Publicidade

Posts com a Tag walcyr carrasco

segunda-feira, 22 de agosto de 2016 Entrevista, Novela | 09:00

“Êta Mundo Bom”: Juliane Araújo comenta machismo e cena nua com Klebber Toledo

Compartilhe: Twitter

Juliane Araújo fala à coluna sobre empoderamento feminino, cenas de nudez e o sucesso na reta final da novela “Êta Mundo Bom” como a táxi girl Sarita.

 

eta mundo bom divulgacao TV globo (1)

Juliane é a espevitada Sarita de “Êta Mundo Bom” (Estevam Avellar/Globo)

Juliane Araújo se tornou um destaques da trama de Walcyr Carrasco, que termina nesta sexta-feira (26). Atirada para os anos 40, época em que se passa a história, Sarita matou muitas telespectadoras de “Êta Mundo Bom” de inveja no último dia 8, quando foi ao ar a cena em que a personagem tomou banho de rio com Romeu (Klebber Toledo).

Leia mais »

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 16 de março de 2016 Novela | 10:30

Walcyr Carrasco elogia Rosi Campos em “Êta Mundo Bom”: “Maravilhosa”

Compartilhe: Twitter
Rosi Campos ganha elogios do autor Walcyr Carrasco

Rosi Campos ganha elogios do autor Walcyr Carrasco

Walcyr Carrasco falou rapidamente sobre “Êta Mundo Bom” antes de receber o Prêmio APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte, de melhor novela por “Verdades Secretas”. O autor, que não escondeu seu entusiasmo por receber o troféu na noite de terça-feira (15), contou que dois atores o surpreenderam em “Êta Mundo Bom”, atual novela que escreve para as 18h.

“Eu nunca tinha trabalhado com a Rosi Campos e ela está maravilhosa como Eponina. Quando fiz o Candinho, veio o Sérgio Guizé, e que maravilha, né?”, surpreende-se. Porém, alguns papéis são feitos sob medida para alguns atores, confessa. “Quando veio a Cunegundes eu ja sabia que seria a (Elizabeth) Savalla; quando criei a Sandra, sabia que queria a Flavia Alessandra“.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 7 de março de 2016 Novela | 07:00

Blackface em “Êta Mundo Bom” causa revolta e enxurrada de críticas

Compartilhe: Twitter

flavia5

A novela “Êta Mundo Bom” está metida em uma polêmica por conta do uso da técnica de blackface – quando um ator branco tem a pele pintada de preto para representar um negro. A confusão começou quando Flávia Alessandra divulgou em seu Instagram uma foto na qual Marco Nanini aparece com tinta preta no corpo e rosto ao lado de cinco mulheres brancas.

A atriz classificou a situação como “brincadeira”. “É o que temos para hoje… Nanini maravilhoso! E a brincadeira é que o disfarce dele vai por água abaixo porque começa a chover”, explicou, sendo bombardeada por críticas (veja algumas abaixo):

postsblackface

Fãs da novela fazem duras críticas ao uso de blackface na cena

Na história, Pancrácio, personagem do ator, costuma usar vários disfarces para pedir dinheiro e sobreviver. Ele já se vestiu de freira e Miss São Paulo, por exemplo. O autor Walcyr Carrasco ficou possesso quando viu as críticas e usou seu Twitter para se justificar.

“Acusam de racismo pq um dos disfarces de Marco Nanini em ‘Eta Mundo Bom é de negro. É um absurdo! Na novela, um menino negro (JP Rufino) é protagonista! Com essa exigência do politicamente correto, o mundo perdeu o humor! E mais tarde, Nanini fará uma gueixa. Entre tantos personagens, vão dizer que é preconceito contra os orientais! Santo Deus!”, escreveu.

blackface êta mundo bom

Desde que foi postada por Flávia Alessandra, a imagem recebe centenas de críticas

“Uma das grandes cenas do cinema brasileiro foi com Grande Otelo, grande comediante negro, fantasiado de Julieta. É racismo contra os brancos?”, usou, para se justificar. Quando alertado por uma seguidora que não existe “racismo reverso” pois os brancos não foram escravizados como os negros, ele concordou. “Eu só quis dar um exemplo, não existe racismo reverso. Mas é exagero porque a cena não foi ao ar para ser julgada”.

