Publicidade

Posts com a Tag renato aragão

sexta-feira, 1 de março de 2013 Crítica | 00:03

‘Criança Esperança’ se aproxima do formato do Teleton, do SBT, e peca ao transformar Renato Aragão em coadjuvante

" addthis:url="http://natv.ig.com.br/index.php/2013/03/01/crianca-esperanca-se-aproxima-do-formato-do-teleton-do-sbt-e-peca-ao-transformar-renato-aragao-em-coadjuvante/"> Compartilhe: &related=ultimosegundo&via=ig" class="botaotwitter" target="_blank">Twitter
Fernanda Lima, Patrícia Poeta, Lázaro Ramos e Renato Aragão

Fernanda Lima, Patrícia Poeta, Lázaro Ramos e Renato Aragão no palco do evento

Já tradicional no calendário da Globo, o “Criança Esperança” chegou à vigésima oitava edição se distanciando cada vez mais do que mostrava nos anos 90 e começo dos 2000. Assim como ocorre no Teleton, do SBT, o evento passou a ganhar ares de maratona.  Durante todo o dia, programas da emissora foram apresentados ao vivo e famosos se revezaram no chamado “mesão”, atendendo a ligações dos espectadores. No canal de Silvio Santos, no entanto, toda a programação passa a ser ancorada do mesmo palco. Ainda assim, as semelhanças entre ambas as produções são grandes. Além dos telefonemas atendidos por personalidades, na Globo há maior espaço para VTs explicando para onde vai o dinheiro arrecadado. Depois de um período em baixa, o evento percebeu que precisava mostrar de perto suas benfeitorias.

Apesar das proximidades, há diferenças na “embalagem”: enquanto no SBT a maratona é uma espécie de longo programa de auditório, na Globo ela ganha ares de show. Ainda assim, a premissa é a mesma: celebridades pedindo a colaboração do público de casa, com apelos emocionados.

A causa é nobre, não há dúvidas, mas uma questão não passou despercebida durante a exibição do “Criança Esperança”. Embaixador da Unicef e maior entusiasta do programa, Renato Aragão foi relegado à condição de coadjuvante. Todo o comando do espetáculo coube a Fernanda Lima, Patrícia Poeta e Lázaro Ramos, que represetaram cada setor da emissora – atrações de variedades, jornalismo e dramaturgia, respectivamente.

Quando surgiu na tela, o eterno Didi não disfarçou a emoção e o saudosimo dos holofotes. Jogou para o público, mais que para os companheiros, que, aliás, tentaram sutilmente interrompê-lo enquanto contava uma história triste. Uma pena. Ao esnobar um dos artistas que deram cara ao evento, a Globo, sem querer, deixou de lado o principal objetivo da noite. É triste para o espectador assistir à aposentadoria forçada de um ícone.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 18 de dezembro de 2012 Bastidores, Humor | 13:32

Futuro de integrantes do 'Aventuras do Didi' ainda é incerto

Compartilhe: Twitter

Renato Aragão posa com o elenco do extinto "Aventuras do Didi"

Depois do anunciar o fim de “Aventuras do Didi”, a Globo ainda não sabe o que fazer com a maior parte de seus integrantes. Até agora, ninguém além de Renato Aragão foi procurado para falar de novos projetos. A ideia da Globo é que o humorista faça dois telefilmes por um ano, nos períodos de férias.

Cerca de 20 pessoas foram dispensadas da produção do programa. O elenco, que conta com nomes como Dedé Santana, Jacaré, Marcelo Augusto, Tadeu Mello e Daniel Del Sarto, ainda tem contrato em vigor, mas não houve sinalização para novas conversas ainda. Nos bastidores, comenta-se que pelo menos uma parte deles deva ser aproveitada nas produções que envolverem Aragão. Realocações em novelas e outros programas, por enquanto, não estão em pauta.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 Bastidores, Bomba | 17:18

Globo anuncia que 'Aventuras do Didi' e 'Casseta & Planeta Vai Fundo' sairão do ar em 2013

Compartilhe: Twitter

Renato Aragão e Dedé Santana sairão do ar no ano que vem

A Globo acaba de enviar às redações um comunicado afirmando que duas produções sairão do ar no próximo ano. Conforme a coluna antecipou há algumas semanas, o “Casseta & Planeta Vai Fundo” será encerrado. Além dele, “Aventuras do Didi” tambem deixará a programação da emissora.

Nos últimos tempos, ambas as atrações vinham registrando audiências abaixo da média. O “Casseta”, por exemplo, registrou a menor da últimas estreias da Globo neste semestre.

Leia a íntegra:

“Dentro do projeto de planejamento do próximo ano, a Direção Geral de Entretenimento (DGE) da TV Globo confirmou, hoje, que, no dia 3 de fevereiro, será exibido o último programa ‘Aventuras do Didi’.  A visão da emissora é que este horário deverá contar com novos programas em vez de ter uma atração fixa. O apresentador Renato Aragão, que já vinha discutindo a reformulação da grade com a DGE, se reuniu hoje com a equipe para gravar o último episódio e já avalia a participação em novos projetos.

O ‘Casseta & Planeta Vai Fundo’ também terá sua última temporada neste ano. O programa se encerra com os especiais de fim de ano, e os profissionais do grupo discutem com a DGE outras possibilidades de participação na programação da emissora.”

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 29 de outubro de 2012 Bastidores, Humor | 10:47

Canal Viva prepara reprise de 'Os Trapalhões' para dezembro

Compartilhe: Twitter

Zacarias, Mussum, Didi e Dedé: de volta à TV

Os fãs saudosos dos “Trapalhões” já têm motivos para comemorar. O Canal Viva programou para dezembro reprises do humorístico de Didi, Dedé, Mussum e Zacarias. O material, assim como as novelas, deverá ser exibido na íntegra e sem cortes.

