamava-se verdadeiramente Luiza.

Os número registrados por “Máscaras” não deixarão saudades. Mesmo após a mudança de direção e novos rumos da trama, a audiência ainda era a metade de sua antecessora, “Vidas em Jogo”. Da mesma maneira, outra produção da Record, “Rebelde” foi encurtada. Ao invés de chegar ao fim em novembro, terá seu ponto final dado no próximo dia 12 por causa dos baixos índices. Para se ter uma ideia, nesta terça (2) o folhetim marcou apenas 2,3 pontos de média. O momento de crise mostra que a emissora deve repensar os rumos de sua dramaturgia. Novelas muito longas podem não segurar a audiência – caso da trama adolescente -, assim como história por demais sisudas podem espantar o espectador.

A esperança da Record reside na estreia de “Balacobaco”, que investirá pesado na comédia e tem por missão voltar ao patamar dos dois dígitos de audiência. Pelo menos este ano, o canal deverá ficar sem uma segunda faixa de novela inéditas. Para 2013, a ordem é continuar longe do gênero policial e político e apelar para histórias mais populares. Uma adaptação de “O Patinho Feio”, assim como um remake de “Dona Xepa”, sucesso dos anos 70 na Globo, e a primeira trama escrita por Carlos Lombardi na nova casa estão nos planos, além da minissérie “José – De Escravo a Governador”, que será estrelada por Ângelo Paes Leme e Bianca Rinaldi.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 25 de agosto de 2012 Sobe e desce | 13:20

O legal e o mico da semana – De 19 a 25 de agosto

Compartilhe: Twitter

O LEGAL – Cacau Protásio, a Zezé de “Avenida Brasil”

Cacau Protásio como Zezé: personagem cresceu

Está aí o exemplo de uma atriz que soube valorizar cada momento oferecido à sua personagem. Nos primeiros meses de novela, o nome de Cacau Protásio sequer aparecia na abertura de “Avenida Brasil”. Ocorre que, carismárica e irreverente, Zezé cresceu tanto na novela que ganhou torcida fiel. A empregada fiel de Carminha (Adriana Esteves) já desvendou o sequestro e até serviu de escada para da patroa, maltrata Nina (Débora Falabella) e esta semana teve cenas hilárias ao sair disfarçada da mansão para ajudar Jorginho (Cauã Reymond). Isso tudo só funciona, claro, porque a atriz é taletonsíssima e tem ;otimo timing de comédia. Certamente a vida de Cacau vai se dividir entre antes e depois de Zezé.

O MICO – “Rebelde”, da Record

O elenco de "Rebelde": audiência estagnada

Não é apenas “Máscaras” que tem sofrido com a baixa audiência na dramaturgia da Record. “Rebelde” parece ter estagnado entre 5 e 6 pontos e tem dado mostras de esgotamento junto ao público. Nem mesmo o reforço do elenco infantil ajudou a atrair mais espectadores. Faltou perceber que, mais do que introduzir novos personagens, falta reformular toda a história e lhe conferir novos rumos. É esperar parar ver se com um novo autor no comando essa guinada acontecerá.

Relembre os micos das semanas anteriores

E siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 31 de julho de 2012 Bastidores | 13:38

Depois de baixos índices de audiência, Record muda direção de teledramaturgia

Compartilhe: Twitter

A Record comunicou oficialmente nesta terça-feira que promoveu uma mudança no comando de teledramaturgia. Hiran Silveira deixará o cargo para se dedicar à direção de aquisições e relações internacionais do Grupo Record. Em seu lugar, entra o atual diretor de planejamento e produção do RecNov, Anderson de Souza.

Há algum tempo nos bastidores fala-se em crise na cúpula de teledramaturgia. Especialmente por causa da brusca queda de audiência das últimas novelas. “Rebelde”, que ficava em torno de 10 pontos, hoje marca 6. Já “Máscaras” derrubou pela metade os índices que sua antecessora, “Vidas em Jogo”, atingia.

