Publicidade

Posts com a Tag selton mello

sexta-feira, 12 de julho de 2013 Bastidores, Em cena, Seriado | 05:01

Nova temporada de ‘Sessão de Terapia’ traz Claudio Cavalcanti e Bianca Comparato. Veja as primeiras imagens!

Compartilhe: Twitter

Bem sucedido no cinema, Selton Mello parece ter gostado também da experiência de dirigir televisão e segue à frente de “Sessão de Terapia”, uma das boas apostas no GNT na área da dramaturgia. Com estreia marcada para 7 de outubro, a segunda temporada do seriado trará no elenco nomes como Bianca Comparato, Derick Lecoufle e Adriana Lessa, mas a grande surpresa mesmo é a entrada de Claudio Cavalcanti, galã desde os tempos de “Irmão Coragem”. O último trabalho do ator foi a novela “Amor e Revolução”, no SBT.

Zécarlos Machado continua no posto de psicólogo, assim como Selma Egrei. Irão ao ar 35 episódios nesta nova leva. E a coluna adianta agora, em primeira mão, o teaser de dois personagens. Assista abaixo:

Bianca Comparato será Carol Martins, a paciente das segundas-feiras:

Já Carlos Cavalcanti viverá Otávio de Carvalho Medeiros, o pacientes das terças-feiras:

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 20 de novembro de 2012 Novela, Novidade | 02:28

Globo ganha prêmios em duas categorias do Emmy por 'O Astro' e 'A Mulher Invisível'

Compartilhe: Twitter

Rodrigo Lombardi, o protagonista de "O Astro"

A semana vai ser de comemoração na Globo. Na noite da última segunda-feira (19), a emissora saiu vencedora de duas categorias do Emmy, mais importante prêmio de televisão do mundo, graças a produções como “O Astro” e “A Mulher Invisível”.

Estrelado por Rodrigo Lombardi e Carolina Ferraz, o folhetim saiu campeão da categoria “Best Telenovela”. O autor Alcides Nogueira e o diretor Mauro Mendonça Filho subiram ao palco para receber o prêmio anunciado pelos atores Marcelo Serrado e a atriz da TV Azteca, Edith González.

Já o seriado protagonizado por Selton Mello, Luana Piovani e Débora Falabella ficou com o troféu na categoria “Comedy”. A estatueta foi entregue pelo ator americano Cheyenne Jackson ao diretor Claudio Torres e ao roteirista Mauro Wilson, durante a cerimônia de gala no Hotel Hilton, de Nova York.

Em 2009, a Globo já havia saído campeã do Emmy com a novela “Caminho das Índias”, curiosamente também estrelada por Rodrigo Lombardi. Já são oito os troféus acumulados pela emissora na premiação.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 29 de outubro de 2012 Bastidores, Novidade, Seriado | 06:00

Exclusivo: GNT prepara seriado baseado em livro escrito por Marília Gabriela

Compartilhe: Twitter

Marília Gabriela: pesquisa sobre as "mulheres que amam demais"

Depois da boa recepção do “Sessão de Terapia”, o GNT resolveu investir pesado na dramaturgia nacional. O canal por assinatura já planeja um novo seriado para estrear no ano que vem. Com roteiros em fase de desenvolvimento, a nova produção será baseada no livro “Eu Que Amo Tanto”, de Marília Gabriela. A publicação compila depoimentos de frequentadoras do grupo “Mulheres que amam demais” colhidos pela jornalista.

A ideia é que a protagonista sintetize várias das histórias contadas no livro em todos os episódios. A participação de Gabi como atriz na série tem grandes chances de se concretizar. A produção ficará a cargo da Bananeira Filmes, de Vânia Catani, famosa por estar à frente de projetos bem sucedidos no cinema como “O Palhaço”, de Selton Mello, representante do Brasil no próximo Oscar.