Atualização: o Canal Viva procurou a coluna e nega a informação, dizendo que não há previsão para que “Os Trapalhões” seja exibido.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 25 de abril de 2011 Briga pela audiência | 10:59

Turma da Mônica dá mais audiência que 'Aventuras do Didi'

Compartilhe: Twitter

Cena do especial de Páscoa exibido no último domingo

A maré não anda mesmo muito boa para Renato Aragão. Depois de seu programa amargar segundo e terceiro lugares em algumas semanas, o humorista agora viu seu substituto durante o feriado de Páscoa dar mais audiência que “As Aventuras do Didi”. Enquanto o programa infantil chegou a registrar médias de 7 pontos na últimas semanas, o especial da Turma da Mônica marcou 11 pontos, segundo prévia do Ibope. Talvez seja mesmo a hora de a Globo repensar o horário e o formato de exibição dos esquetes do eterno trapalhão.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 21 de abril de 2011 Bastidores | 10:47

Globo vai substituir Didi por Turma da Mônica neste domingo

Compartilhe: Twitter

Depois de amargar duas derrotas consecutivas – na última semana chegou a ficar em terceiro lugar de audiência -, Renato Aragão verá seu programa ser substituído pela Turma da Mônica. A Globo exibirá logo após o “Esporte Espetacular” um especial de Páscoa com os personagens criados por Maurício de Sousa. Didi, no entanto, não ficará de fora. A emissora programa um dos filmes do eterno trapalhão para passar na “Temperatura Máxima”. Por enquanto, Renato Aragão segue garantido aos domingos, mas, se a audiência não reagir, é bem provável que a Globo faça novos testes.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011 Novidade | 09:05

Antes mesmo da estreia, Globo já garante outra temporada de 'Acampamento de Férias', com Renato Aragão

Compartilhe: Twitter

Renato Aragão: mais gravações em março

A Globo anuncia oficialmente nesta sexta-feira (13) a estreia da segunda temporada da microssérie “Acampamento de Férias” para o próximo dia 24. O que ninguém sabe ainda é que a emissora já deu sinal verde para a realização de mais uma leva de episódios da atração.

Já na próxima semana, Renato Aragão entre em estúdio com a filha Lívian para as primeiras gravações. Para o elenco já foram escalados Henri Castelli, que viverá o vilão da vez, e Geovanna Ewbank, que ganhou o papel de mocinha.

Lívian, filha de Renato Aragão: protagonista

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010 Crítica | 00:14

Especial da Globo em homenagem a Renato Aragão carrega nas doses de emoção com ares de superprodução

Compartilhe: Twitter

Renato Aragão e Patrícia Poeta no especial "Nosso Querido Trapalhão"

É quase impossível haver adulto ou adolescente que tenha crescido sem assistir a “Os Trapalhões” ou a pelo menos um filme da trupe – a primeira sessão de cinema da vida deste modesto colunista foi numa produção deles. A possibilidade de haver então um brasileiro que desconheça o nome Renato Aragão é nula. Exatamente por isso a Globo promoveu uma mais que merecida homenagem ao humorista num especial exibido neste domingo (26). O tributo ocorreu por ocasião dos 50 anos de carreira deste gênio do humor nacional, mas poderia ter sido realizado em qualquer ano já que a história de vida do eterno trapalhão é fortíssima. Estava mesmo na hora de se fazer justiça a Didi.

Para fazer bem feito, a emissora não economizou e conferiu ares de superprodução ao especial de final de ano. Encenado sob o formato de docudrama, o programa misturou cenas de ficção a um gentilíssimo depoimento de Renato para a jornalista Patrícia Poeta. Com uma vida tão intensa, não foi necessário focar a trama apenas no período em que fez sucesso ao lado Dedé, Mussum e Zacharias. O espectador pôde acompanhar a trajetória do humorista do nascimento em Sobral, no interior do Ceará, até o sucesso alcançado no Rio de Janeiro.

“Nosso Querido Trapalhão” teve direção delicada e sensível e tornou missão praticamente impossível para quem o assistia não derrubar uma única lágrima. Especialmente nos momentos – numa cena que lembra “A Rosa Púrpura do Cairo”, de Woody Allen, é preciso dizer – em que o astro conta sua experiência com seu ídolo, Oscarito, e quando retratou um acidente de avião do qual Renato sobreviveu, fato até então pouco conhecido de sua história. Da mesma maneira, seus depoimentos sobre os colegas Zacharias, Mussum e Dedé foram tocantes. Não poderia haver maneira mais bonita de encerrar o domingo que não acompanhar o nascimento de um ícone, do dono de um tipo de humor ingênuo e inesquecível, que, antes mesmo de fenômenos como “Tropa de Elite”, já arrastava milhões aos cinemas.

Pode-se dizer, sim, que o especial pisou fundo na emoção, beirando a pieguice. Isto, no entanto, está longe de ser um defeito. Homenagens – quando justas e bem feitas – têm exatamente esta função. Este país tem a tradição de reconhecer seus ídolos apenas após a morte. Está na hora de fazer o contrário. Renato Aragão merece todos os tributos. E os 19 pontos de audiência, segundo prévia do Ibope, que garantiram a liderança absoluta para a Globo no horário provam isso. O Brasil morre de orgulho de seu eterno e querido Trapalhão.

Autor: Tags: , , , , ,