Publicidade

Posts com a Tag mtv

segunda-feira, 18 de abril de 2016 Entrevista, Estreia, Programa | 08:00

Maria Paula volta à TV em “A Liga”: “Estou me sentindo principiante”

Compartilhe: Twitter

a liga maria paula

Maria Paula não esconde a animação por entrar para o time de “A Liga”, cuja sexta temporada estreia nesta segunda (18) na Band. A atriz conta como está sendo o novo desafio na carreira e diz que não deixou seu lado engraçado de lado por se tratar de um programa com foco no jornalismo.

Os três ingredientes de sucesso do “MasterChef”

Maria Paula comemora a nova fase em "A Liga" (Fotos: Divulgação/Band)

Maria Paula comemora a nova fase em “A Liga” (Fotos: Divulgação/Band)

“O humor está no meu DNA, não tem como tirar. Quando eu menos espero solto uma piada e quando vejo já fiz, não consigo me segurar. Mas ‘A Liga’ está me trazendo para o mundo real sem anestesia. Para mim está sendo maravilhosa a experiência de, depois de 25 anos de carreira, começar do começo. Adoro desafios, me sentir sem referências, sair da zona de conforto, poder me reinventar. Estou me sentindo uma principiante”, vibra.

As experiências que viverá ao longo dos 11 episódios não são fáceis. “Tem situações que não estou preparada, mas vou encarando de qualquer forma. Na minha primeira pauta me mandaram a um cemitério clandestino e dei de cara com uma cova que saíam braços! Fiquei apavorada, muito abalada. Sabia que era assim, mas quando senti o cheiro fiquei desarmada demais. Fui para casa chorando e liguei para o diretor (Diego Pignatari) aos prantos dizendo: ‘não vou fazer mais nada'”.

Guga Noblat, Mariana Weickert, Thaíde e Maria Paula

Guga Noblat, Mariana Weickert, Thaíde e Maria Paula

Se chegou a se arrepender? “Rolou isso, mas já tinha assinado contrato (risos). Nos dias difíceis eu medito, ligo para casa, abraço meus filhos, choro um pouco também… mas estou encarando com gratidão”. Ela diz se sentir acolhida na equipe, que conta com Thaíde, Mariana Weickert e o ex-CQC Guga Noblat, outro estreante da temporada.

“O mais legal é que é um jornalismo muito diferente do que estamos acostumados a ver. Entramos com uma pauta a ser cumprida, coisas inesperadas acontecem e a gente vai para o inesperado, tipo ‘pega o microfone e se vira aí’. É  freestyle total, totalmente na veia. Acho a minha cara! Quando eu vejo o programa editado dá um tesão e penso: ‘que orgulho, que bacana fazer parte desse time'”.

Mariana Weickert, Thaíde, Guga Noblat e Maria Paula na coletiva do programa

O quarteto de apresentadores na coletiva do programa

 

Maria avalia as mudanças que sua carreira passou ao longo desses 25 anos. “Eu só falava de música na MTV, depois fiquei muitos anos falando de humor. Já lancei livro, fiz vários filmes, comecei um mestrado em Psicologia e, quanto mais eu puder abrir o meu leque de experiências, melhor. Toda a minha trajetória me associei a pessoas que estão lá na frente, fazendo o que ninguém fazia. A essa altura da minha carreira, ‘A Liga’ é a cereja do bolo para mim e para o público”.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sábado, 9 de abril de 2016 Humor | 16:00

“A MTV influenciou o Tá no Ar, Zorra e Porta dos Fundos”, diz Paulinho Serra

Compartilhe: Twitter
Paulinho Serra (Foto: Paulo Belote/Globo)

Humorista analisa influências da MTV no que está sendo produzido (Fotos: Paulo Belote/Globo)

Paulinho Serra falou à coluna sobre o atual momento do humor na TV e internet. No ar em duas atrações que estrearam na última quinta-feira (7) – a segunda temporada de “Chapa Quente”, na Globo, e o programa “A Pergunta que não quer calar”, no Multishow – o humorista analisa que sua antiga emissora, a MTV, é responsável pela renovação da estética de fazer rir.

Humorista analisa influências da MTV no que está sendo produzido

Paulinho Serra

“A MTV influenciou muito o ‘Tá no Ar’, o ‘Zorra’ e o (canal de internet) Porta dos Fundos. O ‘Comédia MTV’ (2010/2012), modéstia à parte, foi o precursor de um monte de coisa que está acontecendo aí. Essa linguagem de ser cínico e fazer esquetes meio Monty Phyton (grupo de comédia britânico) só tinha sido utilizada no Brasil pelo ‘TV Pirata’ e ficou esquecida. O ‘Comédia MTV’ resgatou isso, e o que se vê hoje nesses programas já foi visto lá, é um lugar comum”.