A previsão é que o seriado estreie no ano que vem.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 1 de outubro de 2012 Crítica, Seriado | 14:31

Estreia do GNT, 'Sessão de Terapia' não deixa nada a dever para suas versões internacionais

Compartilhe: Twitter

Zécarlos Machado, o protagonista de "Sessão de Terapia"

Adaptado para vários países desde que foi originalmente ao ar em Israel, “Sessão de Terapia” ganha sua versão brasileira a partir desta segunda-feira (1). Com exibição diária pelo GNT, o seriado inaugura uma nova faixa no canal por assinatura, que pretende investir em dramaturgia, além dos reality shows e documentários. Exibida nos Estados Unidos pela HBO e estrelada por Gabriel Byrne, a história durou três temporadas e inovou no formato: a cada dia o psicanalista Theo (vivivo aqui por Zécarlos Machado) recebe um paciente. O espectador tem, assim, um encontro marcado com cada personagem a cada dia da semana.

Segunda-feira é o dia de Júlia (Maria Fernanda Cândido), uma mulher insinuante. No dia seguinte, a trama explorada é a de Breno (Sérgio Guizé), um atirador de elite. Na quarta é a vez de Nina (Bianca Muller), uma adolescente com tendências suicidades. Às quintas, o terapeuta recebe o casal Ana (Mariana Lima) e João (André Frateschi), que vive a dúvida de seguir ou continuar uma gravidez. Já às sextas é a vez de acompanhar a terapia do próprio psicólogo, que desabafa com Dora (Selma Egrei), e também de sua esposa, Clarice (Maria Luisa Mendonça).

Apesar de manter as principais questões do original em seu roteiro, a versão brasileira de “Sessão de Terapia” permite pequenas adaptações. A coluna teve acesso aos cinco primeiros capítulos da produção e dá alguns exemplos: ao dizer que foi a um barzinho com uma amiga, Júlia cita a Vila Madalena, em São Paulo. Se na história exibida no exterior Breno ia a uma missão no Iraque, por aqui ele enfrenta traficantes. Já Nina diz que bateu o carro na Marginal. São mudanças sutis, mas que servem para fazer com que o espectador se relacione de maneira mais próxima com os personagens.

Com direção de Selton Mello e decupagem interessante, a série em si, não propõe nada de espetacular, no sentido de que não há pirotecnia. Aqui, a mágica toda ocorre por meio do texto, que, aos poucos, vai revelando nuances de cada uma das figuras que ocupa a tela. Prova de que não é preciso muito além de humanidade para prender a atenção de quem assiste. O material é tão rico que torna-se irrelevante o fato de sua gênese ter ocorrido em outro país. As temáticas são todas universais e envolventes.

O elenco também se destaca. A escalação de Zécarlos Machado mostra-se um grande acerto. Da mesma maneira, rostos menos conhecidos como Sério Guizé, André Frateschi e Bianca Muller têm atuações sólidas. Nomes como Mariana Lima, por exemplo, dispensam apresentações. Seja qual for o quesito, “Sessão de Terapia” não deixa nada a deve a suas versões internacionais.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 7 de maio de 2012 Bastidores, Seriado | 06:00

Exclusivo: Selton Mello dirigirá versão brasileira da série 'In Treatment', que terá também Julia Feldens

Compartilhe: Twitter

Selton Mello: diretor de série para o GNT

Sucesso de crítica nos Estados Unidos, a série “In Treatment” – que originalmente foi criada em Israel – ganhará uma versão brasileira. A produção é ambiciosa, vai ao ar de segunda a sexta e se passa dentro de um consultório psiquiátrico. A cada dia da semana, um personagem é a estrela do episódio. No exterior, a primeira temporada teve 45 episódios e contou com atores com Mia Wasikowka, de “Alice no País das Maravilhas”, e foi protagonizada por Gabriel Byrne.

Por aqui, a adaptação do seriado irá ao ar no GNT, que comprou os direitos do formato em conjunto com a produtora Moonshot – que já levou ao ar no Brasil o policial “9 Milímetros”, na Fox, e o reality “Brazil’s Next Top Model”, no Canal Sony. E, para comandar o projeto, um nome forte foi considerado: ficará a cargo de Selton Mello a direção do programa. O ator já dirigiu dois filmes, “Feliz Natal” e “O Palhaço”, além de episódios dos programas “Tarja Preta”, do Canal Brasil, e “A Mulher Invisível”, da Globo.

