Publicidade

Posts com a Tag quem fica em pé?

domingo, 3 de março de 2013 Bastidores | 10:37

‘Quem Fica em Pé?’, com Datena, voltará à programação da Band

" addthis:url="http://natv.ig.com.br/index.php/2013/03/03/quem-fica-em-pe-com-datena-voltara-a-programacao-da-band/"> Compartilhe: &related=ultimosegundo&via=ig" class="botaotwitter" target="_blank">Twitter
Datena: tango, samba e futebol no palco do game show

Datena gravará 13 episódios do game show

José Luiz Datena está prestes a voltar a se divertir no trabalho. À frente da estressante ancoragem do “Brasil Urgente”, o apresentador voltará a comandar o “Quem Fica em Pé?”, na Band. A estreia da nova temporada da atração está agendada para o dia 15, às 20h. A ideia é alavancar a audiência para o “Pânico”, que vem logo depois. A previsão é que o game show fique no ar até o fim do ano. Serão gravados 13 episódios.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 30 de novembro de 2012 Bastidores | 10:24

Band tira game show da Record para Datena apresentar

Compartilhe: Twitter

O cenário de uma das versões internacionais de "Quem Quer Ser Um Milionário?"

A Band estreará ainda no primeiro semestre de 2013 um novo game show. “Quem Quer Ser Um Milionário?” deve ser lançado em abril, sob o comando de José Luiz Datena. O que pouca gente sabe é que a emissora tirou o formato da Record, que o havia adquirido há alguns anos para exibir sob o comando de Roberto Justus. A emissora da Barra Funda chegou, inclusive, a pôr no ar chamadas para o programa, que nunca entrou na programação de fato.

Com os direitos da atração expirados, a Band se apressou para garanti-la. A produção lembra o extinto “Show do Milhão”, de Silvio Santos, e inspirou um filme vencedor do Oscar, também batizado “Quem Quer Ser Um Milionário?”. O game show deve substituir o “Quem Fica em Pé?”, que Datena apresentou este ano.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 9 de novembro de 2012 Bastidores | 06:00

Band define grade de programação para 2013 e adia reality de Adriane Galisteu para abril. Veja as datas das estreias

Compartilhe: Twitter

Adriane Galisteu durante gravação de "Quem Quer Casar Com Meu Filho?"

A Band bateu o martelo em sua grade de programação para 2013. Entre as novidades estão novas temporadas de seriados como “The Walking Dead”, “Roma” e “24 Horas”, além do reality “Mulheres Ricas”. Já o “Quem Quer Casar Com Meu Filho?”, apresentado por Adriane Galisteu, deve ficar para abril. Veja as datas com as quais a emissora trabalha abaixo.

2 de janeiro
“24 Horas” – De terça a sexta, a 0h
“Julius Caesar” – Às quartas e quintas, às 22h30

7 de janeiro
“Mulheres Ricas” – Segundas, às 22h30
“O Mundo Segundo os Brasileiros” – Segundas, às 23h30

8 de janeiro
“Roma” – Terças, às 22h30

9 de janeiro
“The Walking Dead” – Quartas, às 22h30

A partir de fevereiro, alguns programas como “Pânico” e “CQC” começam a voltar das férias. Veja as datas de retorno:

17 de fevereiro
“Pânico na Band” – Domingos, às 21h, com reprises, às 22h das sextas

4 de Março
“Agora É Tarde” – De terça a sexta, às 23h50

18 de Março
“CQC” – Segundas, às 22h30

2 de Abril
“Quem Quer Casar Com Meu Filho?” – Terças, às 22h30

As dúvidas na programação do ano que vem ficam a cargo do futuro de “Quem Fica em Pé?” e “A Liga”. O game show de José Luiz Datena teve parte da produção dispensada há alguns dias e não há confirmação de segunda temporada ainda. Já o jornalístico que conta com Cazé e Thaíde deve passar por uma reformulação. Tudo indica que volta após o reality comandado por Adriane Galisteu. Dessa maneira, a Band trabalha com a data de 25 de junho para a estreia dos novos episódios, mas ainda falta dar início à produção.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de maio de 2012 Briga pela audiência, Novela | 13:21

'Amor Eterno Amor', 'Profissão Repórter' e 'Quem Fica em Pé?' batem recorde

Compartilhe: Twitter

A globo começa a respirar mais aliviada com a recepção do público a “Amor Eterno Amor”. A novela escrita por Elisabeth Jhin atingiu sua audiência mais alta na última terça-feira (15). De acordo com o Ibope, a trama registrou 29 pontos de média. “Cheias de Charme” também repetiu sua maior marca, com 35 pontos. E o “Profissão Repórter” teve o melhor desempenho do ano: 15 pontos.

Outro que tem motivos para comemorar é José Luiz Datena. Seu Game show, “Quem Fica em P锑, bateu seu recorde. Marcou 6 pontos de média.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de maio de 2012 Em busca de uma chance | 17:35

Game show de Datena exibe erro de português em resposta que valia R$ 100 mil. Veja!