Na sequência, Walcyr fez um apelo. “Eu só peço, amigos da comunidade negra: entendam que humor é humor. Um homem que vive de disfarces entre muitos, poderia sim fazer um negro. Leiam meu livro ‘Irmão Negro’ infanto juvenil que denuncia o racismo no mundo atual. E aconselhem, porque mostra a sua causa! Eu sempre a apoiei. Lembrando: fui eu que lancei a Taís (Araújo) em ‘Xica da Silva’ como primeira protagonista negra de novela”, encerra o autor, que em “Amor à Vida” (2013) já havia sido criticado pela falta de personagens negros na trama.

Questionada pela coluna sobre as acusações de racismo, a Globo respondeu o seguinte na tarde desta segunda-feira (7): “Como o autor já esclareceu e é sabido por todos que acompanham a novela, Pancrácio, personagem interpretado por Marco Nanini, tem como uma de suas principais características os disfarces. Ele já foi uma freira, um mendigo, já foi um cego, uma vedete e será ainda uma gueixa, entre outros tantos disfarces, que já somaram até agora 18 variações”.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 Bastidores, Novela | 15:22

‘Amor à Vida’ ganha mais um nome no elenco: Ângela Rabello entra na trama

Compartilhe: Twitter
Ângela Rabello

Ângela Rabello será uma milionária na novela

Mais uma personagem entrará em “Amor à Vida” na próxima semana. Ângela Rabello será integrada ao elenco da trama escrita por Walcyr Carrasco para interpretar a elegante Eudóxia, mãe de Ignácio (Carlos Machado), milionário que pedirá Valdirene (Tatá Werneck) em casamento.

Leia também: Paloma sera presa por tráfico de drogas

A ricaça não simpatizará com a moça, mas mesmo assim exigirá que o filho revele a futura esposa que é estéril. Mal sabe ela que a periguete ficará grávida de Carlito (Anderson Di Rizzi) e achará que carrega no ventre o herdeiro de uma foturna. Ou seja: a filha de Márcia (Elisabeth Savalla) se meterá em mais uma enrascada.

O último trabalho de Ângela na Globo foi em “Malhação”.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 13 de agosto de 2013 Briga pela audiência, Novela | 14:19

‘Amor à Vida’ bate recorde de audiência e finalmente atinge a marca dos 40 pontos

Compartilhe: Twitter
Thales e Leila

Thales e Leila: abertura do testamento não saiu como queriam

Walcyr Carrasco tem motivos para sorrir. Além da repercussão positiva envolvendo as últimas viradas de “Amor à Vida”, o autor viu sua trama finalmente chegar na marca dos 40 pontos de audiência, em São Paulo, principal praça de medição, na última segunda-feira (12). No Rio de Janeiro a trama obteve 43 pontos. O capítulo mostrou a abertura do testamento de Nicole (Marina Ruy Barbosa) e a revolta de Leila (Fernanda Machado)

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 2 de agosto de 2013 Crítica, Novela | 04:44

‘Amor à Vida’: Ao tirar Félix do armário, novela presta serviço, põe boa discussão em pauta e repete recorde de audiência

Compartilhe: Twitter
Félix (Mateus Solano)

Félix (Mateus Solano) numa das cenas em que assume que é gay

A esta altura do campeonato, não é novidade para ninguém que boa parte de “Amor à Vida” gira em torno de Félix (Mateus Solano), vilão que foi capaz de jogar a sobrinha recém-nascida numa caçamba de lixo, que, por acaso, é gay. Muito se falou sobre a cegueira de todos em volta do rapaz, que não percebiam sua real orientação sexual ainda que ele tivesse certas afetações e usasse expressões como “Deu a Elza” ou chamasse Pilar (Susana Vieira) e César (Antonio Fagundes) de “mami” e “papi”. Todas estas questões foram postas por água abaixo no capítulo da última quinta-feira (1), quando Edith (Bárbara Paz) revelou para quem quisesse ouvir a homossexualidade de seu marido.