O diferencial, diz ele, está na estrutura que faltava ao programa do canal que revelou outros nomes do humor atual, como Marcelo Adnet, Tatá Werneck e Bento Ribeiro. “Agora tudo isso é feito com dinheiro. Na Globo tem estúdio e 80 câmeras, na MTV tínhamos uma câmera e a luz do sol (risos)”.

Leia mais »

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 Bastidores | 03:19

Nova MTV fará versão brasileira do reality show ‘CatFish’

Compartilhe: Twitter

Um dos grandes sucessos da matriz americana, o reality show “Catfish” ganhará uma versão brasileira na nova MTV, que entra no ar em outubro, na TV paga, sob o comando da Viacom. A ideia é a mesma: uma equipe sairá à procura de pessoas que tiveram casos de amor pela internet mas acabaram enganadas por algum motivo – na maioria das vezes o “namorado” não era exatamente o que dizia ser. O programa foi originado após um documentário homônimo explodir em repercussão.

Em breve, a emissora fará testes em busca de VJs e repórteres. Parte deles trabalhará num programa diário de notícias. Haverá ainda espaço para animação: “South Park” deve ir ao ar no canal. O seriado “Awkward” também terá espaço garantido. Como a coluna já noticiou, Tiago Worcman, ex-GNT, foi comandado para ficar à frente do conteúdo do canal.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 5 de agosto de 2013 Bastidores | 15:56

Despedida da MTV contará com participação de ex-VJs

Compartilhe: Twitter
Sarah Oliveira

Sarah Oliveira na gravação de um dos programas de despedida da MTV

Com o fim previsto para o dia 30 de setembro, a MTV nos moldes em que conhecemos já iniciou o processo de adeus. E tudo ocorrerá com a participação de ex-VJs que fizeram história na emissora. Todos foram chamados para gravar o “My MTV”, atração em que relembram os clipes que mais marcaram suas vidas.

Já gravaram figuras como Sarah Oliveira, Marcos Mion, Soninha Francine, Marina Person, Edgard Piccoli, André Vasco, Felipe Solari, as gêmeas Kênia e Keyla, Ellen jabour, Funérea, Didi Wagner, Marimoon, Carla Lamarca, Jairo Bouer e Marco Bianchi.

Marina Person escolheu músicas que marcaram sua trajetória

Marina Person escolheu músicas que marcaram sua trajetória

Nomes que estão em outros canais, como Zeca Camargo, Marcelo Adnet, Dani calabresa, Tatá Werneck, Daniela Cicarelli, Babi, Cazé, Maria Paula, João Gordo, Astrid Fontenelle, Márcio Garcia e Adriane Galisteu também foram convidados. Alguns já receberam a liberação de seus novos empregadores para participar.

A série de programas de despedida vai ao ar a partir do dia 19.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 29 de julho de 2013 Bastidores | 13:54

Viacom confirma que relançará MTV no Brasil. Canal que está no ar chega ao fim em 30 de setembro

Compartilhe: Twitter
MTV Brasil: nova fase na TV paga

MTV Brasil: nova fase na TV paga

Depois de muita especulação, a confirmação: a MTV Brasil como a conhecemos sairá mesmo do ar este ano, mais precisamente em 30 de setembro, quando chegará ao fim o contrato com a detentora da marca. Por este motivo, a Viacom enviou nesta segunda-feira (29) um comunicado oficial confirmando que a emissora será relançada na TV paga. Leia a íntegra abaixo:

“A Viacom International Media Networks (VIMN), uma divisão da Viacom Inc. (NASDAQ: VIAB,VIA), anuncia hoje o lançamento de sua marca global de entretenimento, a MTV, na plataforma brasileira de TV por assinatura, a qual cresce rapidamente, expandindo, assim, sua presença neste mercado. A MTV será o destino para a geração de Millennials brasileiros, oferecendo uma programação de alta qualidade e culturalmente relevante, que contará com mais de 350 horas de produções locais, além da programação global da MTV dublada em português. O novo canal da MTV, de propriedade integral e operacionalizado pela Viacom, estreará em outubro de 2013 nas principais operadoras de TV por assinatura do país.

A VIMN tem, atualmente, uma forte presença no Brasil com seus canais de TV já consagrados –  Nickelodeon, VH1 e Comedy Central – além de suas inúmeras ofertas de mídia digital. Com o lançamento da MTV na pay TV, a VIMN e o Grupo Abril concordaram em desfazer seu acordo de licenciamento no Brasil.