Compartilhe: Twitter

Datena e o erro de português na tela: lobisomem com N?

Quem assistiu ao “Quem Fica em Pé?” na última terça-feira viu que o participante Fernando Carmona conseguiu levar o grande prêmio de R$ 100 mil. O que nem todo mundo percebeu foi o deslize da produção do programa ao ilustrar a resposta para a pergunta que valia a bolada.

O desafiante de Fernando não soube responder por quem Ninon (Claudia Raia) era apaixonada em “Roque Santeiro” e sagrou Fernando vencedor. A surpresa surgiu quando Datena mostrou na tela a resposta para a questão como sendo “Lobisomen”, assim mesmo, com N no final, como mostra a imagem acima.

Alô, alô, produção da Band: é bom dar umas aulas de reforço a quem cuida do gerador de caracteres do game show. Lobisomem se escreve com M no final. A cena chegou a ser mostrada em outros programas da casa, como o “Muito +”, sem correção.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 9 de abril de 2012 Crítica | 22:57

Datena usa novo programa para se livrar da imagem sisuda e aumenta audiência da Band

Compartilhe: Twitter

Datena: tango, samba e futebol no palco do game show

Se José Luiz Datena achava que só dava audiência narrando crimes à frente do “Brasil Urgente”, se enganou. Segundo prévia do Ibope, a estreia de seu game show, “Quem Fica em Pé?” deu mais que o dobro do que a emissora registrava no horário. A atração marcou 3 pontos de média com pico de 5,6 pontos. Antes, a faixa costumava ficar na casa de 1 ponto.

A julgar pelo primeiro episódio, o apresentador usará o programa como uma maneira de se livrar da imagem sisuda que as notícias sobre a segurança da cidade lhe conferiram. Datena dançou tango, sambou, fez embaixadinhas e relembrou sua experiência no campo de futebol como lateral direito nas partidas entre amigos. “Eu apoiava como um raio e defendia como um tigre”, brincou. Revelou ainda um pouco sobre seus hábitos fashion: “Gosto de anel de caveira”. E funcionou até mesmo quando apelou à Petrobrás para que patrocinasse a produção ou fez piada com o jornalístico que apresenta. Ele não resistiu, claro, ao fazer um pouco de crítica social: “Se perde a vida por um real todo dia no Brasil”, disse.

Baseado num formato de fora, o “Quem Fica em Pé?” não se distingue muito do extinto “Roleta Russa”, levado ao ar pela Record em 2003. Nele, um participante confronta vários num jogo de perguntas e respostas. Quem perde cai num fosso, assim que o chão sob seus pés se abre. A diferença entre as versões antiga e nova surge logo de cara: o cenário da Band é bem mais caprichado. Levado ao ar três dias por semana, a atração educa e diverte, mas corre o risco de desgastar-se rapidamente. À emissora, caberá combater um possível esgotamento da fórmula apostando em personagens interessantes. Já deu para ver que são as histórias por trás de quem cai no buraco que levarão adiante. Além do repentino bom humor de Datena, claro, que revelou-se um bom apresentador de game show.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 8 de março de 2012 Entrevista | 15:46

Datena: 'Sempre fui um cara que trabalhou demais'

Compartilhe: Twitter

José Luiz Datena: "Aprendi a digerir as críticas"

José Luiz Datena não deve dormir. A partir do próximo mês, o apresentador conseguirá a proeza de apresentar três programas em três turnos diferentes. De manhã, está no ar na Rádio Bandeirantes. No fim de tarde, no “Brasil Urgente”. E, a partir de abril, comandará o game show “Quem Fica em Pé?”, às segundas, terças e quintas, na faixa das nove da noite. este mês Datena ainda teve que lidar com um outro assunto: sua filha, Letícia Wiermann, participou de um ensaio sensual. Pai orgulhoso, ele jura que aprovou o resultado. Apesar da carga de trabalho, Datena parece ter desistido de deixar os programas policiais de lado, como andou dizendo há alguns anos. Simpático e bem disposto, o âncora do “Brasil Urgente” conversou com a coluna e não deixou de responder a nenhuma pergunta. Leia a entrevista abaixo.

IG: Este ano você vai se dividir entre a rádio de manhã, o “Brasil Urgente” à noite e um game show que vai ao ar três vezes por semana. Você tem alguma folga?
DATENA: Você não sabe, mas a Band conseguiu um clone meu. Inclusive aquele cara que foi para a Record não era eu, era meu clone. (risos) Mesmo porque minha cara é muito comum, qualquer gordinho bolachudo parece comigo! Então um cara faz a rádio, outro o “Brasil Urgente” e outro vai fazer o game show, que é completamente diferente das outras programações que eu tenho. No “Manhã Bandeirantes” é de serviço, na hora, o rádio é muito mais rápido que a televisão. À Tarde é um programa de cobrança, que fala sobre segurança pública, e o game é sem efeito colateral e sem contra-indicação. É um programa para quem fica em pé, que, aliás, só agora eu posso ficar em pé. A ideia é competir com anônimos no começo, mas não descartamos fazer com famosos também.