Ainda que repleto de didatismo no texto de algumas cenas, o episódio prestou um grande serviço ao trazer para o debate a saída do armário para a família. Em poucas linhas, alguns conceitos erroneamente difundidos foram desmentidos no horário de maior audiência da TV brasileira. Ao se mostrar confuso com a revelação sobre o pai, por exemplo, Jonathan (Thalles Cabral) diz a Paloma (Paolla Oliveira): “Mas eu gosto de mulher”. Prontamente, a mocinha afirma a ele que o fato de ser filho de um homossexual nada influi em sua orientação: “A maior parte dos gays é filho de casais heterossexuais”.

Num outro momento, Pilar faz questão de ressaltar que não deixará de amar o filho por causa de sua saída do armário. Já Bernarda ressalta o quanto deve ser sofrido viver uma vida de fachada. Por fim, Pilar afirma a César que há homossexuais em profissões mais “masculinas”, caso de jogadores de futebol, ao retrucar aos argumentos preconceituosos do marido, que buscava explicações para o ocorrido enquanto a culpava. Ficou revelado, inclusive, que, quando adolescente, Félix era alvo de bullying no colégio. “Sou um anormal”, desabafa, para ouvir da mãe: “Você é perfeitamente normal!”.

Começa aí a tentativa de justificar o vilão da história. Uma nova porta também se abre com os indícios de que o verdadeiro antagonista é César, um homem que, apesar de aparentemente generoso, se mostrou reacionário e manipulador. Não importa se o texto recorreu a clichês (“deveria ter levado mais o Félix para ver futebol e boxe”, diz César) ou tratou de explicar com todas as letras que homossexualidade não é doença ou defeito. Da mesma maneira, fica claro que o caráter não tem a ver com a orientação. O que Walcyr Carrasco fez neste capítulo tem grande valor. E certamente será lembrado como um momento importante na nossa teledramaturgia.

No quesito audiência, o capítulo foi bem. De acordo com dados prévios do Ibope, a novela marcou média de 39 pontos, repetindo a marca mais alta já atingida desde seu começo.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 31 de julho de 2013 Crítica, Novela | 10:35

‘Amor à Vida’: Com a ambiciosa Aline, Vanessa Giácomo tem nas mãos sua melhor personagem e rouba a cena na novela

Compartilhe: Twitter
Aline (Vanessa Giácomo)

Aline (Vanessa Giácomo) assumirá o posto de grande antagonista da trama

Três semanas depois de a coluna ter revelado, finalmente as reais intenções de Aline foram totalmente reveladas em “Amor à Vida”. E, sem meias palavras, dá para dizer: ao contracenar com uma excelente Lúcia Veríssimo, Vanessa Giácomo arrasou. Mostrou que, a partir de agora, tomará a novela para si e, aos poucos, ocupará o lugar de Félix (Mateus Solano), uma vez que o vilão passará a ser “humanizado” nas próximas semanas. Aos poucos, a secretária que insiste em usar figurinos mínimos, tem dado início ao desmoramento da família de Cesar (Antonio Fagundes), tendo um papel crucial na descoberta de que Félix é gay, por exemplo. A virada não deve acabar por aí. Na sinopse original, ela deve conseguir assumir o hospital e deixar o amante na miséria.

É bem verdade que Vanessa Giácomo não pode se queixar da quantidades de bons personagens que viveu. Em novelas como “Cabocla”, “Sinhá Moça”, “Paraíso” e “Gabriela” teve papéis bem sucedidos e de suma importância para as respectivas tramas. Nenhum deles, no entanto, se assemelha a Aline, mulher misteriosa, sensual, ambiciosa, manipuladora e dona de adjetivos de dignos de grandes antagonistas. A secretária de César é dissimulada, porém simpática. Maquiavélica, porém contida. Ou seja: uma personagem que dá à atriz a grande chance de mostrar o quanto é versátil e também de transitar entre os mais diversos campos emocionais.