“O Brasil é um mercado extremamente importante para a Viacom e estamos bem posicionados para conduzir a MTV a uma nova fase de crescimento, oferecendo um mix de nossos comprovados sucessos internacionais e programação local”, disse Bob Bakish, Presidente da VIMN. “Dado o crescimento de três dígitos do mercado de pay TV no Brasil nos últimos cinco anos, e o sucesso de nossos canais nesta plataforma, é o momento certo para lançarmos a MTV nomercado de pay TV”, acrescentou.

“Conhecemos profundamente os telespectadores da MTV, os Millennials, geração que mais cresce e uma das mais influentes no Brasil”, diz Sofia Ioannou, Diretora Geral da VIMN Américas. “Mudando a MTV para a pay TV, criamos uma oportunidade única na qual aproveitaremos o expertise dessa audiência, penetração de mercado, relacionamentos locais e relevância para apresentar um canal envolvente para nosso público e parceiros”, acrescentou.

A MTV produzirá mais de 350 horas de programação local, incluindo formatos diários, realities, sitcoms, esportes radicais e séries de animação. O novo canal  também apresentará formatos de sucesso do portfólio de conteúdo da Viacom internacional com versões locais de “WorldStage”, “Guy Code” e “Pranked”, além do melhor do conteúdo global da MTV dublado em português (“Teen Mom”, “Young & Married” e “Awkward”).”

A equipe da nova emissora já começou a ser montada. Um dos executivos contratados para o canal é Tiago Worcman, que trabalhava no GNT até pouco tempo. Já na atual MTV Brasil, a equipe é formada apenas por profissionais freelancers e pessoas jurídicas. Todos serão dispensados a partir de outubro. Principal evento da programacão, o VMB não será realizado.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 11 de julho de 2013 Novidade | 13:20

Depois de briga com a Anatel, Sky inclui canais excluídos em seu line up

Compartilhe: Twitter

Os assinantes da Sky que ligaram a TV nesta quarta-feira (11) foram pegos de surpresa com o aparecimento de novos canais na operadora. Tudo porque, depois de meses de briga com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), a operadora passou a transmitir o sinal de emissoras excluídas de seu line up, mas consideradas obrigatórias.

Voltaram para o menu da Sky canais como Mix TV, MTV Brasil, Record News, CNT e TV Aparecida. A briga parece ter chegado ao fim.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 14 de junho de 2013 Bastidores, Crítica | 15:08

Crônica de uma morte anunciada: com cortes esperados para segunda (17), programação da MTV tem clima de despedida

Compartilhe: Twitter

Pathy, Titi e Juliano, no cenário do "Acesso MTV": fim de uma era

Como a coluna havia adiantado na última quinta-feira (13) a MTV deu início à extinção de alguns programas de sua grade e dispensou VJs. Os primeiros a deixar a emissora foram Titi Muller, Juliano Enrico e Chay Suede. A coluna apurou que na próxima segunda-feira (16), novos cortes devem ocorrer, dessa vez em setores de produção e dirigidos a cortar custos para a editora Abril, atual detentora da marca MTV no país.

A ideia é enxugar os quadros dos funcionários que têm contrato com a Abril por meio de carteira assinada. Os vínculos deverão ser encerrados paulatinamente até setembro, quando a marca deve ser devolvida à Viacom. Há casos de setores em que funcionários que trabalham no esquema de “freela fixo” assumirão os cargos dos contratados CLT.

Na última quinta foi também ao ar o último “Acesso MTV”, que, assim como o “MTV Sem Vergonha” e “A Hora do Chay perdem exibições inéditas. A produção do “Top 20” já começou a ser dissolvida também.

Na tela, ao vivo, era possível ver a melancolia no rosto dos VJs que apresentavam o “Acesso”. A todo momento, uma piada – impulsionada pelo nervosismo,talvez – pipoca. “Meu próximo emprego vai ser diretor pornô”, brincou Juliano Enrico. Banda convidada da noite, o NX Zero fez questão de ressaltar o legado que a MTV deixa na vida quem cresceu assistindo-a. A Titi Muller, que tentava a todo momento segurar a ansiedade, só restou desabar no choro no desfecho da atração.