Leia a íntegra do comunicado enviado pela Record:

“A Record informa que o diretor de teledramaturgia da emissora, Hiran Silveira, deixa o cargo para assumir a direção de aquisições e relações internacionais do Grupo Record.

O atual diretor de planejamento e produção do RecNov, Anderson de Souza, assume a direção de teledramaturgia. Marcelo Silva permanece à frente do Comitê de Dramaturgia do complexo de novelas da Record no Rio de Janeiro.

O executivo Paulo Calil, que deixa a direção de aquisições, permanece no comando da Record Entretenimento, empresa que irá receber novos investimentos para ampliar sua atuação no mercado.”

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 5 de julho de 2012 Bastidores, Novela | 15:02

Próxima novela da Record, 'Passado Próximo' ganha mais nomes no elenco. Saiba quais!

Compartilhe: Twitter

Thierry Figueira estará na trama escrita por Gisele Joras

A coluna já havia adiantado os primeiros atores escalados para “Passado Próximo”, novela que a Record estreia em outubro em substituição a “Máscaras”. Esta semana, uma nova leva de artistas foi convocada para a trama de Gisele Joras.

São eles: Cristina Pereira, Letícia Medina, Leandro Leo, Silvio Guindane, Vitor Fasano, Stella Freitas, Rafael Calomeni, João Camargo, André Mattos, Thierry Figueira e Julia Fajardo. Eles se juntam ao time já formado, que conta com Paulo Figueiredo, Beth Goulart, Umberto Magnani, Bruno Ferrari, Joana Balaguer, Bárbara Borges, Ana Roberta Gualda e Julianne Trevisol.

Os nomes de Simone Spoladore e Juliana Silveira também têm sido ventilados nos bastidores do RecNov, mas ainda não foram confirmados oficialmente.

A história girará em torno de uma órfã que buscará o pai biológico com a ajuda da tia e contará com gêmeas não-idênticas. A previsão é que “Passado Próximo” estreie em 2 de outubro.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

Briga pela audiência, Novela | 13:10

Concorrendo com o futebol, 'Máscaras' atinge sua audiência mais baixa desde a estreia

Compartilhe: Twitter

Paloma Duarte, uma das estrelas de "Máscaras"

A final da Libertadores transmitida pela Globo fez estrago na concorrência na última quarta-feira (4). A novela “Máscaras”, da Record, por exemplo, atingiu sua audiência mais baixa desde a estreia. Segundo dados do Ibope, a trama marcou apenas 3 pontos de média, com picos de 5,6. Recorde negativo.

Recentemente, os atores do folhetim escrito por Lauro César Muniz divulgaram um manifesto defendendo a história e afirmando que não gostariam de ser julgados apenas pela audiência.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 3 de julho de 2012 Bastidores, Novela | 01:22

Elenco de 'Máscaras' escreve carta defendendo a novela. Leia a íntegra do manifesto

Compartilhe: Twitter

Fernando Pavão e Paloma Duarte estão entre os que redigiram a carta

Inconformado com as severas críticas que a novela vem sofrendo, os atores de “Máscaras”, resolveram escrever uma carta de amor defendendo a produção e o autor, Lauro César Muniz. Segundo o elenco, analisar a trama com base apenas nos índices do Ibope é o mesmo que compará-los a participantes de reality show.

Desde a estreia, o folhetim derrubou a audiência do segundo horário de novelas da Record. Se antes, com “Vidas em Jogo”, a emissora registrava números em torno dos 12 pontos, agora ela marca cerca de 6. No último dia 13 de junho, o diretor Ignacio Coqueiro deixou os trabalhos. Por causa dos problemas, a história será encurtada e chegará ao fim com 130 capítulos.

Em entrevista a alguns blogs especializados em TV, o autor definiu a novela como “um pesadelo” e assumiu que cometeu alguns erros.

Leia a íntegra da carta escrita pelo elenco da novela abaixo. O manifesto não foi assinado por todo o elenco. Alguns nomes não foram listados na assinatura.

CARTA DE AMOR DOS ATORES DE “MÁSCARAS”

Inconformados com o tratamento dado ao nosso trabalho, em vários tipos de mídia, nos manifestamos e queremos alertar para algo que não está sendo percebido.