Dissimulada

Dissimulada e calculista, a secretária usa disfarce para tirar Félix do armário

Vanessa é uma atriz jovem, mas já provou que tem talento há bastante tempo. Agora, vive um momento importante: o de provar que está pronta para cruzar a linha das mocinhas jovens e belas para se estabelecer como uma atriz pronta para personagens maduros e cada vez mais complexos. Não por acaso boa parte dos espectadores detesta Aline. Ela tem sido interpretada de maneira certeira. Mérito de artista e também de quem com ela contracena, caso de Antonio Fagundes, Bárbara Paz e Lúcia Veríssimo, por exemplo. Além, claro, do autor, Walcyr Carrasco, que não poderia ter lhe dado melhor presente.

Com a revelação do segredo da vilã, pode-se dizer que “Amor à Vida” ganhou mais uma protagonista. Além de Paloma (Paolla Oliveira), Félix e Valdirene (Tatá Werneck) – que merecidamente vem potencializando atenções ao seu redor -, Aline já garantiu um grande espaço. Vanessa Giácomo roubou a cena. Com categoria.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 10 de julho de 2013 Bastidores, Novela | 23:03

Globo volta atrás e decide não cortar os cabelos de Marina Ruy Barbosa. Veja como seriam as cenas que foram descartadas!

Compartilhe: Twitter
Marina Ruy Barbosa

Marina Ruy Barbosa: cabelos preservados e campanhas garantidas

Depois de um longo impasse e muita pressão dos espectadores e da imprensa, Walcyr Carrasco resolveu alterar os rumos de “Amor à Vida”. Como previsto na sinopse, Nicole, personagem de Marina Ruy Barbosa, teria de raspar a cabeça por causa do tratamento contra um câncer. Ocorre que a atriz, que já havia recusado outros trabalhos por não querer mexer nos cabelos, não se sentia confortável com a decisão. Além disso, ela está prestes a fechar um contrato milionário com uma marca de shampoos. A Central de Atendimento ao Espectador da emissora também recebeu inúmeros pedidos para que as madeixas ruivas não fossem tocadas. Não deu outra: Walcyr Carrasco confirmou nesta quarta-feira (10) que a personagem vai ficar curada antes do previsto e terá o penteado atual mantido.

Com isso, as cenas previstas para ir ao ar no dia 22 deste mês serão jogadas no lixo. E a coluna conta agora como era a sequência que nunca irá ao ar. Na história, Pilar (Susana Vieira) levaria um cabeleireiro chamado Mário para atender Nicole. “Eu vou sentir tanto ter que raspar cabelos tão lindos. Eu vou começar cortando… Vou abaixar bem, pra depois raspar”, diria o rapaz. Quando os fios começam a cair, a mocinha deveria chorar e perguntar, aos prantos: “Será que o Thales vai suportar me ver assim? Eu tô horrível!”.

Quando encontrasse Thales (Ricardo Tozzi), Nicole respiraria aliviada:  “Você é a minha Nicole. Minha querida Nicole. Vem, desce… cê já faz parte da minha vida”, diria o rapaz, que a abraçaria forte. Alguns capítulos depois, a mocinha se mostraria decidida a casar mesmo careca.

Walcyr Carrasco não explicou como será o novo rumo da história, mas prometeu surpresas: “Vai ser segredo, ninguém vai saber. Mas acho que vai ser uma das mais lindas que já escrevi!”. O autor agora trabalha para escrever novas cenas.