Embora ainda exista quem negue o fim da emissora, o que se vê na tela é a crônica de uma morte anunciada. O clima entre espectadores e apresentadores é de despedida. Apesar de haver estreias programadas para junho e julho – uma mesa redonda de futebol e uma série já gravada -, o “VMB”, por exemplo, principal evento da casa, foi cancelado este ano. Na próxima semana, após os cortes, um comunicado deve ser enviado anunciando a reformulação do canal. É o fim de uma era.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 13 de junho de 2013 Bastidores, Bomba | 18:03

MTV Brasil dispensa VJs e põe fim a programas

Compartilhe: Twitter

Titi Muller está entre os Vjs que deixam o canal

Depois de inúmeros rumores circulando nos últimos meses, a MTV Brasil deu início à sua onda de cortes. Como a coluna havia adiantado, a emissora havia resolvido não mais realizar o “VMB” este ano. Agora, ela resolveu pôr fim a alguns programas. Os primeiros a serem descontinuados serão o “Acesso MTV”, o “MTV Sem Vergonha” e “A Hora do Chay”.

Com isso, foram dispensados os VJs Titi Muller, Didi Effe, Juliano Enrico e Chay Suede. Produtores também foram demitidos.

A coluna apurou que um grande corte de pessoal está programado para acontecer na próxima segunda-feira (17) e uma reformulação na estrutura do canal deve ser anunciada em seguida.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 12 de junho de 2013 Bastidores | 14:40

Com a crise da MTV, 'VMB' não deve ser realizado este ano

Compartilhe: Twitter

Logomarca do "Vido Music Brasil", da MTV

Nos corredores da MTV já dado como certo que a marca será devolvida para a Viacom e a emissora assumirá novo nome no ano que vem. Cortes são esperados. Fato é que até julho, já há programação definida para o canal musical. Depois disso, reside o grande mistério. Fontes ouvidas pela coluna afirmam que o número de reprises deve aumentar consideravelmente no segundo semestre.

Da mesma maneira, nos bastidores, ninguém sabe qual será o futuro “VMB”, grande premiação musical da emissora. Inicialmente exibido em agosto, o evento passou para outubro e não há nenhum tipo de planejamento recente nesse sentido. Há quem garanta que este ano a MTV não deve entregar os troféus aos melhores da música devido ao alto custo e à entrega da marca.

A coluna procurou a assessoria do canal, que não confirmou os rumores de fechamento, demissões ou fim do “VMB”.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: ,

terça-feira, 28 de maio de 2013 Crítica, Seriado | 03:13

'A Menina Sem Qualidades', da MTV, é intensa e perturbadora, mas distrai ao fazer música ofuscar a história

Compartilhe: Twitter

Bianca Comparato, a protagonista de "A Menina Sem Qualidades", da MTV

Incursão da MTV no terreno da dramaturgia, “A Menina Sem Qualidades” é desses projetos que parecem unanimidade antes mesmo de serem vistos por serem beneficiados por uma “grife”. Me refiro, claro, à chancela de Felipe Hirsch, renomado diretor de teatro, com experiência também no cinema. Baseada no livro homônimo escrito pela alemã Juli Zeh, a série acompanha os passos de Ana, uma garota introspectiva, ávida leitora de romances, que guarda em sua solidão certo mistério. Camadas tão complexadas são conferidas à personagem por Bianca Comparato, num belo exercício de interpretação. Ao atuar de maneira por vezes tão econômica, a atriz acaba por potencializar os sentimentos da adolescente.

Ao contrário de dramas populares, o ritmo que a direção e a montagem imprimem ao seriado é lento, contemplativo, como que para ambientar o espectador num universo que explodirá em confusão e obsessão conforme a história se desenrola. A fotografia é acertada e capricha em planos longos, ora no meio do mato, ora numa piscina coberta. A partir de imagens como essas se abre um pequeno acesso ao que se passa de verdade com aquela garota, que, a princípio complicada como qualquer jovem, acaba por surpreender no fim do primeiro episódio numa virada violenta. É graças a esse gancho bem criado, aliás, que qualquer problema técnico – ou piedade pela personagem – desaparece. É tão forte que deixa ao espectador a tarefa de lidar com o choque.

Há, no entanto, ruídos que impedem que a produção seja 100% bem sucedida. O som, por vezes diminuído em detrimento de barulhos ou músicas mais atrapalha que cativa. Da mesma maneira, a trilha sonora, embora cheia de músicas incríveis, acaba sendo usada em demasia em determinadas cenas, o que acaba por despertar a seguinte questão: estaria a trilha a serviço da série ou a série a serviço da trilha? A pergunta é pertinente especialmente quando percebe-se que ações de divulgação estão focadas especialmente na playlist da trama. Está certo que a MTV é uma emissora musical, mas, neste caso específico, as canções estão longe de ser objeto primordial de atenção.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última