IG: Como tem organizado a agenda? Deixará de apresentar o “Brasil Urgente” nos dias em que for gravar o “Quem Fica em Pé?”?
DATENA: Eu sempre fui um cara que trabalhou demais. Antes eu tinha programa de rádio, fazia o programa que o Neto faz hoje e o “Brasil Urgente”. Não vai mudar muito, minha rotina vai continuar a mesma. Eu gosto de trabalhar.

IG: Você já declarou em várias entrevistas nos últimos anos que está cansado de apresentar programas policiais. O cansaço continua?
DATENA: Sim, o cansaço existe, mas gosto de trabalhar. Eu cogito parar, mas é a mesma coisa que o centro-avante da seleção brasileira chegar e dizer que quer jogar de lateral-esquerdo. Se o técnico quer que você jogue de centro-avante, então você vai ter de jogar nessa posição. Tem de fazer o que o técnico manda, é o que eu faço.

IG: Quando pretende deixar o “Brasil Urgente” então?
DATENA: Quando a Band quiser! (risos) Se a Band quiser que eu continue, estou à disposição. Aliás, agora com muita disposição.

IG: Deixar de fazer programas policias é um plano de curto ou longo prazo?
DATENA: Ah, planejar isso não depende de mim. Como eu devo muito ao Johnny (Saad, dono da emissora) e tenho que honrar esse contrato que assinei com ele. Grande parte da minha carreira e da minha vida eu devo a ele. Inclusive ele cuida da minha saúde, coisa da qual muita gente não cuidou até hoje. E não dá pra exigir isso em contrato, porque o último que eu assinei tinha sete anos de duração! (risos)

IG: Sentia falta de fazer um programa mais leve como ‘”Quem Fica em Pé?”?
DATENA: Eu sentia falta de fazer um programa assim. Mesmo porque no começo da minha carreira eu fazia coisas parecidas. Eu fui repórter da Globo fazendo matérias alegres e descontraídas, na época em o Osmar Santos apresentava o “Globo Esporte”. Fui repórter esportivo na Band e fiz várias coberturas. Então é uma volta às origens, na verdade.

IG: Sua filha fez fotos sensuais recentemente. Está com ciúme?
DATENA: Para caramba! Se ele não fosse bonita, agradável e inteligente eu não teria nenhum! (risos). Mas achei um barato ela fazer as fotos. E ela foi muito elogiada. Sempre fui um pai muito liberal e a Letícia sempre foi muito inteligente. Aliás, muito mais inteligente do que eu.

IG: Deu algum tipo de orientação para ela se aventurar na carreira artística?
DATENA: Quem sou eu pra fazer isso? Se eu sou desorientado, como é que eu vou dar orientação? (risos). Ela é muito mais orientada do que eu!

IG: Acha que ela deveria tentar a carreira na TV?
DATENA: Eu gostaria muito que fosse para a TV, sim, porque ela é inteligente e bonita. E a beleza é apenas o que ela representa exteriormente, porque ela é muito inteligente. Em todas as faculdades em que prestou vestibular ela passou nas primeiras colocações.

IG: Você tem feito entradas ao vivo no “Muito +”, de Adriane Galisteu, e até comenta alguns dos assuntos do dia. Passou a acompanhar o noticiário de celebridades?
DATENA: Não é que eu passei a acompanhar. Eu acompanho há muito tempo através da minha mulher, que é o Nelson Rubens lá de casa! A Matilde vive me perguntando se vi isso ou aquilo. Mas eu gosto muito da Galisteu, eu amo, adoro ela desde a época da Record.

IG: A gente vai te ver dando pitaco na vida de celebridades de vez em quando?
DATENA: Eu não gostaria de fazer isso porque quando comentam a minha vida eu fico meio P da vida. Então eu não gostaria de comentar a vida dos outros, não, mas  eu acho que tem espaço para tudo. Cada um tem que fazer o seu trabalho e muito bem feito. Os caras que cobrem a vida de celebridades no Brasil fazem isso muito bem. Os repórteres e colunistas da área não deixam nada a dever para os profissionais da área dos Estados Unidos. Eu respeito demais os profissionais. É evidente que quando um cara faz uma crítica é difícil de engolir, eu não gosto de ser criticado. Mas já aprendi a digerir isso.

IG: E seu médico, anda muito bravo por você ter voltado ao trabalho pouquíssimo tempo depois de ter passado por uma cirurgia?
DATENA: Evidente que está. Ficou P da vida comigo, mas espero que continue tudo bem e a cirurgia continue dando resultado. Por enquanto está dando tudo bem.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,