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 29 de junho de 2013 Sobe e desce | 17:01

O legal e o mico da semana – De 22 a 28 de junho

Compartilhe: Twitter

O LEGAL – Dois anos de “Agora É Tarde”

Danilo Gentili no especial de dois anos do "Agora É Tarde"

O programa de Danilo Gentili é um dos mais bem produzidos da atualidade. Não bastassem as qualidades técnicas, é divertido e tem bons convidados. Nesta semana de comemoração de dois anos de existência, no entanto, a atração se superou. O número musical feito em parceria com Dani Calabresa foi de chorar de rir. Da mesma maneira, o especial de sexta-feira (28) foi impecável. Não deve demorar para que a concorrência cresça os olhos para o talento de Gentili, bem como de seus também talentosos companheiros Marcelo Mansfield, Murilo Couto, Leo Lins e os rapazes do Ultraje a Rigor. Vida longa ao “Agora É Tarde”!

O MICO – Os furos e o didatismo de “Amor à Vida”

Ary Fontoura, Antonio Fagundes e Mateus Solano em "Amor à Vida"

Sim, se comparada com “Salve Jorge”, “Amor à Vida” é um refresco no horário das nove. Ocorre que, apesar de investir em múltiplas viradas de trama, a novela tem deixado passar algumas incoerências. Esta semana, por exemplo, Lutero (Ary Fontoura) denuncia o roubo de Félix (Mateus Solano) para César (Antonio Fagundes). Prontamente, o vilão vira o jogo e o acusa de tremer a mão na cirurgia. Imediatamente todo o dossiê preparado pelo medico contra o filho do amigo é simplesmente esquecido! Uma questão não pode sobrepôr a outra assim. Da mesma maneira, a história tem começado a pecar pelo excesso de didatismo e redundância. Histórias são contadas em looping, personagens falam de maneira forçada (“No que posso ajudar, enfermeira Joana?”, pergunta outra enfermeira) e Félix já deixou a santa ceia mais salgada que bacalhau. Isso para não contar a birra do autor com pronomes pessoais, que são suprimidos em algumas falas. Exatamente por ser um folhetim promissor, não queremos que ele incorra nos mesmos erros de seu antecessor.

Relembre os micos das semanas anteriores

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 27 de junho de 2013 Novela | 14:31

Conselho Federal de Medicina Veterinária se revolta com frase de Félix e envia nota de repúdio a 'Amor à Vida'

Compartilhe: Twitter

Félix (Mateus Solano) despertou a ira dos veterinários

Está cada vez mais difícil escrever novela no Brasil sem sofrer qualquer tipo de patrulhamento. Depois das ex-chacretes e dos enfermeiros, chegou a vez de os veterinários criticarem “Amor à Vida”. Tudo por causa de uma fala dita por Félix, personagem de Mateus Solano, vilão da trama, que, por sua função dramática, se dá ao direito de expressar opiniões controversas.

Pois bem. O Conselho Federal de Medicina Veterinária enviou às redações uma nota repudiando o tratamento dispensado aos profissionais pela novela. Leia a íntegra abaixo:

“O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), que representa os mais de 100 mil profissionais da Medicina Veterinária e da Zootecnia no País, vem a público manifestar sua insatisfação com o conteúdo apresentado no capítulo do dia 25 de junho de 2013, na novela “Amor à Vida”. A cena em questão mostra o personagem Félix, interpretado pelo ator Matheus Solano, afirmando a Lutero (Ary Fontoura) que ele não tem condições “nem de cuidar de uma clínica veterinária, quanto mais de um hospital”.

A declaração foi considerada pejorativa, desclassificando a classe dos Médicos Veterinários e a atuação das clínicas veterinárias, além de refletir o desconhecimento sobre a real importância e do papel destes profissionais no cuidado e no bem-estar dos animais e da sociedade.

O CFMV entende que um dos mais caros direitos expressos na Constituição Federal de 1988 é o de liberdade de expressão, nele compreendido também os de criação e de manifestação artística e intelectual. Todavia, tais direitos não podem ser utilizados de modo a diminuir ou menosprezar direitos outros igualmente consagrados no ordenamento jurídico brasileiro.”

Siga-me no Twitter

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última