No começo os críticos reclamavam que a novela era difícil, feia até. Acatamos, Lauro abriu mais a trama, lutamos, perdemos um diretor, ganhamos outro, uma NOVA novela está no ar. Isso, estranhamente, quase ninguém comenta.

1 – É do conhecimento de todos que uma novela que vai ao ar após às 23h30m , não tem a mesma audiência de uma outra que vai ao ar às 21h. No entanto, a veiculação sobre o índice de audiência de “Máscaras”, não vem com esta informação.

2 – Nós não aceitamos a avaliação de nosso trabalho apenas através do índice/Ibope, o que significaria colocar o trabalho dos atores no mesmo patamar de componentes de um reality show. O Ibope é um índice de mercado, comercial, compreendemos isso, mas nosso trabalho é artístico.

3 – “Máscaras” inova e transgride, mas isto não está sendo percebido pela maioria. O que não estão vendo em nossa novela, é que ela quebra com os clichês das novelas convencionais: quando apresenta um galã dúbio, que tanto pode ser bom ou mau caráter, sem heroísmo romântico; vilões que se apaixonam, cujas ações são misturadas com humor e atitudes paradoxais, sem maniqueísmos; um casal que tem um filho imaginário, uma metáfora, algo inexistente em novelas; personagens com tesão explicita e realizada, fugindo aos padrões antigos de comportamento; um retrato político do capitalismo selvagem internacional, ao mostrar uma organização com interesses em propriedades de outra nação, como acontece com o petróleo do Oriente Médio, ou a loucura dos investidores da bolsa americana, em sua ambição desenfreada, levando o mundo a uma crise imensa. Não é justo que essa inovação, essa ousadia, não fique registrada, seja tratada tão prosaicamente, baseada tão sómente no valor Ibope.

4 – Não estamos incomodados por qualquer crítica desfavorável, respeitamos o gosto de cada um. Afinal, o que seria da música “brega”, se todos gostassem de Mozart? O que seria de Van Gogh que só vendeu após a morte? O que nos dói é saber que esta que será a última novela de Lauro Cesar Muniz tem sido tratada de forma tão equivocada por alguns veículos da mídia, sem o cuidado de prestar atenção ao texto deste grande dramaturgo, cuja obra plenos de amor e garra representamos. Além disto trata-se do nosso ofício e do nosso mercado de trabalho.

5 – Temos encontrado uma reação calorosa nas ruas e, sabemos, isto não acontece com um trabalho sem audiência. A TV de hoje tem tantos canais, tanta programação, que não se pode cobrar das pessoas que acompanhem tudo e, talvez por isso, não tenham percebido o que estamos alertando agora. Mas, tendo feito já as mudanças que grande parte da mídia tanto criticou e talvez estivessem certos em alguns aspectos, seria honroso que no mínimo comentassem de forma mais respeitosa, e opinassem inclusive sobre a “nova novela” quem vem sendo exibida, chama-se “Máscaras” e é boa pra caramba.

1.Barbara Bruno; 2.Bemvindo Sequeira; 3.Carlos Bonow; 4.Domingos Antonio; 5.Eliete Cigarini; 6.Fernando Pavão; 7.Flavia Monteiro; 8.Giusepe Oristânio; 9.Heitor Martinez; 10.Iris Bruzzi; 11.Jean Fercondini; 12.Jonas Bloch; 13.Jorge Pontual; 14.Livia Rossy; 15.Luiza Curvo; 16. Marcelo Escorel; 17.Marcio Killing; 18.Nicola Siri; 19.Nina de Pádua; 20. Paloma Duarte; 21. Pâmella Vidal; 22.Petronio Gontijo; 23.Raul Gazolla; 24. Renato Livera; 25.Robert Bomtempo; 26.Sabrina Costa; 27.Tatsu Carvalho; 28.Theo Fox.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 13 de junho de 2012 Bastidores, Novela | 15:13

Depois de conflitos com autor e audiência em crise, diretor de 'Máscaras' é afastado

Compartilhe: Twitter

A Record acaba de enviar um comunicado afirmando que Ignácio Coqueiro, diretor de “Máscaras”, está deixando a novela. Segundo a emissora, ele assumirá a “preparação de um novo projeto de dramaturgia”. Nos últimos tempos, os conflitos entre Coqueiro e o autor da trama, Lauro César Muniz, eram cada vez mais constantes.