Os primeiros nomes do elenco começaram a ser fechados nos últimos dias. Um deles é o de Julia Feldens, que já atuou em novelas como “Laços de Família”, “Força de um Desejo” e “Coração de Estudante”.

A ideia é que a série, que deve se chamar “Em Terapia” ou “Em Tratamento”, estreie em outubro.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011 Bastidores, Seriado | 14:18

Selton Mello encerra gravações de 'A Mulher Invisível' dirigindo o último episódio

Compartilhe: Twitter

Luana Piovani, Selton Mello e Débora Falabella: sem planos para nova temporada

Chegaram ao fim na última segunda-feira (3) as gravações de “A Mulher Invisível”. De todos os seriados da Globo, este era o único que ainda não tinha encerrado os trabalhos. E o último episódio terá um gostinho especial, já que Selton Mello assumiu a direção. Apesar da vontade da Globo de produzir mais uma temporada, esta possibilidade está praticamente descartada, já que Débora Falabella será uma das protagonistas de “Avenida Brasil”, próxima novela das nove.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 15 de julho de 2011 Bastidores, Seriado | 10:07

Segunda temporada de 'A Mulher Invisível' começará a ser gravada no próximo mês

Compartilhe: Twitter

Débora Falabella, Luana Piovani e Selton Mello: de volta em outubro

Com uma segunda temporada garantida pela Globo, “A Mulher Invisível” começará a gravar os novos episódios no final de agosto. Como aconteceu na primeira leva, Selton Mello vai dirigir um deles. A expectativa é que agora sejam reforçadas as tramas de personagens coadjuvantes, como Wilson, vivido por Álamo Facó. Não está descartada também que novos personagens entrem na trama, caso da família de Clarisse (Débora Falabella). Aliás, para Débora, Clarisse continuará enlouquecendo junto com Pedro (Selton Mello). “Ela tolera a mulher invisível porque no fundo sabe que ela é o marido, mas fico surpresa com a maneira com que ela vai atrás das loucuras dele”, afirma a atriz. A previsão é que os oito novos episódios estreiem em outubro, assim que “O Astro” chegar ao fim

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 6 de julho de 2011 Briga pela audiência, Seriado | 14:02

Último episódio de 'A Mulher Invisível' recupera audiência

Compartilhe: Twitter

Selton Mello e Luana Piovani voltarão em nova temporada

Depois de uma estreia bem-sucedida, o seriado “A Mulher Invisível” viu sua audiência cair a cada episódio, mas o último capítulo desta primeira temporada recuperou o fôlego. Levado ao ar na última terça-feira (5), o desfecho da produção marcou média de 23 pontos, segundo o Ibope. Só é menos do que a estreia, que havia atingido 25, mas bem mais que os 19 da semana passada. Ajudou também o fato de que “Tapas & Beijos” bateu seu recorde, 31 pontos, e entregou o horário em alta. Ainda que tenha havido queda nos números, a Globo segue animada com o potencial do projeto e já programou uma segunda temporada com cinco episódios. As gravações começam já no próximo mês.

Leia mais sobre famosos no iG Gente

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 1 de junho de 2011 Briga pela audiência, Seriado | 11:43

'A Mulher Invisível' estreia com 10 pontos a mais que 'Divã' e 'Tapas e Beijos' quebra o próprio recorde

Compartilhe: Twitter

Débora Falabella, Luana Piovani e Selton Mello numa cena da série

Foi bem de audiência a estreia do seriado “A Mulher Invisível”. A produção estrelada por Selton Mello, Débora Falabella e Luana Piovani marcou 26 pontos de média, 10 pontos a mais do que o primeiro episódio de “Divã”, que a antecedeu.

A noite de terça-feira, aliás, foi boa também para a comédia “Tapas & Beijos”, que bateu o próprio recorde e fechou com média de 30 pontos, segundo prévia do Ibope. Pelo visto, a Globo achou mesmo o substituto perfeito para o “Casseta & Planeta”.

Me siga no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,