Publicidade

Posts com a Tag petrônio gontijo

terça-feira, 10 de abril de 2012 Entrevista | 09:00

Petrônio Gontijo: 'Dinheiro nunca foi fator determinante na minha carreira'

Compartilhe: Twitter

Petrônio: "Voltei para a Record porque curti trabalhar aqui"

Depois de deixar a Record para fazer “Insensato Coração”, na Globo, Petrônio Gontijo voltou para a Record e ocupa um dos papéis de destaque de “Máscaras”, novela de Lauro César Muniz que estreia nesta terça-feira (10). Na trama ele dá vida a Décio, um psiquiatra que circula no núcleo dos protagonistas, interpretados por Míriam Freeland e Fernando Pavão. Misterioso, é um homem com passado não esclarecido. “Só sei de um segredo dele”, despista o ator. Ele conversou com a coluna. Leia a seguir.

IG: O que foi definidor na sua volta para a Record?
PETRÔNIO GONTIJO: O convite! Foi muito simpático e forte. Trabalhei aqui durante muitos anos e recebi um convite irrecusável. Não falo sobre a parte financeira por questões de contrato, qualquer coisa sobre isso é especulação. Tenho um bom contrato e estou muito feliz com ele. Mas o dinheiro nunca foi determinante na minha carreira.

IG: Você deixou a Record num momento em que vários atores saíram e voltou pouco depois.
PETRÔNIO GONTIJO: Fui fazer Gilberto Braga que é um cara com quem comecei. Ele praticamente me lançou no começo da minha carreira. Ia fazer “O Dono do Mundo” e fui remanejado pra fazer “Salomé”. Só pude reencontrá-lo em “Pátria Minha” e por muito tempo guardamos o sonho de voltar a trabalhar juntos. Fui e não houve problemas em ir e voltar. O que me guia na minha carreira é o prazer e com quem vou trabalhar. O Gilberto é um dos maiores autores do Brasil e agora estou trabalhando com um outro que está no top. Sou muito grato e impressionado com o trabalho do Lauro. Quando criança lembro que assisti três novelas: uma do Gilberto, que era “Dancin’ Days”, e duas do Lauro, “Os Gigantes” e “Espelho Mágico”. Lembro do nomes do personagens até hoje. Trabalhar com o Lauro é, para mim, realizar um sonho de infância.

IG: Seu personagem é um psiquiatra. Faz terapia há muito tempo?
PETRÔNIO GONTIJO: Faço, há 10 anos. Acho que é um universo muito amplo e que tem de ser tratado com muito cuidado. Acho que não existe estereótipo de psiquiatra, existem, sim, seres humanos que tentam compreender os outros. O psiquiatra tenta descobrir o que acontece na mente humana, mas é passível de falhas, como todos os personagens do Lauro César, aliás. Estudei bastante o assunto, tive o acompanhamento de uma psiquiatra. E tive um trabalho particular com dois médicos que conheço para me ajudarem a compor o personagem. Também acho que ele tem muito a ver com o protagonista do livro “O Jogador”, do Dostoiévski. Ele tem frisson na adversidade, gosta do conflito.

IG: Seria ele um psiquiatra pouco equilibrado?
PETRÔNIO GONTIJO: Ele é um personagem que me surpreende a cada página que viro. Ele pode ter uma leitura de que é desequilibrado de início, mas talvez não. Talvez seja pior. Ou não. A novela tem uma pegada muito nova. O Décio diz coisas absolutamente sérias e profundas num momento e em outros muda. Ele não é bonzinho, mas também não é mau. A máscara social dele é o óculos, mas não sei atrás do que ele se esconde. Os personagens desconfiam de si o tempo inteiro, mesmo sendo amigos. Não acredito que as coisas sejam tão peito no branco assim.

IG: O que se sabe sobre Décio?
PETRÔNIO GONTIJO: Ele é um cara muito contido. Só sei que ele é de Campo Grande, não é casado, não tem um parente. Não há um toque de passado para compor. Então estou montando o quebra-cabeça. Até agora só sei de um segredo, mas o público logo vai saber também.

IG: Percebe muita diferença entre a Globo e a Record?
PETRÔNIO GONTIJO: São casas diferentes. A Globo tem esse tempo todo de experiência, fazem telenovelas há décadas. Voltando para cá, senti que a Record está com muito gás. Eu tô muito bem aqui. É mais um campo de trabalho. Voltei porque curti trabalhar aqui.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 27 de setembro de 2011 Bastidores | 13:46

Petrônio Gontijo volta à Record para especial de fim de ano

Compartilhe: Twitter

Petrônio Gontijo: adaptação de Aluísio Azevedo

Sem contrato com a Globo desde o fim de “Insensato Coração”, Petrônio Gotijo pode fazer o caminho inverso dos atores que recentemente voltaram para a emissora carioca e retornar à Record. Sondado pelo canal, o ator preferiu não assumir um compromisso longo por enquanto, mas já assinou contrato para atuar num dos especiais de fim de ano. Ele estará em “O Madereiro”, baseado na obra de Aluísio Azevedo. Bianca Rinaldi também está no elenco da atração, que começa a ser gravada no próximo mês.

Mesmo com a breve troca, o nome do ator não foi esquecido pela Globo. Há quem diga que ele será lembrado no elenco da próxima novela das seis escrita por João Ximenes, que terá supervisão de Gilberto Braga. A conferir.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,