“Máscaras” derrubou a audiência da segunda faixa de novelas da Record e será encurtada, chegando ao fim em outubro, com cerca de 130 capítulos. No lugar de Coqueiro, entra Edgard Miranda, que dirigiu “Ribeirão do Tempo”.

Leia a íntegra do comunicado:

“A Rede Record informa que o diretor Ignácio Coqueiro, atualmente à frente de Máscaras, recebeu novas atribuições na preparação de um novo projeto de teledramaturgia na emissora e deixa, a partir dessa data, a direção da novela.

Assume o seu posto o diretor Edgard Miranda, cujo último trabalho foi a direção geral da novela Ribeirão do Tempo, encerrada em 2011.

Aos dois diretores desejamos sucesso em suas novas empreitadas com a confiança de que farão mais um excelente trabalho em cada um dos projetos em questão.”

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

Bastidores, Novela | 07:00

Record desiste de encurtar 'Rebelde' e deve oficializar terceira temporada em breve

Compartilhe: Twitter

O elenco de "Rebelde": mais um ano de gravações

Apesar da audiência de “Rebelde” ter caído nos últimos tempos – chegou a marcar sua média mais baixa de todos os meses em maio, com 6,4 – e da pressão ter recaído sobre a autora, Margareth Boury, a Record resolveu não fazer com a novela o mesmo que fará com “Máscaras”. Nos corredores da emissora comenta-se que desistiu-se de encurtar a trama. E mais: ela deve ter mais uma temporada anunciada para breve.

Inicialmente, a previsão seria que “Rebelde” sairia do ar no final de outubro. O fato de “Máscaras” ter sido bruscamente diminuída, no entanto, afastou tais planos. Tudo porque seria extremamente complicado para a Record produzir uma outra novela ao mesmo tempo que a minissérie “José do Egito” e o próximo folhetim de Gisele Joras, que entra no ar em outubro.

Leia entrevista com Mel Fronckowiak, a Carla de “Rebelde”

Entre o elenco da novelinha adolescente, o clima é de otimismo. Paira apenas uma dúvida: como será possível ter uma nova temporada se todos os personagens principais estão no último ano do colégio? Há quem aposte que a próxima leva de episódios será ambientada apenas após as férias do meio do ano, para, assim, tornar a história crível. Dessa maneira, a trama se estenderia até junho do próximo ano.

A decisão final do departamento de dramaturgia da Record deve ser tomada nas próximas semanas. De qualquer maneira, já se sabe no RecNov quem escreverá a substituta de “Rebelde”. A tarefa caberá a Gustavo Reiz.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 12 de junho de 2012 Bastidores, Bomba, Novela | 15:04

'Máscaras' será encurtada e chega ao fim em outubro

Compartilhe: Twitter

Fernando Pavão e Heitor Martinez, os protagonistas de "Máscaras"

A Record jogou a toalha e vai tirar “Máscaras” do ar antes do previsto. A trama escrita por Lauro César Muniz será encurtada e terá apenas cerca de 130 capítulos, ao contrário dos 210 antes previstos. A decisão já foi oficializada nos bastidores da emissora e a ordem é que a novela saia do ar em outubro.

Na dramaturgia da Record, já começaram os testes e a acelerou-se a produção do próximo folhetim, que, como a coluna adiantou em primeira mão em 12 de janeiro deste ano, será escrito por Gisele Joras. Gustavo Reiz será o responsável pela sucessora de “Rebelde”. Desde a estreia, “Máscaras” derrubou a audiência do segundo horário de novelas da emissora e tem registrado índices em torno de 6 pontos, metade do que marcava a antecessora, “Vidas em Jogo”.

Procurada, a emissora preferiu não se manifestar oficialmente sobre o assunto.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última